Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).


BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

HANNA lança álbum duplo em homenagem a João Gilberto

20 junho 2019

Quatro anos depois de lançar o álbum "O amor é Bossa Bova – Homenagem a João Gilberto", na época, inclusive, com indicações ao Grammy Latino e ao Prêmio da Música Brasileira, a cantora HANNA volta, neste momento, a se debruçar sobre a obra deste patrono da música brasileira, agora imbuída de uma releitura mais abrangente, com maior pompa e apostando alto. O segundo volume de “O amor é Bossa Bova – Homenagem a João Gilberto”, um CD duplo, reúne 23 canções que se consagraram na voz do pai da Bossa-Nova e que se tornaram obrigatórias em setlists jazzísticos mundo afora. O resgate magistralmente concebido e realizado pela cantora – que por si só já desponta como um dos grandes lançamentos contemporâneos do gênero – traz ainda duas cartas na manga: as canções “Ho ba la la” e “Bim Bom”, duas autorais, do primeiro compacto de João Gilberto (“Chega de Saudade”, de 1957), foram autorizadas pelo próprio, quando já atravessava sérios imbrólios pessoais e financeiros.

Sem dar entrevistas nem realizar shows há anos, as autorizações de João Gilberto para essas músicas são verdadeiros trunfos que parecem retribuir o carinho e a admiração da cantora pelo compositor.
O disco duplo “O amor é Bossa Bova – Homenagem a João Gilberto – volume 2” reúne também outras músicas que João Gilberto gravou e levou para o mundo e se tornaram standards internacionais: “Aquarela do Brasil”, “Corcovado”, “Águas de Março”, “Caminhos cruzados”, “Avarandado”, “A cor do Pecado”, “Desde que o Samba é samba”, “É preciso perdoar”, “Eu quero um samba”, “Eu sei que vou te amar”, “Eu vim da Bahia”, “Falsa baiana”, “Fotografia”, “Insensatez”, “Lígia”, “Pra quê discutir com a madame”, “O samba da minha terra”, “Retrato em Branco e Preto”, “Você e eu”, “Triste”, “Tin Ton por Tin Tin”.

Com uma carreira internacional digna de elogios e reconhecimentos notáveis, em março deste ano Hanna ganhou o título de Embaixadora do Turismo do Rio de Janeiro e coloca neste novo álbum sua doce interpretação e requinte, seu toque sensual e o aveludado de sua voz, que passeia com brilhantismo a cada canção, repaginando, com seu estilo único, a influência inconfundível de João Gilberto.

Divulgação e assessoria de imprensa por Cezanne Comunicação.

RECORDANDO HORACE SILVER

18 junho 2019


Exatamente há cinco anos atrás, nós relatamos neste blog sobre a morte de um dos grandes nomes do jazz. Horace Silver, nome artístico de Horace Ward Martin Tavares Silva, foi pianista e compositor de jazz norte-americano. Era filho de João Tavares Silva, de Cabo Verde, e Gertrude, uma norte-americana. Destacou-se nos estilos hard bop e soul jazz. um dos pilares desses estilos e adepto de ritmos exóticos, morreu aos 85 anos de idade, de causas naturais, em sua casa em New Rochelle.
O autor de "Song For My Father" (entre muitas outras composições famosas) participou do movimento de renovação intensa dos anos 50 atuando com os Jazz Messengers, com seus próprios conjuntos e luminares como Coleman Hawkins, Miles Davis, Oscar Pettiford, Milt Jackson, Hank Mobley, Terry Clark, Gigi Gryce, Al Cohn, Nat Adderley, Lester Young, entre uma longa lista de outros.
Foi professor e mentor de Bennie Maupin, Junior Cook, Hank Mobley, Blue Mitchell e Louis Hayes, entre outros. E por seus conjuntos passaram mestres, tais como Joe Henderson, Charles Tolliver, Donald Byrd, Benny Golson, Art Farmer, Blue Mitchell, Stanley Turrentine, Woody Shaw, Dave Douglas, Dee Dee Bridgewater e os irmãos Brecker.
Horace Silver e os Jazz Messengers é um álbum de estúdio de 1956 do pianista com o baterista Art Blakey. Foi um álbum importante no estabelecimento do estilo hard bop, um clássico, e foi o primeiro álbum de estúdio lançado sob o nome da banda ─ The Jazz Messengers que Blakey usaria para o resto de sua carreira. Originalmente lançado como LP, o álbum foi posteriormente reeditado em CD várias vezes.
Sua grande discografia consiste em 36 álbuns de estúdio, 3 álbuns ao vivo e 7 compilações.
Silver foi inicialmente um sideman, primeiro gravando em 1950, depois um líder de (combos) grupos principalmente pequenos. Depois de deixar os Messengers em 1956, Silver liderou um ótimos grupos nos anos 60 em diante. A grande maioria das gravações de Silver como líder foi para o selo Blue Note, embora mais tarde ele também gravou para a Columbia.




(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz)


CRÉDITOS DO PODCAST # 470

16 junho 2019

ÁLBUM  /  SELO
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÃO LOCAL e DATA
J.J. JOHNSON SEXTET / Blue Note
Clifford Brown (tp) J.J. Johnson (tb) Jimmy Heath (sbar), John Lewis (pi), Percy Heath (bx) e Kenny Clarke (bat)
TURNPIKE (J.J. Johnson)
New York, 22/junho/1953
EVERYBODY DIGS BILL EVANS / Milestone
Bill Evans (pi), Sam Jones (bx) e Philly Joe Jones (bat)
TENDERLY
(Walter Gross / Jack Lawrence)
New York, 15/dezembro/1958
WE THREE / New Jazz
Phineas Newborn, Jr. (pi), Paul Chambers (bx) e Roy Haynes (bat)
REFLECTION (Ray Bryant)
Hackensack, N.J., 14/novembro/1958
CANNONBALL ADDERLEY QUINTET / Savoy
Nat Adderley (cnt), Cannonball Adderley (sa), Hank Jones (pi), Paul Chambers (bx) e Kenny Clarke (bat)
A LITTLE TASTE
(Cannonball Adderley)
Hackensack, N.J., 14/julho/1955
ATOMIC BASIE / Roulette
Thad Jones, Joe Newman, Snooky Young, Wendell Culley (tp), Henry Coker, Al Grey, Benny Powell (tb). Marshal Royal, Frank Wess (sa), Frank Foster, Eddie "Lockjaw" Davis (st), Charlie Fowlkes (sbar), Count Basie (pi), Freddie Green (gt), Eddie Jones (bx) Sonny Payne (bat) e Neal Hefti (arranjo)
WHIRLY-BIRD
(Neal Hefti)
New York, 21/outubro/1957
ELLINGTON AT NEWPORT
 / Columbia - Legacy
John Willie Cook, Clark Terry William Johnson, Ray Nance (tp), Russell Procope, Johnny Hodges (sa), James Hamilton, Paul Gonsalves, Quentin Jackson, John Sanders, Britt Woodman (tb), Harry Carney (sbar), Duke Ellington (pi), James Woode (bx) e Sam Woodyard (bat)
JEEP’S BLUES
(Duke Ellington / Johnny Hodges)
Jazz Festival, Newport, R.I., 7/julho/1956
BUDDY POWELL /
Clef Records
Bud Powell (pi), Ray Brown (bx) e Buddy Rich (bat)
TEA FOR TWO
(Irving Caesar / Vincent Youmans)
New York, 1/julho/1950
BILLIE HOLIDAY WITH TONY SCOTT AND HIS ORCHESTRA / Verve
Billie Holiday (vcl), Charlie Shavers (tp), Tony Scott (cl,arranjo), Paul Quinichette (st), Wynton Kelly (pi), Kenny Burrell (gt), Aaron Bell (bx), Lennie McBrowne (bat)
I MUST HAVE THAT MAN
 (Dorothy Fields / Jimmy McHugh)
Fine Sound Studios, New York, 7/junho/1956
BLUE TRAIN
 / Blue Note
Lee Morgan (tp), Curtis Fuller (tb), John Coltrane (st), Kenny Drew (pi), Paul Chambers (bx) e Philly Joe Jones (bat)
I'M OLD FASHIONED
(Jerome Kern / Johnny Mercer)
Hackensack, NJ, 15/setembro/1957
CLIFFORD BROWN - MAX ROACH QUINTET / EmArcy
Clifford Brown (tp), Harold Land (st), Richie Powell (pi,arranjo), George Morrow (bx) e Max Roach (bat)
JOY SPRING 
(Clifford Brown)
Los Angeles, 2/agosto/1954
POLL WINNERS / Contemporary
Barney Kessel (gt), Ray Brown (bx) e Shelly Manne (bat)
SOFT WINDS
(Benny Goodman / Fletcher Henderson) 
Los Angeles, 2/novembro/1959
SIDNEY BECHET & HIS BLUE NOTE JAZZMEN / Blue Note
Jonah Jones (tp), Jimmy Archey (tb), Sidney Bechet (ssop), Buddy Weed (pi), Walter Page (bx) e Johnny Blowers (bat)
SWEET GEORGIA BROWN
 (Ben Bernie / Kenneth Casey / Maceo Pinkard)
New York, 25/Agosto/1953
JAZZ MESSAGE No. 2 / Savoy
DONALD BYRD (tp), Hank Mobley (st), Barry Harris (pi), Doug Watkins (bx) e Kenny Clarke (bat)
B for BB (Hank Mobley)
Hackensack, N.J., 23/julho/1956
AT MR. KELLY'S: SARAH VAUGHAN acc BY HER TRIO / Mercury
Sarah Vaughan (vcl), Jimmy Jones (pi), Richard Davis (bx) e Roy Haynes (bat)
HOW HIGH THE MOON
(Nancy Hamilton / Morgan Lewis)
Live at "Mister Kelly's", Chicago, IL, 6/Agosto/1957
DIZ AND GETZ : DIZZY GILLESPIE / STAN GETZ SEXTET / Norgran Records
Dizzy Gillespie (tp), Stan Getz (st), Oscar Peterson (pi), Herb Ellis (gt), Ray Brown (bx) e Max Roach (bat)
EXACTLY LIKE YOU
(Dorothy Fields / Jimmy McHugh)
Los Angeles, 9/dezembro/1953
GERRY MULLIGAN QUARTET / Pacific Jazz
Chet Baker (tp), Gerry Mulligan (sbar), Carson Smith (bx) e Larry Bunker (bat)
FIVE BROTHERS
(Gerry Mulligan) 
Live at "The Haig", Los Angeles, 20/maio/1953
STAN GETZ / OSCAR PETERSON TRIO / Verve
Stan Getz (st), Oscar Peterson (pi), Herb Ellis (gt) e Ray Brown (bx)
TOUR'S END (Stan Getz)
Los Angeles, CA, 10/outubro/1957
ART PEPPER MEETS THE RHYTHM SECTION / Contemporary
Art Pepper (sa), Red Garland (pi), Paul Chambers (bx) e Philly Joe Jones (bat)
YOU'D BE SO NICE TO COME HOME TO
(Cole Porter)
Los Angeles, 19/janeiro/1957
LIVE IN SCHEVENINGEN 1958 : ART BLAKEY AND THE JAZZ MESSENGERS / Fondamenta
Lee Morgan (tp), Benny Golson (st), Bobby Timmons (pi), Jymie Merritt (bx) e Art Blakey (bat)
MOANIN (Bobby Timmons) 
Live at "The Kurhaus", Scheveningen, Holanda, november 19, 1958

P O D C A S T # 4 7 0

14 junho 2019




JAZZ NOS ANOS 50




PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR


UMA SENHORA BANDA

12 junho 2019

Oi turma.
Se existiu uma banda que muito me impressionou foi a do Woody Herman. Certamente está colocada entre as minhas 10 bandas preferidas. Os solistas e os arranjadores se encaixavam como uma luva nas execuções dos temas. Todos os álbuns da banda do Woody que eu ouvi foram perfeitos. Tudo bem azeitado e harmoniosamente funcionando. Me empolgava muito os grandes solistas que se juntaram na banda. Todos de primeira qualidade. O tema que eu selecionei para ilustrar este meu post foi "Lazy Bird" de John Coltrane e está incluido no album do Woody intitulado "Thundering Herd" de 1974.
Espero que vocês gostem.
Forte abraço.

A formação da banda é a seguinte:
Baritone Saxophone – Jan Konopasek
Bass Trombone – Harrold Garrett
Congas – Richard Dollarhide (tracks: 6, 8)
Drums – Ron Davis
Electric Bass – Chip Jackson
Electric Piano – Andy Laverne
Flugelhorn – Bill Stapleton, Buddy Powers, Tony Klatka
Flugelhorn [Lead] – Dave Stahl
Flute, Tenor Saxophone – Gary Anderson
Percussion – John Rae
Piccolo Flute, Flute, Tenor Saxophone – Greg Herbert
Producer, Soprano Saxophone, Alto Saxophone – Woody Herman
Tenor Saxophone, Flute, Bassoon, Clarinet, Soprano Saxophone – Frank Tiberi
Trombone – Steve Kohlbacher
Trombone [Lead] – Jim Pugh
Trumpet – Bill Byrne 





COLEÇÃO DE JOHN COLTRANE: "OS ANOS ATLANTIC"

11 junho 2019





Lembramos aos fãs de Coltrane que a gravadora "Rhino" colocou  no mercado “JOHN COLTRANE: THE ATLANTIC YEARS - IN MONO", uma coleção de seis novos LPs, ou CDs, com gravações feitas por Coltrane no período que gravou para o rótulo "Atlantic". (1959–1961)
 Pode ser adquirido em formato vinil ou em CDs e foi tecnicamente remasterizado para melhorar a qualidade do som. Todas as gravações são monofônicas.
A coleção inclui Giant Steps (1960), Bags & Trane (1961) com Milt Jackson, Olé Coltrane (1962), Coltrane Plays the Blues (1962) e The Avant-Garde (1966) com Don Cherry, e manteve as imagens artísticas. dos discos originais.
Também traz um livro de 32 páginas com fotografias, artigos, comentários e informações históricas sobre as gravações.
Os seguintes são os títulos de cada álbum:

DISCO 1: GIANT STEPS
1. “Giant Steps”
2. “Cousin Mary”
3. “Countdown”
4. “Spiral”
5. “Syeeda’s Song Flute”
6. “Naima”
7. “Mr P.C.”
DISCO 2: BAGS & TRANE (with Milt Jackson)
1. “Bags & Trane”
2. “Three Little Words”
3. “The Night We Called It a Day”
4. “Be-Bop”
5. “The Late Late Blues”
DISCO 3: OLÉ COLTRANE
1. “Olé”
2. “Dahomey Dance”
3. “Aisha”
DISCO 4: COLTRANE PLAYS THE BLUES
1. “Blues to Elvin”
2. “Blues to Bechet”
3. “Blues to You”
4. “Mr. Day”
5. “Mr. Syms”
6. “Mr. Knight”
DISCO 5: THE AVANT-GARDE (with Don Cherry)
1. “Cherryco”
2. “Focus on Sanity”
3. “The Blessing”
4. “The Invisible”
5. “Bemsha Swing”
DISCO 6: THE COLTRANE LEGACY
1. “26-2”
2. “Original Untitled Ballad”
3. “Untitled Ballad”
4. “Centerpiece”
5. “Stairway to the Stars”
6. “Blues Legacy”

(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz)


CRÉDITOS DO PODCAST # 469

09 junho 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÃO
LOCAL /DATA
HAROLD MABERN
&
ERIC ALEXANDER
Harold Mabern (pi), Eric Alexander (st), John Webber (bx) e Joe Farnsworth (bat)
A FEW MILES FROM MEMPHIS
(Harold Mabern)
Live at "Smoke", New York, 7/janeiro/2018
I GET A KICK OUT OF YOU (Cole Porter)
I KNOW THAT YOU KNOW
(Vincent Youmans / Anne Caldwell)
I REMEMBER CLIFFORD (Benny Golson)
T-BONE STEAK (Jimmy Smith)
ALMOST LIKE BEING IN LOVE
(Alan Jay Lerner / Frederick Loewe)
DEAR LORD (John Coltrane)
YOU ARE TOO BEAUTIFUL
(Lorenz Hart / Richard Rodgers)
SHE'S OUT OF MY LIFE (Tom Bahler)
HOW INSENSITIVE
(Antônio Carlos Jobim / Vinícius de Moraes)
Mr. P.C. (John Coltrane) 
ON A CLEAR DAY YOU CAN SEE FOREVER
(Burton Lane / Alan Jay Lerner)
RAKIN' AND SCRAPIN' (Harold Mabern)

P O D C A S T # 4 6 9 - JAZZ IN CONCERT

07 junho 2019

ERIC ALEXANDER & HAROLD MABERN




PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR


NOVA PRODUÇÃO DO CJUB - JAZZ AFRO CARIBENHO COM O HENRIQUE BAND ENSEMBLE

04 junho 2019

M A N O U C H E
E
CJUB – JAZZ & BOSSA

apresentam

AFRO CARIBBEAN JAZZ – HENRIQUE BAND ENSEMBLE

A irresitível fusão do sofisticado Jazz com a energia e ritmos do Caribe (salsa, mambo, chachachá, rumba, bolero), sucesso absoluto em todo mundo – porém rara de ver em solo carioca –, fará ferver o Manouche, no próximo dia 15 de junho, sábado ! Venha ouvir Oye Como Vá e o melhor do Latin Jazz, numa produção com o selo de qualidade CJUB – Jazz & Bossa (www.cjub.com.br), apresentando, em primeira mão, a estelar HENRIQUE BAND ENSEMBLE, toda formada por expoentes da música instrumental brasileira, especialmente convocados para esta apresentação única e imperdível !


Henrique Band, direção, arranjos, saxofones barítono e soprano;
Rafael Rocha, trombone;
Jessé Sadoc, trompete;
Marcos Nimrichter, piano;
Jefferson Lescowich, contrabaixo;
Andre Fróes, bateria;
César Brunet, percussão.

Compre seu ingresso com antecedência, e deixe-se contagiar pela mágica mistura musical que seduziu e ajudou a consagrar lendas como Dizzy Gillespie, Machito, Arturo Sandoval, Paquito D´Rivera, Chucho Valdéz, Tito Puente e Michel Camilo, entre outros.
Local: Manouche (subsolo da Casa Camolese)
Rua Jardim Botânico 983 (dentro do Jockey Club)
Horário: 21 h.
Ingressos: https://www.eventim.com.br
ou na bilheteria da casa, em noites de espetáculo (terça a sábado, a partir das 19:30)
Valor: R$ 120,00 (inteira); R$ 80,00 (meia solidária); R$ 60,00 (meia-entrada);

Mais informações:
http://manouche.casacamolese.com.br
www.cjub.com.br
Instagram:
clubemanouche
@CJUB – Jazz & Bossa
Facebook:
Manouche
CJUB – Jazz & Bossa

CRÉDITOS DO PODCAST # 468

02 junho 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÃO LOCAL e DATA
FRANK WESS 
Benny Powell, Henry Coker (tb), Frank Wess (st), Frank Foster (st), Kenny Burrell (gt), Eddie Jones (bx) e Kenny Clarke (bat)

EXCURSION (Frank Foster)
New York, 7/março/1956
PAT BIANCHI
Brad Allen Williams (gt), Pat Bianchi (org), Tyshawn Sorey (bat)
STEPPIN' OUT (Joe Jackson)
Brooklyn, NY, 28/março/2013
JANE MONHEIT
Kenny Barron (pi), Christian McBride (bx), Gregory Hutchinson (bat) e William S. Fischer (direção)
HIT THE ROAD TO DREAMLAND
 (Harold Arlen / Johnny Mercer)
New York, 28/fevereiro/2001
MUGGSY SPANIER
Muggsy Spanier (cnt), George Brunies (tb, speech), Rod Cless (cl), Ray McKinstry (st), George Zack (pi), Bob Casey (gt), Pat Pattison (bx) e Marty Greenberg (bat)
BIG BUTTER AND EGG MAN
(Louis Armstrong / Percy Venable)
Chicago, 7/julho/1939
STEPHEN SCOTT
Stephen Scott (pi) Michael Bowie (bx) e Karriem Riggins (bat)
MAIDEN VOYAGE
(Herbie Hancock)
New York, 2/agosto/1994
SERGIO MENDES & BOSSA RIO
Edson Maciel, Raulzinho (tb), Hector Costita (st), Sergio Mendes (pi), Sebastiao Neto (bx), Edison Machado (bat) e Antonio Carlos Jobim (arranjo)
ELA É CARIOCA
(Vinícius de Moraes / Antônio Carlos Jobim)
Rio de Janeiro, 1963
HARRY JAMES
Harry James (tp,arranjo), Skip Stein, Jack Poster, Al Patacca, Gino Bozzacco (tp), Ray Sims, Bill Paynter (tb), Dave Mayten (b-tb), Joe Riggs, Don Mohr (cl,sa), Corky Corcoran, Jack Watson (st), Jack O'Keefe (sbar), Jack Perciful (pi), Chuck Lawson (bx), Les DeMerle (bat) e  Helen Forrest (vcl)
I'VE HEARD THAT SONG BEFORE
 (Sammy Cahn / Jule Styne)
Hollywood, CA, 2/junho/1969
JACKIE MCLEAN
Donald Byrd (tp), Jackie Mclean (sa), Sonny Clark (pi), Paul Chambers (bx) e Philly Joe Jones (bat)
FIDEL [Couldn't it be you]
(Jackie McLean)
Hackensack, N.J., 18/janeiro/1959
BB KING
James Bolden, Ruth Brown, Ben Cauley (tp), Lee Allen (st), Nancy Wright (sa), Walter King (sbar), Mike Eppley (keyboards), Joe Louis Walker (gt), Kim Wilson (hca), Richard Cousins (bx), Antoine Saller (bat),        Katie Wbster (vcl) e BB King (gt, vcl, ldr)
SINCE I MET YOU BABY
(Ivory Joe Hunter)
Hollywood, CA, março/1993
TRADITIONAL JAZZ BAND
Austin Roberts (tp), Eduardo Bugni (gt), Marcos Mônaco (cl), William Anderson (tb), Edo Callia (pi, arranjo), Carlos Chain (bx) e Alcides Lima – o Cidão (bat)
PERDIDO STREET STOMP
(Sidney Bechet)
São Paulo, 2009
GERRY MULLIGAN
Jon Eardley (tp), Bob Brookmeyer (v-tb), Zoot Sims (st) Gerry Mulligan (sbar), Peck Morrison (bx) e Dave Bailey (bat)
DEMANTON (Jon Eardley)
New York, 21/setembro/1955
ART MARDIGAN
Don Joseph (tp), Milt Gold (tb), Al Cohn (st), John Williams (pi), Teddy Kotick (bx) e Art Mardigan (bat)
MOROCCAN BLUES
(D. Blake / R. Brown)
New York, agosto/1954
DAVE MCKENNA
Dave McKenna (pi), John Drew (bx) e Osie Johnson (bat)
SECRET LOVE
(Sammy Fain / Paul Francis Webster)
New York, 23/julho/1958
BLUE MITCHELL
Blue Mitchell (tp), Leo Wright (sa), Joe Henderson (st,) Herbie Hancock (pi), Gene Taylor (bx) e Roy Brooks (bat)
STEP LIGHTLY (Joe Henderson)
Englewood Cliffs, N.J., 13/agosto/1963