Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

RECORDANDO JELLY ROLL MORTON

20 outubro 2016

O lendário pianista, arranjador e compositor Jelly Roll Morton (cujo nome verdadeiro era Ferdinand Joseph LaMothe) nascia a 20 de outubro e foi um dos músicos mais importantes do início do jazz. De acordo com ele, foi o "inventor" do jazz, o que reivindicaram para si outros músicos também, algo que não é comprovado pelos historiadores e estudiosos este tipo de afirmação. Sua arrogância especial e auto-promoção estavam no auge de seu talento admirável. Não está claro se nascido em 1885 ou 1890, mas é certo que a sua imensa contribuição para o jazz foram composições famosas e ter dirigido vários conjuntos de destaque e também influente como pianista e da mesma forma um excelente arranjador produzindo arranjos muito bem elaborados para a época, certamente o primeiro de real valor no jazz, suas gravações com os Red Hot Peppers comprovam.
Dr. Jazz foi gravada por Jelly Roll Morton e seus Red Hot Peppers em 16 de dezembro de 1926, em uma sessão no Webster Hotel em Chicago pela Victor Talking Machine.
The Red Hot Peppers foram formados por Jelly Roll Morton líder ao piano, George Mitchell (cornet), Kid Ory (tb), Omer Simeon (cl), Johnny St. Cyr (bj), John Lindsay (bx) e Andrew Hilaire (bat).
A música (Dr. Jazz) é listada como sendo composta por Walter Melrose e King Oliver. Este disco de 78rpm, foi  amplamente distribuído na Europa na Austrália e Japão, selo Electrola.  O outro lado do disco de todos os lançamentos fonográficos era Original Jelly Roll Blues tema do próprio Morton.
No vídeo seguinte  podemos ouvir os Red Hot Peppers em Dr. Jazz uma verdadeira obra prima do início do jazz e ainda fotos  originais de Morton, de músicos do grupo e alguns selos de suas gloriosas gravações.

video


(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz de Pablo Aguirre)


2 comentários:

pedrocardoso@grupolet.com disse...

Estimado MÁRIO JORGE:

Sem dúvida e mesmo com toda a "vaidade" foi um dos grandes.
Foi muito bem retratado no longa metragem "O Pianista do Mar", em que trava um duelo "quente" com o protagonista.
As gravações de Jelly Roll mostram-nos o mais puro JAZZ.
Na mesma data de nascimento de Jelly Roll (ele de 20/10/1890), nasceram Adelaide Hall (1904), Mal Hallett (1906) e Eddie Harris (1934).

PEDRO CARDOSO

Carlos Tibau disse...

Amigo Major
Ótima postagem. Apesar da empáfia o Jelly foi um grande ícone da história do Jazz.
Obrigado
Forte abraço