Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

COLEÇÃO DE DVDS DE GIGANTES DO JAZZ

31 outubro 2016


















Recordando: o rótulo Mosaic Records está vendendo uma coleção histórica de seis DVDs de vários dos gigantes do jazz gravados na televisão na França.
Músicos que aparecem nos DVDs são: John Coltrane, Thelonious Monk, Art Blakey, Johnny Griffin, Roland Kirk e Freddie Hubbard com os respectivos conjuntos (exceto Monk, como será visto a seguir).
O Coltrane foi obtido na - RTBF TV-Cast, Juan-Les-Pins Jazz Festival, Antibes, France, 26/julho1965) 1965,  quando o saxofonista estava no auge de sua produção artística, e inclui versões ao vivo de Ascension em quarteto e A Love Supreme, uma composição que se tornaria um marco na carreira de Coltrane. Thelonious Monk DVD é muito original, porque ele só aparece em solo como pianista, tocando em 1969, em um estúdio de televisão, sem ser acompanhado por outros músicos e sem público. A etiqueta Mosaic Records assegura que é um "grande tesouro" em documento histórico.
O Art Blakey e seus Jazz Messengers de 1959 destaca alguns dos músicos mais célebres que passaram por seus conjuntos: Lee Morgan, Wayne Shorter e Walter Davis Jr. dentre outros. Verdadeiro - "Suingue Vulcânico " é a descrição dada pelo selo.
 O saxofonista Johnny Griffin foi gravado em 1971 e inclui Dizzy Gillespie e um baterista convidado Art Taylor. Roland Kirk foi registrado pela televisão francesa ao vivo em 1972, em uma apresentação cheia de energia diante de uma platéia entusiasmada. Nesse mesmo ano, o francês registrou uma apresentação do trompetista Freddie Hubbard com seu quinteto que incluia Junior Cook e George Cable. A coleção de DVDs, de acordo Mosaic Records, tem alta qualidade de imagem e som.


(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz de Pablo Aguirre)

P O D C A S T # 3 3 3

28 outubro 2016

DUDUKA DA FONSECA
DIVA JAZZ ORCHESTRA

DAVE MCKENNA
ANTHONY WILSON





PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO CLICAR NO LINK ABAIXO:

http://www112.zippyshare.com/v/HoN9PyVl/file.html


CRÉDITOS DO PODCAST # 332

25 outubro 2016

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÕES LOCAL e DATA
ROXY COSS
Jeremy Pelt (tp), Roxy Coss (st), Chris Pattishall (pi), Alex Wintz (gt), Dezron Douglas (bx) e Willie Jones, III (bat) 
PUSH (Roxy Coss)
Brooklyn, NY, 20/novembro/2014
DAVE BRUBECK e
CARMEN MCRAE
Dave Brubeck (pi), Eugene Wright (bx), Joe Morello (bat) e Carmen McRae (vcl)
TRAVELIN’ BLUES
(Dave Brubeck / Iola Brubeck)
Live "Basin Street East", New York, 6/setembro, 1961
THELONIOUS MONK
Thelonious Monk (pi), Charlie Rouse (st), John Ore (bx) e Frankie Dunlop (bat)
BLUE BOLIVAR BLUES
(Thelonious Monk)
New York, 1/novembro/1962
ELGAR'S CREOLE ORCHESTRA
Emmanuel Perez, Joe Sudler (cnt), Harry Swift (tb), Darnell Howard, Omer Simeon (cl, sa), Jimmy Dudley (st), Charles Elgar (vln,ldr), Logan Thomas (pi), Bill Shelby (bj), Lawson Buford (tu) e Ben Thigpen (bat)
CAFE CAPERS
(Charles Elgar) 
Chicago, 17/setembro/1926
ART TATUM
Art Tatum (pi), Ben Webster (st), Red Callender (bx) e Bill Douglass (bat)
NIGHT AND DAY
(Cole Porter)
Los Angeles, CA, 11/setembro/1956
BILLY HARPER
Billy Harper (st), Francesca Tanksley (pi), Clarence Seay (bx) e Newman Taylor Baker (bat)
WAS IT HERE...IS IT THERE?
(Francesca Tanksley
New York, 2/dezembro/1999
BRAD MEHLDAU
Brad Mehldau (pi), Larry Grenadier (bx) e Jeff Ballard (bat)
JAM (Brad Mehldau) 
New York, 17/novembro/2008
BB KING e ERIC CLAPTON
B.B. King e Eric Clapton (gt, vcl), Doyle Bramhall II, Andy Fairweather Low (gt), Tim Carmon (órgão Hammond), Joe Sample (el-pi), Nathan East (bx), Steve Gadd (bat).
WORRIED LIFE BLUES
(Big Maceo Merriweather)
New York, 2000
DAVID WEISS
David Weiss (tp), J.D. Allen (st), Nir Felder (gt), Luques Curtis (bx) e Jamire  Williams (bat)
VENTURE INWARD
(Andrew Hill) 
New York, 9/junho/2012
HOUSTON PERSON
Houston Person (st) e Ron Carter (bx)
ONCE IN A WHILE
(Michael Edwards / Bud Green)
Englewood Cliffs, N.J., 23/fevereiro/ 1989
WYCLIFFE GORDON
Wycliffe Gordon (tb), Terell teréu Stafford (tp), Mike LeDonne (pi), David Wong (bx) e Kenny Washington (bat)
Cheeky! (Wycliffe Gordon)
Brooklyn, NY, 4/novembro/2009
ANAT COHEN
Anat Cohen (ssop), Jason Lindner (pi), Gilad Hekselman (gt), Omer Avital (bx) e Daniel Freedman (bat)
WASHINGTON SQUARE PARK (Anat Cohen)      
New York, 15/maio/2008

A TAVERNA MALDITA (PETE KELLY´S BLUES)

22 outubro 2016

"Kansas City 1927. Ao trompetista Pete Kelly só importa manter sua pequena banda de jazz em funcionamento. Quando seu baterista é assassinado, ele cede à pressão do gangster Fran McCarg e aceita a garota dele como sua vocalista. Nesse ambiente degradado, a única pessoa que parece manter a integridade é Ivy Conrad, que o ama. Passivo, chega um momento em que Kelly decide finalmente agir". 
Esta é a Sinopse de mais um programa da série HOJE É DIA DE JAZZ NO CINEMA que acabo de postar no meu canal do Youtube (Canal Carlos Tibau). Valorizam muito este filme as presenças de Ella Fitzgerald e Peggy Lee. O lançamento do filme nos Estados Unidos foi no ano de 1955. 
Espero que vocês gostem da postagem e aguardo seus comentários com críticas e sugestões.
Forte abraço.

https://youtu.be/6Alo2LrgXiA

https://www.youtube.com/watch?v=6Alo2LrgXiA&feature=youtu.be

P O D C A S T # 3 3 2

21 outubro 2016

DAVE WEISS
                                       
                        ÚNICA FOTO DA ELGAR'S CREOLE ORCHESTRA
ROXY COSS
BILLY HARPER 


PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO CLICAR NO LINK ABAIXO:

http://www75.zippyshare.com/v/YInzKF5e/file.html

RECORDANDO JELLY ROLL MORTON

20 outubro 2016

O lendário pianista, arranjador e compositor Jelly Roll Morton (cujo nome verdadeiro era Ferdinand Joseph LaMothe) nascia a 20 de outubro e foi um dos músicos mais importantes do início do jazz. De acordo com ele, foi o "inventor" do jazz, o que reivindicaram para si outros músicos também, algo que não é comprovado pelos historiadores e estudiosos este tipo de afirmação. Sua arrogância especial e auto-promoção estavam no auge de seu talento admirável. Não está claro se nascido em 1885 ou 1890, mas é certo que a sua imensa contribuição para o jazz foram composições famosas e ter dirigido vários conjuntos de destaque e também influente como pianista e da mesma forma um excelente arranjador produzindo arranjos muito bem elaborados para a época, certamente o primeiro de real valor no jazz, suas gravações com os Red Hot Peppers comprovam.
Dr. Jazz foi gravada por Jelly Roll Morton e seus Red Hot Peppers em 16 de dezembro de 1926, em uma sessão no Webster Hotel em Chicago pela Victor Talking Machine.
The Red Hot Peppers foram formados por Jelly Roll Morton líder ao piano, George Mitchell (cornet), Kid Ory (tb), Omer Simeon (cl), Johnny St. Cyr (bj), John Lindsay (bx) e Andrew Hilaire (bat).
A música (Dr. Jazz) é listada como sendo composta por Walter Melrose e King Oliver. Este disco de 78rpm, foi  amplamente distribuído na Europa na Austrália e Japão, selo Electrola.  O outro lado do disco de todos os lançamentos fonográficos era Original Jelly Roll Blues tema do próprio Morton.
No vídeo seguinte  podemos ouvir os Red Hot Peppers em Dr. Jazz uma verdadeira obra prima do início do jazz e ainda fotos  originais de Morton, de músicos do grupo e alguns selos de suas gloriosas gravações.

video


(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz de Pablo Aguirre)


AMOR SEM BARREIRAS COM O JAZZ

19 outubro 2016

West Side Story comemora 55 anos do filme, que foi lançado em 18 de outubro de 1961. O seu sucesso global foi imediato e logo ganhou um recorde de dez prêmios Oscar para um filme musical.
West Side Story (que primeiro aconteceu nos palcos da Broadway) é uma adaptação da peça de William Shakespeare, Romeu e Julieta, mudando-se para o século vinte, em Nova York, onde as famílias de Shakespeare são substituídas por grupos rivais de meninos de origem europeia e oriundos da América Latina vivendo no setor ocidental da cidade.
A música, com elementos profundos de jazz, foi composta por Leonard Bernstein e os músicos de jazz, sempre encontram  inspiração nas músicas da Broadway, e começaram a gravar suas próprias versões, com arranjos e improvisações de jazz.
Alguns dos mais famosos registros foram feitos pelo trio de Oscar Peterson,  Stan Kenton Orchestra, Andre Previn / Red Mitchell / Shelly Manne, Cal Tjader, Dave Brubeck, Buddy Rich e Maynard Ferguson, Sarah Vaughan, Bill Charlap, Marian McPartland, Bill Barron, Dave Grusin, New Century Saxophone Quartet, Dave Liebman & Gil Goldstein, entre outros.

Com a exceção de PORGY & BESS de George Gershwin, a música de West Side Story, tem sido a mais re-interpretada pelo mundo do jazz, no que se refere às músicas originadas na Broadway.












(traduzido e adaptado de Noticias de Jazz)

CRÉDITOS DO PODCAST # 331

18 outubro 2016

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÕES LOCAL e DATA
WYNTON MARSALIS
Wynton Marsalis (tp), Ellis Marsalis (pi), Charles Fambrough (bx) e Art Blakey (bat)
JODI (Wynton Marsalis)
Live "Bubba's  Jazz Restaurant", Fort Lauderdale, Florida, 11/outubro/ 1980
Wynton Marsalis (tp), Marcus Roberts (pi), Robert Hurst (bx) e Jeff "Tain" Watts (bat)
SKAIN'S DOMAIN
(Wynton Marsalis)
Live "Blues Alley", Washington, D.C.,
Wynton Marsalis (tp), Walter Blanding (ss, st), Dan Nimmer (pi), Carlos Henriquez (bx) e Ali Jackson (bat)
SCHOOL BOY (Wynton Marsalis) 
New York, 25/agosto/2007
Wynton Marsalis (tp), Wycliffe Gordon (tb), Wessell Anderson (sa), Walter Blanding, Victor Goines (st), Eric Reed (pi), Reginald Veal (bx) e Herlin Riley (bat)
IN WALKED MONK
 (Thelonious Monk) 
New York, 3/outubro/1994
Wynton Marsalis (tp), Marcus Roberts (pi), Robert Hurst (bx) e Jeff "Tain" Watts (bat)
NEW ORLEANS
(Hoagy Carmichael)    
New York, 25/setembro/1986
Wynton Marsalis e Lew Soloff (tp), Wycliffe Gordon, Britt Woodman (tb), Norris Turney (sa), Todd Williams (st), Sir Roland Hanna (pi), Reginald Veal (bx), Herlin Riley (bat) e David Berger (condução)
BOY MEETS HORN
(Duke Ellington / Rex Stewart)
Live at  McCarter Theater, Princeton University, N.J., 13/outubro/1992
Wynton Marsalis (tp), Marcus Roberts (pi), Reginald Veal (bx) e Herlin Riley (bat)
LOVER
 (Lorenz Hart / Richard Rodgers) 
New York, agosto/1990
Jazz at Lincoln Center Orchestra: Wynton Marsalis (tp,dir,cond), Sean Jones, Ryan Kisor, Marcus Printup, James Zollar (tp), Vincent Gardner, Delfeayo Marsalis (tb), Andre Hayward (tb,tu), Sherman Irby (sa,sop), Ted Nash (sa, fl), Victor Goines, Walter Blanding (st), Joe Temperley (sbar), Dan Nimmer (pi), Carlos Henriquez (bx), Herlin Riley (bat), Ali Jackson, Ricky Gordon, Okoe Nunoo, Otey Thompson (perc)
The Sanctified Blues From Congo Square
(Wynton Marsalis)
Live "Rose Theater", Frederick P. Rose Hall, New York, 7/maio/2006
Wynton Marsalis (tp), Ellis Marsalis (pi), Reginald Veal (bx) e Herlin Riley (bat)
THE VERY THOUGHT OF YOU
 (Ray Noble) 
New York, c. 1990
I GOTTA RIGHT TO SING THE BLUES
(Harold Arlen / Ted Koehler)
Wynton Marsalis (tp), Eric Reed (pi), Benjamin Wolfe (bx) e Herlin Riley (bat)
JOE COOL'S BLUES 
(Wynton Marsalis)
New Orleans, 14/junho/1994

O CONCERTO DO SÉCULO - GILLESPIE UM TRIBUTO A PARKER

17 outubro 2016


Em 11 de novembro a Justin Time Essentials Collection vai lançar o lendário concerto de 1980 em Montreal por Dizzy Gillespie versão sexteto ampliada e melhorada tecnicamente. O álbum é intitulado - "Concert of the Century – A Tribute to Charlie Parker".
Além de Gillespie, o sexteto naquela ocasião memorável contava com o saxofonista e flautista James Moody, vibrafonista Milt Jackson, pianista Hank Jones, o baixista Ray Brown e o baterista Philly Joe Jones, verdadeiros gigantes do puro jazz .
Logo após a conclusão do concerto em 1980, um "LP", foi publicado em uma edição limitada que muitos colecionadores descobriram que é quase impossível adquirir. 
Agora as gravações originais foram aumentadas digitalmente e foram acrescentados várias temas que não vinham no "LP" original. Em novembro, estará disponível em CD e "Long Plays" vinil e na versão digital em alta definição.
Na visão dos críticos este show em Montreal, Canadá, capturou o calor dos amigos músicos, a espontaneidade, a criatividade e a estreita relação entre eles em tempo de constante entusiasmo e vigor criativo, provavelmente porque eles estavam cientes de que era uma homenagem ao grande Charlie Parker. Curiosamente, mais de três décadas antes, o famoso concerto no Massey Hall em Toronto, gravado pelo quinteto com Parker e Gillespie mais Bud Powell, Charles Mingus e Max Roach em 1953, também foi realizado em solo canadense.


(traduzido e adaptado de Noticias de Jazz)

P O D C A S T # 3 3 1

14 outubro 2016













WYNTON MARSALIS


PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO CLICAR NO LINK ABAIXO:

http://www74.zippyshare.com/v/ChfJxWjc/file.html

DOCUMENTÁRIOS DE MESTRES DO JAZZ em 5 DVDs

12 outubro 2016

A Maxos EUA e  a EUROART têm para venda uma coleção de cinco DVDs com documentários sobre alguns dos gigantes do jazz e parte da história deste gênero musical. A coleção é chamada de "Masters of American Music" e inclui grandes músicos como Charlie Parker, Thelonious Monk, Billie Holiday, Sarah Vaughan e um documentário chamado "The Story of Jazz."
A série foi preparada com mais de 800 entrevistas e material de arquivo de filmes onde dezenas de grandes mestres do jazz de diferentes períodos, particularmente no DVD sobre a história do jazz, aparecem.

O primeiro DVD, "Lady Day" é dedicado a Billie Holiday, mas sua seleção de filmes, além de entrevistas, tocam muitos dos grandes músicos da época.
O segundo DVD é chamado de “Celebrating Bird: The Triumph Of Charlie Parker", e nele há também um monte de outros músicos contemporâneos, incluindo Dizzy Gillespie, é claro.
O DVD 3 "Sarah Vaughan, The Divine One", mostra o desenvolvimento da carreira da famosa vocalista de jazz, desde o seu início até o decorrer de sua maravilhosa carreira que a levou a sucessos em todo o mundo.
O quarto DVD é "Thelonious Monk --American Composer", com uma biografia completa do pianista e compositor de muitos standards de jazz.
O mais recente DVD é "The Story Of Jazz", um documentário com alguns de outros gigantes que contribuíram com o seu imenso talento como John Coltrane, Miles Davis, Count Basie, e muito outros.
A caixa com esta colecção de vídeos custa cerca de US$ 39. Os três primeiros DVDs tinham sido publicado antes, individualmente.



(traduzido e adaptado de Noticias de Jazz)

CRÉDITOS DO PODCAST # 330

11 outubro 2016

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÃO
LOCAL /DATA
MCCOY TYNER
McCoy Tyner (pi, ldr), Charnett Moffett (bx), Eric Kamau Gravatt (bat) e Bobby Hutcherson (vib).
SERAR DOMAR (McCoy Tyner)
360 INTERNATIONALE JAZZWOCHE BURGHAUSEN, ALEMANHA / 2005
STEPPIN’ (McCoy Tyner)
ALL WE KNOW
 (J. Fred Coots / Sam M. Lewis)
MY FOOLISH HEART
(Ned Washington / Victor Young)
ANGELINA (McCoy Tyner)
ST. LOUIS BLUES (W.C. Handy)
MOMENT’S NOTICE (John Coltrane
AFRICAN VILLAGE (McCoy Tyner)

BEBO E CHUCHO VALDÉS

09 outubro 2016

Dia 9 de outubro coincidem os aniversários de Bebo Valdés e Chucho Valdés, dois pianistas cubanos, famosos, pai e filho.

Em várias ocasiões, Chucho Valdes disse em entrevistas que a sua principal influência no início de sua carreira foi seu pai. Mas Bebo deixara Cuba depois da revolução e que não voltaram a se falar por muitos anos. Há um vídeo em que se encontram após esse período de separação e a música recolocada através de improvisações e memórias musicais. Desde aquela época, voltaram a tocar juntos e reconciliados. Este vídeo é um registro de 2008 no Jazz Voyeur Festival, de Palma de Mallorca (Maiorca), infelizmente Bebo Valdés morreu nesse ano.
Chucho Valdés, pianista, arranjador, compositor e educador, é considerado um dos grandes pianistas de jazz cubano. Ele ganhou quatro prêmios Grammy e em 2006 foi nomeado Embaixador da Boa Vontade da FAO. Seu último álbum, Border-Free, também foi nomeado para um Grammy. Chucho participa todos os anos em festivais e concertos em diferentes partes do mundo (atualmente com os seus Anjos Afro-cubanos) e é o organizador do Festival de Jazz de Havana. Seu filho Chuchito também é pianista de jazz, assim estendendo o talento por três gerações.
Jazz Voyeur Festival - a primeira edição teve lugar em 2004 e, desde então, este festival traz à Mallorca a nata da cena internacional do jazz, que também oferece atividades paralelas como performances nas ruas do centro de Palma.
Veja este magistral encontro clicando no video abaixo:



(traduzido e adaptado de Noticias de Jazz)

P O D C A S T # 3 3 0

07 outubro 2016

MCCOY TYNER 
CHARNETT MOFFETT 
BOBBY HUTCHERSON 

ERIC KAMAU GRAVATT 




PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO CLICAR NO LINK ABAIXO:

http://www63.zippyshare.com/v/QZmRiHJC/file.html

GRAVAÇÕES HISTÓRICAS DE HOWARD MCGHEE

05 outubro 2016











Howard McGhee (6/03/1918 – 17/07/1987) foi um dos primeiros trompetistas admirados por Miles Davis ao final dos anos 40, mas podemos dizer que ao longo do tempo tem sido esquecido por muitos.
Hoje lembramos que o rótulo Uptown lançou uma versão em CD com gravações feitas por McGhee entre 1945 e 47, quando o trompetista estava tocando bebop na costa leste dos EUA.
Em 1947, ele ganhou o primeiro lugar na eleição dos críticos da revista Down Beat. Ele tocou com muitos dos grandes nomes da época, incluindo Charlie Parker, Lionel Hampton, Count Basie e Charlie Barnet e gravou 12 álbuns como líder.
Howard McGhee foi um dos pioneiros do movimento bebop em Nova Iorque. Em 1945, mudou-se para Los Angeles, atuando no Central Avenue e no Hollywood Boulevard, dois dos locais onde foram feitas as gravações contidas neste álbum. Entre os músicos que participam são destacados: Hampton Hawes, Teddy Edwards e Sonny Chris, figuras importantes daqueles dias.
McGhee foi um dos grandes do bebop, não tão virtuoso como Dizzy Gillespie (ninguém era naqueles anos), mas tinha uma técnica próxima a de Fats Navarro e mais enfático do que o estilo do jovem Miles Davis. Ele podia improvisar com facilidade nos registros mais altos do trompete e superar os acordes complexos das novas harmonias do estilo bebop e mais tarde no hardbop.
Os temas incluídos no CD são: Intro/Night Mist; A Night in Tunisia; Rockin' Chair; Dark Eyes; Don't Blame Me; Howard's Blues; Killin' Jive (Nagasaki); The Man I Love; Mop Mop; Intersection; Stardust; Lifestream; Night Mist; Hoggin; Sweet Potato; Blues a la King; Ornithology; Body and Soul; The Man I love. O pessoal inclui: Teddy Edwards (st, cl); J.D.King (st); Sonny Criss (sa); Biddle Vernon, Hampton Hawes (pi); Bob Kesterson, Addison Farmer (bx), Roy Porter (bat).
O CD vem com um livreto cheio de informações e imagens em preto e branco. Seu som foi restaurado e consideravelmente melhorado pelo engenheiro Andreas Meyer.

(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz)

CRÉDITOS DO PODCAST # 329

04 outubro 2016

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS e AUTORES
GRAVAÇÕES
LOCAL / DATA
DAVE BRUBECK
Paul Desmond (sa), Dave Brubeck (pi), Ron Crotty (bx) e Lloyd Davis (bat)
PERDIDO

(Juan Tizol / Ervin Drake / H.J. Lengsfelder)
Live "Oberlin College", Oberlin, Ohio, 2/março/1953
ELLA FITZGERALD
Ella Fitzgerald (vcl), Lou Levy (pi), Herb Ellis (gt), Wilfred Middlebrooks (bx) e Gus Johnson (bat)
Live "Crescendo Club", Hollywood, CA, 11/maio/1961
DUKE ELLINGTON
Cat Anderson, Cootie Williams, Herbie Jones, Mercer Ellington (tp), Lawrence Brown, Chuck Connors, Buster Cooper (tb), Russell Procope, Johnny Hodges (sa), Jimmy Hamilton, Paul Gonsalves (st), Harry Carney (sbar), Duke Ellington (pi), John Lamb (bx) e Sam Woodyard (bat)
Telecast, TBS studios, Tokyo, Japão, 16/maio/1966
LENNIE NIEHAUS
Stu Williamson (tp), Bob Enevoldsen (v-tb), Lennie Niehaus (sa, ldr), Bill Holman (st), Jimmy Giuffre (sbar), Pete Jolly (pi), Monty Budwig (bx) e Shelly Manne (bat)
BLUE ROOM
(Lorenz Hart / Richard Rodgers) 
Hollywood, CA, 11/janeiro/1955
BOB JAMES
Bob James (pi), Ron Brooks (bx) e Robert Pozar (bat)
THE NIGHT WE CALLED IT A DAY
(Tom Adair / Matt Dennis)
Chicago, 13/agosto/ 1962
THE BUDAPEST JAZZ ORCHESTRA
Csaba Puskas, Janos Hamori, Ferenc Magyar, Szabolcs Ducsai (tp,flh), Ferenc Schreck, Attila Almasi, Gabor Skerlecz (tb), Daniel Viktor Nagy, Miklos Csathy (b-tb), Akos Csejtey, Gabor Kollmann (sa), Istvan Elek, Zoltan Zana, Arpad Dennert (st), Gyorgy Varga (sbar), Attila Juhasz (pi) Sandor Sarkany (bx), Tamas Berdisz (bat), Kornel Mogyoro (perc) e Janos Hamori (arranjo)
LET'S HAVE A CHET
 (Janos Hamori)
Hungarian Radio, Budapest, 2007
BUD SHANK
Bill Perkins (st), Bud Shank (sa), Russ Freeman (pi), Carson Smith (bx) e Shelly Manne (bat)
BROTHER, CAN YOU SPARE A DIME
(Jay Gorney / E.Y. "Yip" Harburg)
Music Box Theatre, Los Angeles, 19/fevereiro/1956
JOHN FEDCHOCK
Craig Johnson, Scott Wendholt, Barry Ries (tp,flh), John Fedchock (tb,arr), Keith O'Quinn, Clark Gayton (tb), George Flynn (b-tb), Rich Perry, Walt Weiskopf (st), Mark Vinci, Charles Pillow (sa), Gary Smulyan (sbar), Allen Farnham (pi), Dick Sarpola (bx), Dave Ratajczak (bat) e Bobby Sanabria (perc)
OJOS DE ROJO
(Cedar Walton)
New York, 2/junho/2014
MILT HILTON
Tony Scott (cl, b-cl), Dick Katz (pi), Milt Hinton (bx) e Osie Johnson (bat)
KATZ MEOW (Dick Katz)
New York, 20/ janeiro/1955
ILLINOIS JACQUET
Illinois Jacquet (st), Ralph Smith (org), Kenny Burrell, Wally Richardson (gt), Ben Tucker (bx), Ray Lucas (bat) e Willie Rodriguez (perc)
WILD MAN
(Duke Ellington)
New York, 8/maio/1963
EDDIE CONDON 
Wild Bill Davison (cnt), Dick Cary (tp), Cutty Cutshall e Lou McGarity (tb), Edmond Hall (cl), Gene Schroeder (pi), Eddie Condon (gt / ldr), Walter Page (bx) e George Wettling (bat)
OLE MISS (W.C. Handy)
New York, 24/novembro/1953