Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Mestre Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Mestre Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (Mestre MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).


BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

P O D C A S T # 5 0 7

28 fevereiro 2020

FATS WALLER
BOBBY WATSON


JAMES CARTER 

ROBERTO RUTIGLIANO 


PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO:


THE VILLAGE VANGUARD JAZZ CLUB, O MELHOR AOS 85 ANOS

26 fevereiro 2020












O lendário clube de jazz de Nova York VILLAGE VANGUARD foi escolhido na pesquisa anual dos leitores da revista Jazz Times como o melhor clube de jazz do mundo na época em que esta semana comemora 85 anos de existência com celebrações lideradas por um desfile de músicos contemporâneos
O clube, localizado na 7th South Avenue em Nova York, foi fundado em 22 de fevereiro de 1935 por Max Gordon, mas no começo era para recitais de poesia (especialmente poesia "beat") e algumas formas de música, especialmente "folk".
Era um centro de reuniões e um fórum para artistas, boêmios, intelectuais, poetas e músicos em um período em que Gordon recebeu apenas uma licença especial de cabaré. Com o tempo, ele conseguiu licenciar o club e começou a apresentar vários tipos de música, incluindo jazz, com artistas como Ben Webster, Sidney Bechet e Mary Lou Williams. Mas foi somente em 1957 que ele decidiu transformá-lo em um clube exclusivamente de jazz.
Dessa maneira, ele começou a contratar músicos como - Thelonious Monk, Horace Silver, Gerry Mulligan, The Modern Jazz Quartet, Anita O'Day, Charlie Mingus, Dexter Gordon, Bill Evans, Stan Getz, Freddie Hubbard, Carmen McRae, e muitos outros, tornando-se um dos principais centros de jazz de Nova York e do mundo.
A famosa orquestra Thad Jones-Mel Lewis, que eventualmente se tornou a Vanguard Jazz Orchestra tocou de 1966 a 1990, todas as semanas nas segundas-feiras.
Um novo grupo - The Vanguard Jazz Orchestra se apresenta no mundialmente famoso Village Vanguard, toda segunda-feira das 20:30 às 22:30h. continuando com a tradição.
Centenas de músicos de jazz famosos desfilaram e
desfilam pelos palcos do clube, muitos dos quais gravaram suas apresentações ao vivo para transformá-los em álbuns.
Max Gordon faleceu em 1989. No dia seguinte, sua viúva, Lorraine Gordon fechou o clube. Mas um dia depois ela o reabriu e o clube está funcionando desde então sem interrupção e inalterado até hoje. Esse era o desejo do marido e de todos os paroquianos.

(Traduzido e adaptado de Noticias de Jazz de Pablo Aguirre)

BYE BYE CARNAVAL.!!!

25 fevereiro 2020

Olá turma.
Lá se foi mais um carnaval e, espero, que muitos eu ainda veja. Aqui em Brasília, para dizer a verdade, não tem muita animação não. Eu e Regina então resolvemos ficar em casa. Eu, ouvindo e pesquisando meu Jazz e ela, cuidando do jardim e fazendo bolos para os netos. Foi ótimo. Aliás quero deixar aqui meus agradecimentos ao Mestre Mario Jorge por me enviar um audio do último programa do Mestre Lula que eu ainda não tinha. Valeu Mestre pela atenção. Selecionei para este post e, para fechar o Carnaval, o tema "Manhã de Carnaval" com o ídolo e inesquecível Stan Getz. Espero que vocês gostem.
Forte abraço.






5 ANOS SEM CLARK TERRY

24 fevereiro 2020




Aos cinco anos da morte de um dos famosos gigantes do jazz, relembramos um pouco de sua biografia.
O virtuoso trompetista, compositor, educador e pioneiro do flugelhorn, CLARK TERRY faleceu há cinco anos, aos 94 anos de idade.
Terry foi uma das grandes figuras inspiradoras e influentes do mundo do jazz durante uma carreira que durou sete décadas. Vários trompetistas disseram que foram influenciadas por ele. Ele tocou com as figuras mais importantes do jazz, incluindo: Charlie Barnet, Count Basie, Duke Ellington, Quincy Jones, Billie Holiday, Ella Fitzgerald, J.J. Johnson, Anita O'Day, Dinah Washington, Ray Charles, Billy Strayhorn, Thelonious Monk, Gerry Mulligan, Lionel Hampton, Oscar Peterson, Sonny Rollins, Cannonball Adderley, Bill Evans, Bob Brookmeyer e literalmente centenas de outros grandes músicos.
Ele compôs mais de 200 músicas de jazz, tocou para sete presidentes norte-americanos, realizou inúmeras turnês internacionais e tocou com grandes grupos como a London Symphony Orchestra e o Netherlands Metropol.
Terry tem dezenas de prêmios e honras acadêmicas, sua discografia abrange algumas centenas de álbuns e sobre ele 14 livros foram escritos. A título de comparação, mais de 900 sessões de gravação são computadas a Terry, enquanto Armstrong tem 620 e Gillespie 501. Ele é um dos poucos NEA Jazz Masters.
Clark Terry nasceu em St. Louis, Missouri, em dezembro de 1920, sendo o sétimo dos 11 irmãos. Sua mãe morreu muito jovem e Clark passou pelas dificuldades da pobreza por um longo tempo. Disse que quando criança um trompete foi construído usando uma mangueira e um funil. A música foi um alívio nessa vida difícil. Mais tarde, ele conseguiu estudar música e se tornar um profissional. 
Os anos que passou no final dos anos 40 e início dos 50 com as orquestras de Count Basie e Duke Ellington o marcaram como um dos grandes nomes do trompete com um estilo de improviso muito pessoal.
Sua técnica e versatilidade permitiram que ele tocasse facilmente do swing ao hardbop; assim, ao final dos anos 50, ele já era considerado um dos verdadeiros "gigantes" do trompete, embora também fosse pioneiro e fã do flugelhorn.
Depois de deixar a orquestra de Ellington, se tornou o primeiro músico afro-americano a ingressar nas orquestras da NBC (National Broadcasting Company), onde também iniciou uma carreira de sucesso em programas de televisão. Logo ele começou a ensinar jovens músicos, uma atividade que continuou a fazer até seus últimos dias.
Em 1994, o Instituto Internacional de Estudos do Jazz Clark Terry foi criado na Universidade de Iowa, onde no ano anterior ele recebeu o título de Doutorado Honorário, que foi adicionado a outros dois em outras universidades.
Em 2012, publicou sua autobiografia que foi adicionada aos outros livros escritos sobre ele.
Clark Terry morreu cercado por sua família, amigos, colegas e estudantes. No dia seguinte, Christian McBride escreveu no Facebook - "Quem conheceu Clark Terry melhorou como pessoa só porque o conheceu".

(Traduzido e adaptado de Noticias de Jazz, blog de Pablo Aguirre)



CRÉDITOS DO PODCAST # 506

23 fevereiro 2020

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS e AUTORES
GRAVAÇÃO  LOCAL / DATA
BOOKER ERVIN
Booker Ervin (st), Frank Strozier (sa), Horace Parlan (pi), Butch Warren (bx) e Walter Perkins (bat)
MOUR (Booker Ervin) 
Englewood Cliffs, N.J., 19/junho/1963
BLACK AND BLUE
(Fats Waller / Harry Brooks / Andy Razaf)
CLAUDE BOLLING
Robert Fassin, Fred Gerard, Roger Guerin, Maurice Thomas, Henri Van Haeke (tp), Andre Paquinet, Benny Vasseur, Gaby Vilain (tb), Gerard Badini (cl), Jo Hrasko, Rene "Mickey" Nicolas (sa), Pierre Gossez, Marcel Hrasko (st), Armand Migiani (sbar), Claude Bolling (pi, arranjo), Pierre Michelot (bx) e Arthur Motta (bat)
CORNET SHOP SUEY
(Louis Armstrong)  
Paris, janeiro/1957
HIGH SOCIETY
 (Porter Steele)
RALPH MOORE
Ralph Moore (st), Roy Hargrove (tp), Benny Green (pi) Peter Washington (bx) e Kenny Washington (bat)
HOPSCOTCH 
(Charlie Barnett)
Englewood Cliffs, N.J., 5/março/1990
3:10 BLUES (Billy Strayhorn)
BUDDY CHILDERS
Buddy Childers (el-tp) Danny Barber, Mark Thompson, Nipper Murphy, Art Davis (tp), Scott Bleige, Tom Kordus, Bob Lustera, John Blane, Scott Bentall (tb), Peter Ballin (st), John Negus, Dave Brandom, Ron Kolber, Jerry DiMuzio (st), Mike Smith, Brian Ripp (sa), Bobby Schiff (pi), Steve Roberts (gt), Bill Lanphier (bx), Joel Spencer (bat)
LOOKING UP OLD FRIENDS
 (Matt Catingub) 
Chicago, 19/
novembro/
1983
PRETTY (Bob Florence)
TUBBY HAYES / RONNIE SCOTT
Tubby Hayes, Ronnie Scott (st), Terry Shannon (pi), Jeff Clyne (bx) e Bill Eyden (bat)
AFTER TEA (Tubby Hayes)
Londres, novembro/1958
DAY IN, DAY OUT
(Rube Bloom / Johnny Mercer)
HORACE SILVER
Horace Silver (pi), Blue Mitchell (tp), Junior Cook (st), Gene Taylor (bx)  e John Harris (bat)
THE TOKYO BLUES
(Horace Silver)
Englewood Cliffs, N.J., 13/julho/1962
TOO MUCH SAKE
(Horace Silver)
DELFEAYO MARSALIS
Delfeayo Marsalis (tb), Donald Harrison (sa,) Mulgrew Miller (pi), Edwin Livingston (bx) e  Elvin Jones (bat)
LONE WARRIOR
(Delfeayo Marsalis)
New York, 28/janeiro/2002

P O D C A S T # 5 0 6

21 fevereiro 2020

BOOKER ERWIN
RALPH MOORE 
BUDDY CHILDERS 
DELFEAYO MARSALIS 





PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO:


CRÉDITOS DO PODCAST # 505

16 fevereiro 2020

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS e AUTORES
GRAVAÇÃO
 LOCAL e DATA
NANCY HARROW
Nancy Harrow (vcl), Buck Clayton (tp), Dicky Wells (tb), Tommy Gwaltney (cl,sa), Buddy Tate (st) Danny Bank (sbar), Dick Wellstood (pi), Kenny Burrell (gt), Milt Hinton (bx) e Oliver Jackson (bat)
BLUES FOR YESTERDAY
(Lester Carr) 
New York, 3/novembro/1960
ART VAN DAMME
Art Van Damme (accor), Charlie Calzaretta (vib), Johnny Smith (gt), Lew Skalinder (bx) e Max Mariash (bat)
BYE BYE, BLACKBIRD
(Mort Dixon / Ray Henderson) 
New York, 1962
PHIL WOODS 
Phil Woods (sa), John Williams (pi), Teddy Kotick (bx) e Nick Stabulas (bat )
WOODLORE (Phil Woods)
Hackensack, N.J., 25/novembro/1955
HARRY EDISON
Harry “Sweets” Edison (tp), Jimmy Forrest (st), Jimmy Jones (pi), Freddie Green (gt), Joe Benjamin (bx) e Charlie Persip (bat)
SHORT COAT 
(Harry Edison) 
New York, 18/setembro/1958
FREDDY COLE
Freddy Cole (vcl,arranjo), Byron Stripling (tp,flh), Robin Eubanks (tb), Jeff Scott (fhr), Mel Martin (fl), Frank Perowsky (ssop,st), Grover Washington, Jr. (ssop), Antonio Hart, William Kerr (sa,fl), Javon Jackson (st), Roger Rosenberg (sbar), Joe Locke (vib), Cyrus Chestnut (pi), Lionel Cole (keyboards), Tim Pierce (gt), George Mraz (bx), Yoron Israel e Russell Kunkel (bat)
ISN'T SHE LOVELY
(Stevie Wonder)
Los Angeles, dezembro,1994
NEW ORLEANS RHYTHM KINGS 
Paul Mares And His Friars Society Orchestra : Paul Mares (tp), Santo Pecora (tb), Omer Simeon (cl), Boyce Brown (sa), Jess Stacy (pi), Marvin Saxbe (gt), Pat Pattison (bx) e George Wettling (bat)
WHEN YOU LIVE IN THE LAND OF DREAMS
(Paul Mares)
Chicago, 7/janeiro/1935
DEXTER GORDON
Freddie Hubbard (tp), Dexter Gordon (st), Horace Parlan (pi),George Tucker (bx) e Al Harewood (bat)
I WAS DOING ALL RIGHT
(George/ Ira Gershwin)
Englewood Cliffs, N.J., 6/maio/1961
BANDA MANTIQUEIRA
Nailor Azevedo “proveta” (sa, ssop, cl), Cássio Ferreira (st, ssop,fl), Josué dos Santos (st, fl), Ubaldo Versolato (sbar, fl), François de Lima (v-tb), Valdir Ferreira (tb), Walmir Gil, Nahor Gomes, Odésio Jericó (tp, flh), Edson Alves (g-bx, arranjo), Jarbas Barbosa (gt), Celso de Almeida (bat), Fred Prince e Cleber Almeida (perc) –
CHORINHO PRO CALAZANS
(Cacá Malaquias)
Estúdio Comep, SP, maio e junho/2016
BILL COLEMAN
Bill Coleman (flh), Ben Webster (st), Fred Hunt (pi), Jim Douglas (gt), Ronnie Rae (bx) e Lennie Hastings (bat)
POUND HORN
(Bill Coleman / Ben Webster) 
Londres, 27/abril/1967
JOHNNY COLES
Johnny Coles (tp) Leo Wright (fl), Joe Henderson (st), Duke Pearson (pi, arranjo), Bob Cranshaw (bx) e  Pete La Roca (bat) 
MY SECRET PASSION
(Duke Pearson)
Englewood Cliffs, N.J., 9/agosto/1963
JOHNNY WINTER
Johnny Winter (gt, vcl), Big Walter Horton (hca), Edgar Winter (pí), Willie Dixon (bx) e John Turner (bat)
MEAN MISTREATER
(James Gordon)
Texas, fevereiro/1969
JOE NEWMAN
Joe Newman (tp), Billy Byers (tb), Gene Quill (sa), Frank Foster (st), John Lewis (pi), Freddie Green (gt), Milt Hinton (bx) e Osie Johnson (bat)
KING SIZE (Ernie Wilkins)
New York, abril/1956
BRIAN LYNCH
Brian Lynch (tp, arranjo),  Michael Dudley, Jean Caze, Jason Charos, Alec Aldred (tp), Tom Kelley (sa, fl), David Leon (sa, cl), Gary Keller (st), Chris Thompson-Taylor (st, cl), Mike Brignola (sbar, b-cl), Dante Luciani, Carter Key, Steven Robinson (tb), John Kricker (b-tb), Alex Brown (pi), Lowell Ringel (bx), Hilario Bell (bat), Murph Aucamp, Little Johnny Rivero (perc)
AFRICA LAND
 (Brian Lynch)
Frost School of Music, University of Miami at Coral Gables, FL,  maio/2019

P O D C A S T # 5 0 5

14 fevereiro 2020

NANCY HARROW
NEW ORLEANS RHYTHM KINGS 


ART VAN DAME



PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO:

CRÉDITOS DO PODCAST # 504

09 fevereiro 2020

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS e AUTORES
GRAVAÇÃO
LOCAL e DATA
CHARLIE BYRD

BARNEY KESSEL

HERB ELLIS
Charlie Byrd, Barney Kessel, Herb Ellis (gt), Joe Byrd (bx) e Johnny Rae (bat)
UNDECIDED
(Sydney Robin / Charlie Shavers)
Concert at Concord Jazz Festival, Concord, CA, 28/julho/1974
O BARQUINHO
(Ronaldo Bôscoli / Roberto Menescal)
SLOW BURN (Barney Kessel)
H AND B GUITAR BOOGIE
(Herb Ellis / Barney Kessel)
TOPSY (Edgar Battle / Eddie Durham)
DOWN HOME BLUES
(Herb Ellis / Barney Kessel)
CHARLIE'S BLUES (Charlie Byrd)
BENNY'S BUGLE (Benny Goodman)

Meninos, eu ouvi (6)

08 fevereiro 2020

Oi turma.
É com muito prazer que eu coloco neste post um dos maiores músicos que já tive a honra de ouvir e assistir pessoalmente. Victor Assis Brasil. Uma das vezes foi no Museu de Arte Moderna no Rio de Janeiro e a outra na Sala Funarte no Projeto Seis e Meia. Neste último fui com meu querido e saudoso amigo Lula onde, ao final do show, fomos até o camarim do Victor e lá tirei algumas fotos que guardo com muito carinho. Desta vez selecionei o tema "O Cantador" que faz parte do album "Pedrinho" da gravadora Emi-Odeon. O tema é executado pelo quarteto composto por Victor (sa) Jota Moraes (pn) Paulo Russo (bx) e Ted Moore (bt).
Victor nasceu em 28 de agosto de 1945 no Rio de Janeiro e faleceu em 14 de abril de 1981 no Rio de Janeiro.
Forte abraço.




P O D C A S T # 5 0 4

07 fevereiro 2020

BARNEY KESSELL



JAZZ IN CONCERT
CHARLIE BYRD
HERB ELLIS

PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR

CRÉDITOS DO PODCAST # 503

02 fevereiro 2020

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS  e AUTORES
GRAVAÇÃO LOCAL e DATA
LUCKY THOMPSON
Lucky Thompson (st, arranjo), Henri Renaud (pi), Benoit Quersin (bx) e Gerard "Dave" Pochonet (bat)
THIN ICE (Lucky Thompson)
Paris, 21/fevereiro/1956
Lucky Thompson And His Lucky Seven: Neal Hefti (tp), Benny Carter (sa,arranjo) Lucky Thompson (st), Bob Lawson (sbar), Dodo Marmarosa (pi), Barney Kessel (gt) Red Callender (bx) e Lee Young (bat)
JUST ONE MORE CHANCE
(Sam Coslow / Arthur Johnston)


Los Angeles, 22/abril/1947
FROM DIXIELAND TO BOP
(Patrick Lipschitz)
Fred Gerard, Roger Guerin (tp), Benny Vasseur (tb), Andre "Teddy" Hameline (sa), Jean-Louis Chautemps, Lucky Thompson (st), William Boucaya (sbar), Henri Renaud (pi), Benoit Quersin (bx) e Roger Paraboschi (bat)
SOUSCRIPTION (Henri Renaud)
Paris, 5/março/1956
INFLUENCE (Lucky Thompson)
Lucky Thompson (ssop, st), René Thomas (gt), Ingfried Hoffmann (órgão), Eberhard Weber (bx), Sadi (bgo, cga)
SAUVABELIN
(Lucky Thompson)
Villingen-Schwenningen, Alemanha, 13/março/1969
Lucky Thompson (st), Martial Solal (pi), Jean-Pierre Sasson (gt), Benoit Quersin (bx) e Gerard "Dave" Pochonet (bat)
LOVE IS HERE TO STAY
(George Gershwin / Ira Gershwin)
Paris, 14/março/1956
Klaus Marmullá (sa), Lucky Thompson (st), Hans Koller, Georges Grenu (st), Helmut Reinhardt (sbar), Wolfgang Schluter (vib), Michael Naura (pi), Hajo Lange (bx) e Heinz von Moisy (bat)
JEANNINE (Duke Pearson)
Hamburg, Alemanha, 17/abril/1959
Jimmy Hamilton (cl), Lucky Thompson (st), Billy Taylor (pi), Oscar Pettiford (bx) e Osie Johnson (bat)
Mr. E-Z (Lucky Thompson)
New York, outubro/1954
Lucky Thompson (ssop), Martial Solal (pi), Oscar Pettiford (bx) e Kenny Clarke (bat)
THE WORLD AWAKES 
(Lucky Thompson)
Live at "Grugahalle", Essen, Alemanha, 18/abril/1959
Lucky Thompson (st), Tommy Flanagan (pi), Wally Richardson (gt), Willie Ruff (bx) e Oliver Jackson (bat)
POOR BUTTERFLY
(John Golden / Raymond Hubbell)
New York, c. 1965
Lucky Thompson (ssop), Buddy Tate (st), Milt Buckner (org), Wallace Bishop (bat) 
SATIN DOLL
(Duke Ellington / Billy Strayhorn / Johnny Mercer)
Live at  "Johnnie's", Lausanne, Suiça, 11/setembro/1968