Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).


BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

O LEGADO ATIVO DE COUNT BASIE

21 agosto 2019





No aniversário de COUNT BASIE ─ (21 de agosto de 1904),vamos dar uma olhada no grupo atual que leva seu nome.
A lendária COUNT BASIE ORCHESTRA, atualmente conduzida pelo baterista DENNIS MACKREL (que o próprio Basie contratou há 31 anos), vem tocando nos últimos meses em várias cidades dos Estados Unidos e continuará fazendo shows em seu país. A banda teve residência no famoso clube de jazz Birdland, em Nova York, assim como em outros.
Há três anos, para celebrar os 80 anos do grupo, a orquestra fez turnês internacionais com uma agenda apertada de shows em várias cidades do Japão, onde o jazz goza de alta popularidade, assim como na Austrália e na Nova Zelândia. Este grupo já havia estado nesses países em outras ocasiões.
Anteriormente, a orquestra vencedora de 18 Grammy Awards tocara no famoso clube de jazz de Londres ─ Ronnie Scott e em várias outras capitais europeias.
Anteriormente, a orquestra Count Basie fez uma turnê de sucesso na Austrália, onde seu concerto principal foi na prestigiada e espetacular Sydney Opera House. Este grupo visitou a Austrália várias vezes após a morte de Basie, dirigido por diferentes músicos, mas essa foi a primeira vez que a direção ficou a cargo do baterista mencionado.
A Count Basie Orchestra foi uma das mais conhecidas da era de ouro do swing e das big bands, mas nos anos 50 e 60 evoluiu, adaptando-se especialmente ao bop e hard-bop, particularmente em relação aos solistas. Tal como outros grandes grupos, como o de Duke Ellington, esta orquestra continua a tradição de Basie, com novos músicos. Atualmente conta com18 membros.

(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz)


EM DVD A CONTRIBUIÇÃO DAS MULHERES PARA O JAZZ

19 agosto 2019




O aclamado documentário sobre a história da contribuição feminina para o jazz, THE GIRLS IN THE BAND, já comentado várias vezes, continua sendo exibido nos cinemas americanos, mas não nos circuitos de distribuição comercial. Durante muito tempo, apenas um número limitado de DVDs foi vendido aos espectadores. Agora está disponível para o público em geral, através da internet.
O filme documenta a participação de instrumentistas (e vocalistas) do jazz a partir dos anos 1930, quando o meio era dominado por músicos homens e era francamente hostil à participação de mulheres em grupos musicais e orquestras.
O impressionante é a qualidade e a imensa quantidade de mulheres que contribuíram com sua arte para o desenvolvimento do jazz, no entanto foram relegadas ao esquecimento depois de terem recebido pouco ou nenhum crédito.
Mulheres havia em todos os tipos de instrumentos. O filme é generoso em documentos de filmes e gráficos da história do jazz, bem como em grande número de entrevistas com mulheres do jazz, historiadores, escritores e críticos de jazz. Os narradores também se alternam e incluem músicos que tocaram nos anos 30 e 40, como a saxofonista Roz Cron e a pianista Marian McPartland. Este filme trata o assunto com muito humor e algum sarcasmo, sem perder em nenhum momento a abordagem profissional e seu domínio histórico.
O documentário THE GIRLS IN THE BAND, da diretora Judi Chaikin, estreou há quatro anos em Manhattan e já ganhou mais de uma dúzia de prêmios importantes: "Melhor Documentário" no Festival Internacional de Cinema de Palm Spring; "Favorito do público" no Festival de Cinema de Victoria e no Festival de Cinema de Omaha; "Melhor documentário musical" no Docutah Film Festival, e "Melhor documentário" no High Falls Film Festival e outros.
(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz)


CRÉDITOS DO PODCAST # 479

18 agosto 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÕES LOCAL e DATA
ALAN BROADBENT
Alan Broadbent (pi), Harvie Swartz (bx) e Billy Mintz (bat)
FINE AND DANDY
 (Paul James / Kay Swift)
New York/novembro/ 2018
CATHERINE RUSSELL
Catherine Russell (vcl), Matt Munisteri (gt e director musical), Mark Shane (pi), Jon-Erik Kellso (tp), John Allred (tb), Evan Arntzen (st), Dana Lyn (violino), Eddy Malave (viola), Marika Hughes (cello), Tal Ronen (bx) e Mark McLean (bat)
ALONE TOGHETER
(Howard Dietz / Arthur Schwartz)
Sear Sound, Studio New York, 22/Agosto/2018
STEVE DAVIS 
Steve Davis (tb), Josh Evans (flh), Mike DiRubbo (sa), David Bryant (pi), Dezron Douglas (bx) e Eric McPherson (bat)
THE MODERNIST
  (Steve Davis)
New York, c.2009
ROY PALMER
Roy Palmer (tb), Darnell Howard (cl,sa), Jimmy Blythe (pi), Ed Hudson (bj)e Alfred Bell (kazoo,wbd)
BARRELHOUSE STOMP
(Jimmy Blythe)
Richmond, Indiana, 19/março/1931
DAVID BERGER
Marcus Belgrave, Bob Millikan, A.J. Bernstein, Brian Pareschi,Steven Bernstein (tp), Jerry Dodgion (cl, fl), Jerome Richardson (sa), Mark Hynes, Bill Easley (st), Jay Brandford (sbar), Wayne Goodman, Art Baron, Britt Woodman (tb), Isaac Ben Ayala (pi), Dennis Irwin (bx), Jimmy Madison (bat) e David Berger (arranjo, condução)
SWINGIN' AT CLUB SWEETS
(David Berger / Duke Ellington / Billy Strayhorn )
Clinton Studios, New York, 5/janeiro/1999
OSCAR PETERSON
Oscar Peterson (pi), Ray Brown (bx) e Ed Thigpen (bat)
WALTZ FOR DEBBY
(Bill Evans / Gene Lees)
Chicago, 25/setembro/1962
ZIMBO TRIO
Amilton Godói ao piano, Luís Chaves no contrabaixo e Rubinho Barsotti na bateria
CRAVO E CANELA
(Milton Nascimento / Ronaldo Bastos)
Rio de Janeiro, 1986
WYNTON MARSALIS
Wynton Marsalis(tp,ldr), Marcus Printup (tp), Wycliffe Gordon (tb), Ted Nash (cl), Walter Blanding (st), (Don Vappie (gt), Dan Nimmer (pi), Carlos Henriquez (bx) Ali Jackson (bat) e Reno Wilson (vcl)
I THOUGHT I HEARD BUDDY BOLDEN SAY
(Jelly Roll Morton)
New York, 2018
ART TATUM
Art Tatum (piano solo)
IN A SENTIMENTAL MOOD
(Duke Ellington/Manny Kurtz )
Ray Heindorf's Home, Beverly Hills, CA, 3/julho/1955
ROBERT JOHNSON
Robert Johnson (gt, vcl)
ME AND THE DEVIL BLUES
 (Robert Johnson)
New York, 23/novembro/1936
DUTCH SWING COLLEGE BAND
Dutch Swing College At The Sportpalast: Oscar Klein (tp), Dick Kaart (tb), Peter Schilperoort (cl,) Arie Ligthart (bj), Bob van Oven (bX) e Louis de Lussanet (bat)
MILENBERG JOYS
(Jelly Roll Morton)
Live at "Sportpalast", Berlin, 24/janeiro/1962
JACK SHELDON
Jack Sheldon (tp), Walter Norris (pi), Bob Whitlock (bx) e Larance Marable (bat)
WHAT IS THERE TO SAY
 (Vernon Duke / E.Y. Harburg) 
Los Angeles, 4/abril/ 1955
DAVE GRUSIN BIG BAND
Arturo Sandoval, Randy Brecker, Chuck Findley, Byron Stripling (tp,flh), George Bohanon (tb), Phillip Bent (fl), Eddie Daniels (cl), Nelson Rangell, Eric Marienthal (sa), Ernie Watts, Bob Mintzer (st, arranjo) Tom Scott (sbar), Dave Grusin (pi,arr), John Patitucci (bx) Dave Weckl (bat)
BLUES FOR HOWARD
(Dave Grusin)
Live at "Gotanda Kan-i Hoken Hall", Tokyo, 31/janeiro/1993

P O D C A S T # 4 7 9

16 agosto 2019


ROY PALMER

ROBERT JOHNSON



PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR 

DIANA KRALL E TONNY BENNETT CELEBRAM GERSHWIN

13 agosto 2019




Os famososs cantores DIANA KRALL e TONY BENNETT estão no mercado com o álbum "Love Is Here To Stay" ─ um tributo ao gênio dos irmãos George e Ira Gershwin, compositores de grandes "padrões" do chamado songbook americano. O que é surpreendente é que eles não colaboraram em nenhum álbum antes.
No passado, os dois fizeram turnê juntos e gravaram duetos para os álbuns de Bennett, mas esta é a primeira vez que eles trabalham juntos em um projeto cujo produto final é um álbum completo.
Ambos são multi-vencedores de prêmios Grammy e ganharam discos de platina por recordes de vendas. Bennett é o único artista que aos 85 e 88 anos, respectivamente, chegou ao topo do cartaz com dois álbuns diferentes, e Diana Krall é a única cantora que tem a seu crédito oito álbuns que alcançaram o primeiro lugar na Billboard Magazine como estréia de discos de jazz.
As gravações do álbum foram feitas com o trio do pianista Bill Charlap, o que significa que nesta ocasião Diana Krall não toca piano.
O repertório inclui composições de Gershwin já gravadas individualmente por ambos em ocasiões anteriores, como “S’Wonderful,” “They Can’t Take That Away From Me,” “I Got Rhythm,” e “Do It Again” - além disso duas canções inéditas por esses dois artistas: "My One and Only" e "I've Got a Crush on You".


(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz)


CRÉDITOS DO PODCAST # 478

11 agosto 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÕES LOCAL e DATA
DON BYAS
Don Byas (st), Johnny Guarnieri (pi), Al Hall (bx) e Sidney Catlett (bat)
SUPER SESSION
 (Don Byas)
New York, 12/setembro/1945
Don Byas (st), piano e bateria desconhecidos
OH LADY BE GOOD
(George Gershwin)
gravação feita no apartamento de Timme Rosenkrantz em Nova York - 1947
Buck Clayton (tp), Don Byas (st), Johnny Guarnieri (pi), Eddie Safranski (bx) e Denzil Best (bat)
THEM THERE EYES
 (Maceo Pinkard / Doris Tauber / William Tracey)
New York, 27/junho/ 1945
Bill Coleman (tp), Don Byas (sa), e os franceses Bernard Peiffer (pi), Jean Bouchety (bx) e Roger Paraboschi (bat)
JUST YOU, JUST ME
 (Jesse Greer / Raymond Klages)
Paris, 4/janeiro/1949
Don Byas (st), Georges "Geo" Daly (vib), Christian Chevallier (pi), Pierre Michelot (bx) e Richie Frost (bat)
LINGER A WHILE
(Harry Owens / Vincent Rose)
Paris, 18/julho/1952
Don Byas Ree-Boppers: Peanuts Holland (tp), Don Byas (st), Billy Taylor (pi), Jean-Jacques Tilche (gt), Jean Bouchety (bx) e Buford Oliver (bat)
WALKING AROUND (Don Byas)
Paris, 27/janeiro/1947
Don Byas (st), Billy Taylor (pi), Jean Bouchety (bx) e Buford Oliver (bat)
BODY AND SOUL
(Johnny Green / Robert Sour, Edward Heyman e Frank Eyton)
Paris, 6/janeiro/1947
Idrees Sulieman (tp), Don Byas (st), Bud Powell (pi), Pierre Michelot (bx) e Kenny Clarke (bat)
MYTH (Pierre Michelot)
Paris, 15/dezembro/1961
Don Byas (st), Erroll Garner (pi), Slam Stewart (bx) e Harold "Doc" West (bat)
THREE O'CLOCK IN THE MORNING
(Julián Robledo / Dorothy Terriss)
New York, 30/agosto/1945
Don Byas (st), Jan Johansson (pi), Georg Riedel (bx) e Egil Johansen (bat)
I GOT RHYTHM
(George Gershwin / Ira Gershwin)
Live at "Nalen", Estocolmo, Suécia, 2/fevereiro/ 1962
Don Byas (ts) e o trio de Beryl Booker (pi), Bonnie Wetzel (bx) e uma baterista Elaine Leighton (bat)
MAKIN' WHOOPEE
 (Walter Donaldson / Gus Kahn)
Paris, fevereiro/1954
Don Byas (st), Bent Axen (pi), Niels-Henning Orsted Pedersen (bx) e William Schiopffe (bat)
ANTHROPOLOGY
(Dizzy Gillespie / Charlie Parker) 
Live at "Jazzhus Montmartre" Copenhagen, Dinamarca, 14/janeiro/1963
Don Byas (st), Jan Johansson (pi), Georg Riedel (bx) e Egil Johansen (bat)
I REMEBER CLIFFORD
(Benny Golson)
Live at "Nalen", Estocolmo, Suécia, 2/fevereiro/ 1962

P O D C A S T # 4 7 8

09 agosto 2019


MÚSICO EM FOCO COM DON BYAS




PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR

https://www.4shared.com/mp3/Jd_C09rJfi/PODCAST_478.html

VOTAÇÃO NA DOWNBEAT ESTÁ ABERTA

06 agosto 2019




Você pode votar nos músicos de jazz favoritos, na 84ª votação dos leitores da famosa publicação de jazz "Down Beat", que se apresenta anualmente.
Qualquer pessoa pode votar na pesquisa do leitor acessando o link abaixo. Existem categorias por instrumentos, além de outros como melhor grupo, melhor arranjador, melhor álbum, melhores vocalistas masculinos e femininos, etc.
Os resultados da votação são geralmente publicados na edição de novembro ou dezembro da revista e serão divulgados aqui.

VOTE, VÁ PARA O LINK ABAIXO:

http://www.downbeat.com/

Não sendo assinante use o link abaixo dentro do site, para receber um convite para votar, não há o compromisso de ser assinante :
Subscribe to DownBeat’s FREE monthly eNewsletter [HERE]!

CRÉDITOS DO PODCAST # 477

04 agosto 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÃO
LOCAL /DATA
CORY WEEDS
Terell Stafford (tp), Cory Weeds (sa), Harold Mabern (pi), Michael Glynn (bx) e Julian Macdonough (bat)
BLUESANOVA (Lee Morgan)
Live at "Frankie's Jazz Club", Vancouver, Canada, 26/maio/2018
MOOD MALODY (Mal Waldron)
GIPSY BLUE (Tina Brooks)
CONSEQUENCE (Jackie McLean)
FABIENNE (George Robert)
FORMIDABLE (Walter Davis Jr)
UP TIGHT'S CREEK (Tina Brooks)
TOLYPSO (Jackie McLean)
THE THREE MINORS  (Jackie McLean) 

P O D C A S T # 4 7 7

02 agosto 2019


TERELL STAFFORD 










CORY WEEDS QUINTET
JAZZ IN CONCERT






PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR

https://www.4shared.com/mp3/mh9P7i3vfi/PODCAST_477.html

CRÉDITOS DO PODCAST # 476

28 julho 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÕES LOCAL e DATA
NAT KING COLE
Nat King Cole (pi) acc por Nelson Riddle and his Orchestra
JUST ONE OF THOESE THINGS

(Cole Porter)
Hollywood, CA, 31/agosto/1955
ANITA O’DAY 
Anita O'Day Swings Cole Porter With Billy May: Anita O'Day (vcl) acc by Manny Klein, Conrad Gozzo, Uan Rasey, Frank Beach (tp), Dave Wells, Si Zentner, Lloyd Ulyate, Ed Kusby (tb), Ronny Lang, Wilbur Schwartz (sa), Justin Gordon, Gene Cipriano (st), Chuck Gentry (sbar), Al Pellegrini (pi), Bobby Gibbons (gt), George Morrow (bx) e Irv Cottler (bat) Billy May (arranjo, direção)
Los Angeles, 2/abril/1959
MAX ROACH
Kenny Dorham (tp), Sonny Rollins (st), Ray Bryant (pi), George Morrow (bx) e Max Roach (bat)
New York, 17/setembro/1956
BEN WEBSTER
Ben Webster (st), Jimmy Rowles (pi), Jim Hall (gt), Red Mitchell (bx) e Frank Butler (bat)
GEORGIA ON MY MIND  
(Hoagy Carmichael)
Live at "The Renaissance", Hollywood, CA, 14/outubro/1960
ED THIGPEN
Jens Winther (tp), Tomas Franck (st), Kasper Villaume (pi), Jesper Bodilsen bx) e Ed Thigpen (bat)
REETS AND I (Benny Harris)
Copenhagen, Dinamarca, 21/agosto/2003
DNA BOSSA TRIO
Alfredo Cardim (pi), Nelson Matta (bx) e Duduka da Fonseca (bat)
FIM DE SEMANA EM ELDORADO
 (Johnny Alf)
Acoustic Sound, Studio, Brooklyn, New York, 30/junho/2004
HERBIE HARPER
Herbie Harper (tb), Bob Gordon (sbar), Jimmy Rowles (pi), Harry Babasin (bx) e Roy Harte (bat)
JIVE AT FIVE
(Count Basie / Harry "Sweets" Edison)
Hollywood, CA, 27/fevereiro/1954
KEN PEPLOWSKI
Ken Peplowski, Evan Christopher e Anat Cohen (cl), Greg Cohen (bx) e Lewis Nash (bat)
SWING THAT MUSIC
 (Louis Armstrong / Horace Gerlach)
Glen Ellyn, Illinois, verão de 2012
WDR BIG BAND
Andy Maderer, Rob Bruynen, Klaus Osterloh, Rick Kiefer, John Marshall (tp), Dave Horler, Henning Berg, Bernt Laukamp (tb), Roy Deuvall (b-tb), Heiner Wiberny (sa,cl), Harald Rosenstein (sa), Olivier Peters, Rolf Romer (st), Jens Neufang (sbar), Frank Chastenier (pi), Milan Lulic (gt), John Goldsby (bx), John Riley (bat) e Bill Dobbins (arranjo /condução)
TAKE THE COLTRANE
(Duke Ellington)
Live at "Philharmonie Hall", Cologne, Alemanha, 18/junho/1994
JOHN JENKINS
John Jenkins (sa), Sonny Clark (pi), Kenny Burrell (gt), Paul Chambers (bx) e Dannie Richmond (bat)
BLUES FOR TWO
 (Kenny Burrell / Valery Ponomarev) 
Hackensack, N.J., 11/agosto/1957
GERRY MULLIGAN
Jon Eardley (tp), Bob Brookmeyer (v-tb), Zoot Sims (st), Gerry Mulligan (sbar), Red Mitchell (bx) e Larry Bunker (bat)
IT DON'T MEAN A THING
(Duke Ellington) 
Concert at "Hoover High School", San Diego, CA, 14/dezembro/1954
PHIL WOODS
Tom Harrell (tp), Phil Woods (sa), Hal Galper (pi), Steve Gilmore (bx) e Bill Goodwin (bat)
222 (Sam Rivers) 
Live at "Palazzo dei Congressi, Sala Europa, Bologna, Italia, 19/março/1984