Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Mestre Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Mestre Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (Mestre MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).


BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

CRÉDITOS DO PODCAST # 496

15 dezembro 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS e AUTORES
GRAVAÇÃO  LOCAL / DATA
BILLY PIERCE
Billy Pierce (st), Donald Brown (pi), Christian McBride (bx) e Billy Drummond (bat)
IN WALKED TOOT
(Donald Brown)
New York, 22/dezembro/1992
STRODE RODE (Sonny Rollins)
CHERYL BENTYNE
Cheryl Bentyne (vcl) acc by Ken Peplowski (cl), Peter Gordon (fl), Ted Howe (pi), Larry Koonse (gt), Kevin Axt (bx) e Dave Tull (bat)
FASCINATING RHYTHM - I GOT RHYTHM
(George e Ira Gershwin)
New York, c. 2010
NICE WORK IF YOU CAN GET IT
(George e Ira Gershwin)
LARRY WILLIS
Jerry Gonzalez (tp,flh), Joe Ford (sa,sop), Larry Willis (pi), Don Pate (bx) e Jeff "Tain" Watts (bat)
HEAVY BLUE (Larry Willis)
New York, dezembro/1989
WINTHER BLUE  (Larry Willis)
GEORGE WEIN
Ruby Braff (cnt), Vic Dickenson (tb), Pee Wee Russell (cl), George Wein (pi), Jimmy Woode (bx) e Buzzy Drootin (bat)
WHEN MY SUGAR WALKS DOWN THE STREET
(Gene Austin / Jimmy McHugh)
Concert at "L'Olympia", Paris, 22/abril/1961
LOVER COME BACK TO ME
(Oscar Hammerstein II / Sigmund Romberg)
BUD POWELL
Bud Powell (pi), George Duvivier (bx) e Art Taylor (bat )
BLUES FOR BESSIE (Bud Powell)
New York, 5/outubro/ 1956
GET IT
(Bud Powell / Stevie Wonder)
TITO MARTINO
Francisco Missali (cnt), Pablo Redondy (tb), Tito Martino (cl,ssop), Paulo Eduardo Bittencourt (gt), Rubens Gianesella (bj), Daniel Grisanti (bx) e Paulo de Lima (bat)
LET'S HAVE A GOOD TIME
(Percy Gray, Jr.)
Live at: "Scandinavian Lutheran Church", São Paulo, setembro/1992
HOT ONE (
Ronald Watkins / Kevin White)

P O D C A S T # 4 9 6

13 dezembro 2019

LARRY WILLIS
TITO MARTINO

BILLY PIERCE

CHERYL BENTYNE

PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR

CRÉDITOS DO PODCAST # 495

08 dezembro 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS e AUTORES
GRAVAÇÃO
LOCAL e DATA
MIKE CLARK
Randy Brecker (tp), Donald Harrison, Jr. (sa), Robert Dixon (st), Antonio Farao (pi), Christian McBride (bx) e Mike Clark (bat, ldr)
OF INFINITY (Robert Dixon)
Live at "Iridium", New York, outubro/2018
BLACK INSIDE (Antonio Faraò) -
PAST LIVES (Linda Reynolds)
SWEET (Rob Dixon)
STRAIGHT NO CHASER
 (Thelonious Monk)
IF WE MUST DIE (Claude McKay)
LUCKY NO. 7 (Jason Marsalis)
WELL YOU NEEDN'T (Thelonious Monk)

P O D C A S T # 4 9 5

06 dezembro 2019

JAZZ IN CONCERT COM SEXTETO DE MIKE CLARK






PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR

AUTOBIOGRAFIA DE FRANK FOSTER

03 dezembro 2019




Idade de ouro do jazz moderno

Queremos lembrar aos leitores que no mundo dos livros estão as memórias de um dos maiores saxofonistas tenor (eventualmente ao soprano), arranjador e compositor do jazz moderno.
O livro é intitulado - A Jazz Master: Frank Foster, An Autobiography.

A julgar pelo período em que Frank Foster era artisticamente ativo, e pelos músicos com quem tocou, o trabalho reflete um dos períodos mais ricos do jazz moderno, além da carreira musical de Foster, um dos tenoristas mais talentosos associados principalmente com a orquestra de Count Basie, esporadicamente, entre 1953 e 1995. Nos últimos anos, ele dirigiu inclusive esse grupo após a morte do Count Basie e Thad Jones (que assumiu o bastão antes de Foster).

Frank Foster também se destacou como arranjador da orquestra e compositor. Alguns de seus arranjos mais memoráveis são os que ele fez para três de suas próprias composições: Down For The Count, Blues Backstage e Shiny Stockings.
Mas esse saxofonista passou períodos liderando seus próprios conjuntos menores, além de escritor de artigos e ensaios de jazz.
Ele co-dirigiu um quinteto com seu amigo Frank Wess e viajou pela Europa com Jimmy Smith. Tocou ocasionalmente com a orquestra Thad Jones-Mel Lewis e com grupos do baterista Elvin Jones.
Frank Foster também dirigiu sessões de gravação para Vogue, Blue Note (1954 e 1968), Savoy, Argo, Prestige, Mainstream, Denon, Catalyst, Bee Hive, SteepleChase, Pablo e Concord.
Foster morreu em 2010 aos 82 anos de idade, dez anos depois de sofrer um ataque cardíaco que o afastou dos palcos musicais.

(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz)






CRÉDITOS DO PODCAST # 494

01 dezembro 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS e AUTORES
GRAVAÇÃO
 LOCAL e DATA
MICHAEL DEASE
Brandon Lee (tp), Michael Dease (tb), Chris Madsen (st), Drew Pierson (pi), Yasushi Nakamura (bx) e Marion Felder (bat)
THE TAKEOVER
(Michael Dease)
Brooklyn, NY, 30/setembro/2005
AL COHN 
Al Cohn (st), Dick Katz (pi), Joe Puma (gt), Whitey Mitchell (bx), Ted Sommer (bat) e Candido Camero (cga)
I'LL BE BACK FOR MORE
 (Candido Camero / Edgar Sampson)
New York, 9/abril/1956
OLIVER NELSON e LOU DONALDSON
Dave Burns, Ernie Royal (tp), Lou Donaldson, Phil Woods (sa), Bob Ashton (st), Danny Bank (sbar), Lloyd Mayers (org), Richard Davis (bx), Grady Tate (bat) e Oliver Nelson (arranjo e condução)
ROUGH HOUSE BLUES
(Lou Donaldson)
New York, dezembro/1964
BEKA GOCHIASHVILI
Beka Gochiashvili (pi), Ben Williams (bx) e Richie Barshay (bat)
EXIT TO THE WEST
(Beka Gochiashvili)
New York, c. 2012
LULA GALVÃO
LULA GALVÃO (violão), Fernando Moraes (pi), Idriss Boudrioua (sa), Sergio Barrozo (bx) e Rafael Barata (bat)
MINHA SAUDADE
(João Donato / João Gilberto)
Chicago, 2008
PAUL GONÇALVES
Paul Gonsalves (st), Junior Mance (pi), Chubby Jackson (bx) e Gene Miller (bat)
DON’T BLAME ME
(Dorothy Fields / Jimmy McHugh) 
New York, 6/fevereiro/1954
JELLY ROLL MORTON
George Mitchell (cnt), Kid Ory (tb), Omer Simeon (cl), Jelly Roll Morton (pi, arranjo,ldr), Johnny St. Cyr (bj), John Lindsay (bx) e Andrew Hilaire (bat)
GRANDPA'S SPELLS
(Jelly Roll Morton)
Chicago, 16/dezembro/1926
LENNIE NIEHAUS
Ed Leddy (tp), Ken Shroyer (tb,v-tb), Lennie Niehaus (sa, arranjo), Bill Perkins (st), Steve Perlow (sbar), Lou Levy (pi), Red Kelly (bx) e Jerry McKenzie (bat)
WHEN YOU’RE SMILING (Mark Fisher / Joe Goodwin / Larry Shay)
Los Angeles, 1/outubro/1957
HENRY TOWNSEND
Henry Townsend (gt, vcl)
BROKEN HOME BLUES
(Henry Townsend)
Multi Sound Studios, New York, 1980
DAVID KIKOSKI
David Kikoski (pi), Alex Sipiagin (tp), Seamus Blake (st), Boris Kozlov (bx) e Jeff "Tain" Watts (bat)
WINNIE'S GARDEN
(David Kikoski)
Tokyo, 27/agosto/2001
DELFEAYO MARSALIS
Delfeayo Marsalis (tb), Donald Harrison (sa), Mulgrew Miller (pi), Edwin Livingston (bx) e Elvin Jones (bat)
LONE WARRIOR
(Delfeayo Marsalis)
New York, 28/janeiro/2002

P O D C A S T # 4 9 4

29 novembro 2019




LENNIE NIEHAUS
HENRY TOWNSEND 

PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR

MEXENDO NA DISCOTECA

28 novembro 2019

Oi turma.
Tem certos músicos de Jazz que a gente esquece que um dia ouvimos e vibramos com eles. Mexendo na minha discoteca, e aproveitando para dar uma arrumação geral, encontrei um álbum que não houvia faz muito tempo e até esqueci que tinha. O músico é Tony Fruscella e o álbum é uma coletânea de suas principais gravações. Realmente o Tony não é um dos meus trompetistas preferidos mas, em algumas gravações eu gosto do seu som. Trago uma faixa deste álbum chamada "Slow Blues", com uma formação de seu quinteto contando com ele ao trompete, Brew Moore no sax-tenor, Bill Triglia ao piano, Teddy Kotick ao baixo e Bill Heine na bateria. Gravado em New York, 02 de Março de 1954. Espero que voces gostem.
Forte abraço.






DOIS ANOS SEM JON HENDRICKS

27 novembro 2019





Jon Carl Hendricks, um dos vocalistas mais criativos na maneira de cantar jazz com letras transcrevendo solo instrumental, morreu há dois anos em Nova York aos 96 anos de idade.
Hendricks teve uma sólida carreira artística que o levou à fama com o famoso conjunto "Lambert, Hendricks e Ross", com seus colegas Dave Lambert e Annie Ross. 
Com eles, compôs músicas e transcreveu instrumentais solo de solistas pertencentes a orquestras como Count Basie ou Duke Ellington, adicionou letras e as interpretou com a voz. Alguns altamente complicados devido aos tempos e estilos rápidos do bebop. Ele também fez o mesmo com arranjos orquestrais, que eles cantaram em uníssono.
Dos três Jon e Annie Ross foram os que mais se destacaram em suas carreiras solo, e Jon Hendricks também foi um grande expoente do estilo "scat" para improvisar com a voz.
Hendricks começou a cantar quando criança e, aos 12 anos, Fats Waller o convidou para uma turnê, o que ele não pôde fazer por causa de sua tenra idade. Ele se interessou por bateria, mas continuou cantando e participou de programas de rádio com Art Tatum, morador de sua mesma cidade, Newark.
Depois de estar no exército durante a Segunda Guerra Mundial, Jon se matriculou na Universidade de Toledo, mas logo decidiu aceitar um convite de Charlie Parker para ir a Nova York, que o conheceu e ouviu em Toledo. Em Nova York, ele começou sua bem-sucedida carreira musical.
Seu período principal foi no grupo "Lambert, Hendricks e Ross", com o qual eles gravaram vários álbuns, incluindo um já lendário com o Count Basie, além de fazer inúmeras apresentações em clubes e festivais de jazz. Cenários como "Manhattan Transfer" e "New York Voices" devem muito a esse trio.
Vocalistas como Kurt Elling, Van Morrison, Al Jarreau e Bobby McFerrin afirmam abertamente ter influências de Jon Hendricks. Kurt Elling o chama de "guru" musical.
Em 1968, ele se mudou para Londres - segundo ele, para que seus filhos tivessem uma educação melhor - com a qual ele começou a segunda parte de sua carreira solo, que também teve muito sucesso, com turnês européias, pelo Oriente e breves retornos ao país, EUA.
Em 2000, ele voltou para sua casa nos EUA para ensinar na Universidade de Toledo.
No ano passado (2017), Hendricks pôde ouvir, entre o público, a estréia de seus arranjos vocais para Miles Ahead, que incluem vozes para os arranjos originais de Gil Evans e os solos de Miles Davis.
Jon Hendricks apareceu em sete filmes e deixou gravado cerca de 35 álbuns como líder e 25 em participações.
(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz)


CRÉDITOS DO PODCAST # 493

24 novembro 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS  e AUTORES
GRAVAÇÃO LOCAL e DATA
ERIC ALEXANDER
Jim Rotondi (tp), Steve Davis (tb), Eric Alexander (st), David Hazeltine (pi), John Webber (bx) e Joe Farnsworth (bat)
EXPRESS TRAIN 
(Jim Rotondi)  
New York, 20/fevereiro/2006
Eric Alexander (st), Harold Mabern (pi), Peter Washington (bx) e Joe Farnsworth (bat)
I'M GLAD THERE IS YOU (Jimmy Dorsey / Paul Mertz) 
New York, 4/novembro/1999
Eric Alexander (st), Harold Mabern (pi), John Webber (bx) e Joe Farnsworth (bat)
A FEW MILES FROM MEMPHIS
 (Harold Mabern)  
Englewood Cliffs, NJ, 10/junho/2004
Eric Alexander (st), David Hazeltine (pi), John Webber (bx) Joe Farnsworth (bat) e Alex Diaz (perc)
MAS QUE NADA (Jorge Ben) 
Paramus, NJ, 12/junho/2017
Eric Alexander (st), Harold Mabern (pi), Nat Reeves (bx) e Joe Farnsworth (bat)
REMIX Blues (Eric Alexander) 
Englewood Cliffs, N.J., 4/novembro/2010
Eric Alexander (st), Harold Mabern (pi), Peter Washington (bx) e Joe Farnsworth (bat)
THE SECOND MILESTONE
 (Eric Alexander)
Englewood Cliffs, NJ, dezembro/2000
Eric Alexander (st), Harold Mabern (pi), John Webber (bx) e Joe Farnsworth (bat)
SOMETHING'S GOTTA GIVE
 (Johnny Mercer)
Englewood Cliffs, NJ, 10/maio/2012
Eric Alexander (st), David Hazeltine (pi), John Webber (bx) e Joe Farnsworth (bat)
MY FAVORITE THINGS
(Oscar Hammerstein II / Richard Rodgers)
Tokyo, 5/setembro/2007
Eric Alexander (st), John Hicks (pi), George Mraz (bx) e Idris Muhammad (bat)
FOUR (Miles Davis)
New York, 25/abril/1998
Eric Alexander (st), Cecil Payne (sb), David Hazeltine (pi), John Webber (bx) e Joe Farnsworth (bat)
KICK-A-POO (Cecil Payne)
New York, 15/dezembro
/1996
Vincent Herring (sa), Eric Alexander (st), Mike LeDonne (pi), John Webber (bx) e Carl Allen (bat)
ROAD SONG
(Wes Montgomery)   
Live at "Smoke Jazz Club", New York, 2/abril/2005

P O D C A S T # 4 9 3

22 novembro 2019

MÚSICO EM FOCO COM ERIC ALEXANDER






PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR


CRÉDITOS DO PODCAST # 492

17 novembro 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS e AUTORES
GRAVAÇÃO   LOCAL e DATA
GEORGE HUXLEY
Gordon Whitworth (tp) Derek Halford (tb), George Huxley (ssop), Ken Freeman (pi) e Barry Norman (bat)
I GOTTA RIGHT TO SING THE BLUES
(Harold Arlen / Ted Koehler)
U.K 9/outubro/1993
LES BROWN
Wes Hensel (tp,arranjo), Don Smith, Mickey McMahan, Bob Styles (tp), Bob Burgess, Roy Main, Jim Hill (tb), Stumpy Brown (b-tb), Les Brown (cl,sa), Matt Utal, Ralph La Polla (sa), Billy Usselton (st), Abe Aaron (st,sbar), Butch Stone (sbar), John Bannister (pi), Vernon Polk (gt), Mel Pollan (bx), Lloyd Morales (bat) e Jo Ann Greer (vcl)
Hollywood, CA, 1957 
PETE FOUNTAIN
Pete Fountain (cl, ldr), Charlie Teagarden (tp), Bob Havens (tb), Eddie Miller (st), Earl Vuiovich (pi) e Nick Fatool (bat)
Los Angeles , 22/maio/ 1965
WALTER SMITH, III
Walter Smith, III (st, ldr), Harish Raghavan (bx) e Eric Harland (bat)
ASK ME NOW
(Thelonious Monk)
New York, c. 2017
KEVIN MAHOGANY 
Kevin Mahogany (vcl,ldr) Erwin Schmidt (pi), Martin Spitzer (gt), Josehi Schneeberger (bx) e Mario Gonzi (bat)
BEAUTIFUL FIGHT
(Kevin Mahogany)
Vienna, Austria, 19/novembro/2014
J. T. MEIRELLES
Meirelles (sa, fl), Guilherme Dias Gomes (flh), Laércio De Freitas (pi), Adriano Giffoni (bx), Robertinho Silva (bat)
PINTA LÁ (J. T. Meirelles)
Rio de Janeiro, 21/outubro/2001
WES MONTGOMERY e NAT ADDERLEY
Nat Adderley (cnt), Wes Montgomery (gt), Keter Betts (bx / cello) e Louis Hayes (bat)
MY HEART STOOD STILL
 (Lorenz Hart / Richard Rodgers)
New York, 28/janeiro/ 1960
BARBARA DENNERLEIN
Roy Hargrove (tp, Ray Anderson (tb), Mike Sim (st), Joe Locke (vib), Barbara Dennerlein (org), Mitch Watkins (gt), Lonnie Plaxico (bx), Dennis Chambers (bat) e Don Alias (perc)
FAST FOOD
(Barbara Dennerlein)
New York, 25/fevereiro/1995
TIM WARFIELD
Tim Warfield (st,ldr), Nicholas Payton (tp), Stefon Harris (vib), Cyrus Chestnut (pi), Tarus Mateen (bx) e Clarence Penn (bat)
THE MAGIC BAG
 (Tim Warfield)
Brooklyn, NY, 21/janeiro/2001
FRANCK AVITABILE
Franck Avitabile (pi), Riccardo Del Fra (bx) e Luigi Bonafede (bat)
WILLOW GROVE
 (Bud Powell)
Paris, 21/janeiro/1998
WYNTON MARSALIS
Wynton Marsalis, Marcus Printup (tp), Vincent Gardner (tb), Victor Goines, Ted Nash (sa) Walter Blanding (st), Don Vappie (gt), Dan Nimmer (pi), Carlos Henriquez (bx), Ali Jackson (bat) e Reno Wilson (vcl)
DINAH
(Harry Akst / Sam M. Lewis / Joe Young)
New York, 2018
MUSKRAT RAMBLE
(Ray Gilbert / Kid Ory)
DAVID "FATHEAD" NEWMAN
David "Fathead" Newman e Clifford Jordan (st), Ted Dunbar (gt), Buddy Montgomery (pi), Todd Coolman (bx) e Marvin "Smitty" Smith (bat)
STRIKE UP THE BAND
(George Gershwin / Ira Gershwin) 
Live at "Riverside Park Arts Festival", New York, 3/setembro/1989