Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).


BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

MEXENDO NA DISCOTECA

30 junho 2019

Oi turma.
Mexendo na minha discoteca encontrei um álbum que considero um dos mais importantes da minha coleção. Ralph Burns & Orchestra Among With The JATPs. Eu encontrei este álbum numa loja de discos que tinha na rua São José, Rio de Janeiro, e eu me lembro até o nome do vendedor, era Waldir. Eu não me lembro as quantas vezes já ouvi esta "matéria". Inúmeras vezes me deliciei com os lindos solos do Bill Harris, Hal McKusick, Flip Phillips, enfim, com todos os cobras que participaram da gravação.
Reproduzo abaixo o Lp inteiro para que vocês curtam.
Forte abraço.



Alto Saxophone – Sam Marowitz, Hal McKusick, Baritone Saxophone – Danny Bank
Bass – Ray Brown, Clarinet – Jimmy Hamilton, Drums – Louis Bellson
Piano – Oscar Peterso, Tenor Saxophone – Flip Phillips, Al Cohn
Trombone – Bill Harris, Trumpet – Alfred De Risi, Al Porcino, Bernie Glow, Lou Oles, Roy Eldridge

A1 Perpetual Motion   
A2 Spring in Naples   
A3 Sprang                     
A4 Chuck-a-Luck          
B1 Early Awedom
B2 Music for a Strip Teaser
B3 Pimlico
B4 Taxco

Recorded - Norgran Records, February 1956




CRÉDITOS DO PODCAST # 472

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÕES LOCAL e DATA
ROY HARGROVE
Roy Hargrove (flh), Ron Blake (st,sop) Stanley Turrentine (st), Cyrus Chestnut (pi), Rodney Whitaker (bx) e Gregory Hutchinson (bat)
SOPPIN' THE BISCUIT
(Roy Hargrove) 
New York, 17/janeiro/1994
Roy Hargrove (tp), Stephen Scott (pi) e  Christian McBride (bx)
STAR EYES
(Gene DePaul / Don Raye) 
New York, 14/abril/1995
Roy Hargrove (tp), Slide Hampton (tb), Justin Robinson (sa), Ronnie Matthews (pi), Dwayne Burno (bx) e Willie Jones, III (bat)
INVITATION
(Bronislaw Kaper / Paul Francis Webster) 
Los Angeles, 2005
Roy Hargrove (tp), Jonathan Batiste (pi), Justin Robinson (sa), Ameen Saleem (bx) e Montez Coleman (bat)
SOULFUL (Milt Jackson)
Seattle, Wash, estúdios da KNKX/ 2/dezembro/2009
Roy Hargrove (tp), Antonio Hart (sa), Marc Cary (pi), Rodney Whitaker (bx) Gregory Hutchinson (bat)
MILESTONES (Miles Davis)
New York, janeiro/1992
Roy Hargrove (tp,flh), Frank Greene, Greg Gisbert, Darren Barrett, Ambrose Akinmusire (tp), Jason Jackson, Vincent Chandler, Saunders Sermons (tb), Max Seigel (b-tb), Bruce Williams, Justin Robinson (sa), Norbert Stachel, Keith Loftis (st), Jason Marshall (sbar), Gerald Clayton (pi), Saul Rubin (gt), Danton Boller (bx) e Montez Coleman (bat)
MS. GARVEY, MS. GARVEY
 (Jason Marshall)
Hollywood, CA, 17/junho/2008
ROY ALLAN (Roy Hargrove)  
Roy Hargrove (tp), Antonio Hart (sa), John Hicks (pi), Scott Colley (bx) e Al Foster (bat)
WHISPER NOT
 (Benny Golson)
New York, dezembro/1989
Roy Hargrove (tp,flh), Justin Robinson (sa), Gerald Clayton (pi), Danton Boller (bx) e Montez Coleman (bat)
STRASBOURG/ST. DENIS

(Roy Hargrove) 
Los Angeles, 21/setembro/2007

P O D C A S T # 4 7 2

28 junho 2019


MÚSICO EM FOCO


ROY HARGROVE




PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR


GUNTHER SCHULLER, FORJADOR DA TERCEIRA CORRENTE NO JAZZ

26 junho 2019







GUNTHER SCHULLER, um dos músicos mais respeitados no mundo do jazz, compositor, arranjador, escritor, educador e executante de  trompa, que morreu em junho /2015 aos 89 anos de idade, outro dos grandes inovadores do jazz contemporâneo.
Schuller é creditado como o "arquiteto" da " TERCEIRA CORRENTE ", mais de meio século atrás, com a fusão de música clássica e jazz.
Ele tinha uma sólida formação em música clássica erudita estudando violino e trompa, que era seu instrumento definitivo. Aos 15 anos já tocava em grupos de música clássica e em 1945 estreou seu primeiro trabalho, como solista, o "Primeiro Concerto de Trompa Francesa".
Mas sua paixão quando muito jovem em jazz foi acesa pela Duke Ellington Orchestra e entre 1949 e 1950 fez parte do grupo de Miles Davis quando gravou os temas lendários de Birth Of The Cool, onde tocou trompa e fez alguns dos arranjos (mais de 50 anos depois ele faria arranjos para as reinterpretações de Birth Of The Cool de Joe Lovano).
Em 1955, ele e John Lewis, pianista e arranjador também do Birth of the Cool fundou a Jazz and Classical Music Society e a Lenox School of Jazz em Massachusetts, onde atuou com Ornette Coleman em 1959.
Schuller e John Lewis são considerados o "Terceiro Fluxo", que foi o primeiro movimento importante que fundiu o jazz com a música clássica.
Gunther Schuller também tocou com Charles Mingus, Jimmy Giuffre, John Lewis, Ornette Coleman, Eric Dolphy, Dizzy Gillespie, J.J. Johnson, Bill Evans, Roy Haynes e Joe Lovano, entre outros grandes nomes do jazz. Mas no final dos anos 50 sua carreira começou a se direcionar para a educação musical e produção de livros, embora ele ocasionalmente continuasse a tocar jazz até muito recentemente. Ele também foi um respeitado comentarista e crítico de jazz.
Entre seus principais livros estão o Early Jazz: Its Roots and Musical Development and The Swing Era 1930-1945 (editado em 1989), e suas memórias - A Life in Pursuit of Music and Beauty.
Em 1994 ganhou o Prêmio Pulitzer e em 1988 o Prêmio William Schuman. Recebeu dois prêmios Grammy e o NEA Jazz Masters Award. Ao longo de sua carreira, ele recebeu dez pós-graduações honorárias e a Medalha Macdowell para compositores.

(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz de Pablo Aguirre)


CRÉDITOS DO PODCAST # 471

23 junho 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÕES LOCAL e DATA
MCCOY TYNER
Mccoy Tyner (pi), Henry Grimes (bx) e Roy Haynes (bat)
HAVE YOU MET MISS JONES

 (Richard Rodgers / Lorenz Hart)
Englewood Cliffs, N.J., 14/novembro/1962
JOE WILLIAMS 
Joe Williams (vcl), Jimmy Jones (pi) e demais membros não identificados
New York, 1959
MICHEL LEGRAND
Clark Terry, Snooky Young, Ernie Royal, Al Derisi (tp), Bob Brookmeyer, Wayne Andre, Bill Elton, Urbie Green, Tom Mitchell (tb), Julius Watkins, Bob Northern, Ray Alonge, Earl Chapin (trompas), Jerry Dodgion, Phil Woods (sa) Paul Gonsalves (st) + 2 saxes tenor  desconhecidos, Tommy Flanagan (pi), Milt Hinton (bx) Sol Gubin (bat), Michel Legrand (arranjo, direção) e Billy Byers (condução)
New York, 6/dezembro/1962
BLACK ART JAZZ COLLECTIVE
Wayne Escoffery (st), Jeremy Pelt (tp), James Burton III (tb), Xavier Davis (pi), Vincent Archer (bx),  Johnathan Blake (bat)
MILLER TIME 
(Johnathan Blake)
New York, junho/2018
WAGNER TISO
VICTOR BIGLIONE
Wagner Tiso (pi) e Victor Biglione (gt)
SONHO DE UM CARNAVAL (Chico Buarque)
Gravado pela Universidade Estácio de Sá - Rio de Janeiro 2004
ROB PARTON
Rob Parton, Victor Garcia, Roger Ingram (tp), John Wojciechowski, Mark Colby, Kevin Kizer (st), Ken Partyka, Chris Madsen (sa), Ted Hogarth (sbar), Dan Johnson, Andy Baker, Tim Coffman (tb), Thomas Matta  (btb), Mike Pinto (gt), Stewart Miller (bx), Bob Rummage (bat) e Michael Conrad (arranjo)
TETRAGON (Joe Henderson)
Hinge Studios, Chicago, 5/agosto/2011
LESTER YOUNG 
Lester Young (st), Nat King Cole (pi) e Buddy Rich (bat)
I COVER THE WATERFRONT (Johnny Green / Edward Heyman)
Los Angeles, abril/1946
MICHEL CAMILO
Michel Camilo (pi) Marc Johnson (bx) Dave Weckl (bat) e Mongo Santamaria (cga)
BLUE BOSSA 
(Kenny Dorham)
New York, 1/fevereiro/1988
GEORGE COLEMAN
George Coleman (st, ldr) Hilton Ruiz (pi), Sam Jones (bx) e Billy Higgins (bat)
AMSTERDAM AFTER DARK
(George Coleman)
New York, 29/dezembro/1978
KEITH JARRETT
Keith Jarrett (pi), Gary Peacock (bx) e Jack DeJohnette (bat)
BOUNCING WITH BUD
 (Gil Fuller / Bud Powell)
Live at, "Palais des Congres", Paris,   5/julho/1999
CHARLIE CHRISTIAN
Charlie Christian (gt), Joe Guy, Dizzy Gillespie (tp), Don Byas (st), e (pi) (bx), (bat), desconhecidos
UP ON TEDDY'S HILL
(Charlie Christian)
Live at "Minton's Playhouse", New York, maio/1941
SCOTT HAMILTON
Scott Hamilton (st), Gene Ludwig (órgão), Doug James (sbar), Duke Robillard (gt), Chuck Riggs (bat)
BLUE TURNING GREY OVER
 YOU (Andy Razaf / Fats Waller) -
Van Gelder Studios, Englewood Cliffs, NJ, 6/maio/2008

P O D C A S T # 4 7 1

21 junho 2019



CHARLIE CHRISTIAN

GEORGE COLEMAN
MICHEL CAMILO






PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR


HANNA lança álbum duplo em homenagem a João Gilberto

20 junho 2019

Quatro anos depois de lançar o álbum "O amor é Bossa Nova – Homenagem a João Gilberto", na época, inclusive, com indicações ao Grammy Latino e ao Prêmio da Música Brasileira, a cantora HANNA volta a se debruçar sobre a obra deste patrono da música brasileira, agora imbuída de uma releitura mais abrangente, com maior pompa e apostando alto. O segundo volume de “O amor é Bossa Nova – Homenagem a João Gilberto”, um CD duplo, reúne 23 canções que se consagraram na voz do pai da Bossa-Nova e que se tornaram obrigatórias em setlists jazzísticos mundo afora. O resgate magistralmente concebido e realizado pela cantora, que por si só já desponta como um dos grandes lançamentos contemporâneos do gênero, traz ainda duas cartas na manga - as canções “Ho ba la la” e “Bim Bom”, duas autorais, do primeiro compacto de João Gilberto (“Chega de Saudade”, de 1957), foram autorizadas pelo próprio, quando já atravessava sérios imbrólios pessoais e financeiros.
Sem dar entrevistas nem realizar shows há anos, as autorizações de João Gilberto para essas músicas são verdadeiros trunfos que parecem retribuir o carinho e a admiração da cantora pelo compositor.
O disco duplo “O amor é Bossa Bova – Homenagem a João Gilberto – volume 2” reúne também outras músicas que João Gilberto gravou e levou para o mundo e se tornaram standards internacionais: “Aquarela do Brasil”, “Corcovado”, “Águas de Março”, “Caminhos cruzados”, “Avarandado”, “A cor do Pecado”, “Desde que o Samba é samba”, “É preciso perdoar”, “Eu quero um samba”, “Eu sei que vou te amar”, “Eu vim da Bahia”, “Falsa baiana”, “Fotografia”, “Insensatez”, “Lígia”, “Pra quê discutir com a madame”, “O samba da minha terra”, “Retrato em Branco e Preto”, “Você e eu”, “Triste”, “Tin Ton por Tin Tin”.

Com uma carreira internacional digna de elogios e reconhecimentos notáveis, em março deste ano Hanna ganhou o título de Embaixadora do Turismo do Rio de Janeiro e coloca neste novo álbum sua doce interpretação e requinte, seu toque sensual e o aveludado de sua voz, que passeia com brilhantismo a cada canção, repaginando, com seu estilo único, a influência inconfundível de João Gilberto.

Divulgação e assessoria de imprensa por Cezanne Comunicação.

RECORDANDO HORACE SILVER

18 junho 2019


Exatamente há cinco anos atrás, nós relatamos neste blog sobre a morte de um dos grandes nomes do jazz. Horace Silver, nome artístico de Horace Ward Martin Tavares Silva, foi pianista e compositor de jazz norte-americano. Era filho de João Tavares Silva, de Cabo Verde, e Gertrude, uma norte-americana. Destacou-se nos estilos hard bop e soul jazz. um dos pilares desses estilos e adepto de ritmos exóticos, morreu aos 85 anos de idade, de causas naturais, em sua casa em New Rochelle.
O autor de "Song For My Father" (entre muitas outras composições famosas) participou do movimento de renovação intensa dos anos 50 atuando com os Jazz Messengers, com seus próprios conjuntos e luminares como Coleman Hawkins, Miles Davis, Oscar Pettiford, Milt Jackson, Hank Mobley, Terry Clark, Gigi Gryce, Al Cohn, Nat Adderley, Lester Young, entre uma longa lista de outros.
Foi professor e mentor de Bennie Maupin, Junior Cook, Hank Mobley, Blue Mitchell e Louis Hayes, entre outros. E por seus conjuntos passaram mestres, tais como Joe Henderson, Charles Tolliver, Donald Byrd, Benny Golson, Art Farmer, Blue Mitchell, Stanley Turrentine, Woody Shaw, Dave Douglas, Dee Dee Bridgewater e os irmãos Brecker.
Horace Silver e os Jazz Messengers é um álbum de estúdio de 1956 do pianista com o baterista Art Blakey. Foi um álbum importante no estabelecimento do estilo hard bop, um clássico, e foi o primeiro álbum de estúdio lançado sob o nome da banda ─ The Jazz Messengers que Blakey usaria para o resto de sua carreira. Originalmente lançado como LP, o álbum foi posteriormente reeditado em CD várias vezes.
Sua grande discografia consiste em 36 álbuns de estúdio, 3 álbuns ao vivo e 7 compilações.
Silver foi inicialmente um sideman, primeiro gravando em 1950, depois um líder de (combos) grupos principalmente pequenos. Depois de deixar os Messengers em 1956, Silver liderou um ótimos grupos nos anos 60 em diante. A grande maioria das gravações de Silver como líder foi para o selo Blue Note, embora mais tarde ele também gravou para a Columbia.




(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz)


CRÉDITOS DO PODCAST # 470

16 junho 2019

ÁLBUM  /  SELO
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÃO LOCAL e DATA
J.J. JOHNSON SEXTET / Blue Note
Clifford Brown (tp) J.J. Johnson (tb) Jimmy Heath (sbar), John Lewis (pi), Percy Heath (bx) e Kenny Clarke (bat)
TURNPIKE (J.J. Johnson)
New York, 22/junho/1953
EVERYBODY DIGS BILL EVANS / Milestone
Bill Evans (pi), Sam Jones (bx) e Philly Joe Jones (bat)
TENDERLY
(Walter Gross / Jack Lawrence)
New York, 15/dezembro/1958
WE THREE / New Jazz
Phineas Newborn, Jr. (pi), Paul Chambers (bx) e Roy Haynes (bat)
REFLECTION (Ray Bryant)
Hackensack, N.J., 14/novembro/1958
CANNONBALL ADDERLEY QUINTET / Savoy
Nat Adderley (cnt), Cannonball Adderley (sa), Hank Jones (pi), Paul Chambers (bx) e Kenny Clarke (bat)
A LITTLE TASTE
(Cannonball Adderley)
Hackensack, N.J., 14/julho/1955
ATOMIC BASIE / Roulette
Thad Jones, Joe Newman, Snooky Young, Wendell Culley (tp), Henry Coker, Al Grey, Benny Powell (tb). Marshal Royal, Frank Wess (sa), Frank Foster, Eddie "Lockjaw" Davis (st), Charlie Fowlkes (sbar), Count Basie (pi), Freddie Green (gt), Eddie Jones (bx) Sonny Payne (bat) e Neal Hefti (arranjo)
WHIRLY-BIRD
(Neal Hefti)
New York, 21/outubro/1957
ELLINGTON AT NEWPORT
 / Columbia - Legacy
John Willie Cook, Clark Terry William Johnson, Ray Nance (tp), Russell Procope, Johnny Hodges (sa), James Hamilton, Paul Gonsalves, Quentin Jackson, John Sanders, Britt Woodman (tb), Harry Carney (sbar), Duke Ellington (pi), James Woode (bx) e Sam Woodyard (bat)
JEEP’S BLUES
(Duke Ellington / Johnny Hodges)
Jazz Festival, Newport, R.I., 7/julho/1956
BUDDY POWELL /
Clef Records
Bud Powell (pi), Ray Brown (bx) e Buddy Rich (bat)
TEA FOR TWO
(Irving Caesar / Vincent Youmans)
New York, 1/julho/1950
BILLIE HOLIDAY WITH TONY SCOTT AND HIS ORCHESTRA / Verve
Billie Holiday (vcl), Charlie Shavers (tp), Tony Scott (cl,arranjo), Paul Quinichette (st), Wynton Kelly (pi), Kenny Burrell (gt), Aaron Bell (bx), Lennie McBrowne (bat)
I MUST HAVE THAT MAN
 (Dorothy Fields / Jimmy McHugh)
Fine Sound Studios, New York, 7/junho/1956
BLUE TRAIN
 / Blue Note
Lee Morgan (tp), Curtis Fuller (tb), John Coltrane (st), Kenny Drew (pi), Paul Chambers (bx) e Philly Joe Jones (bat)
I'M OLD FASHIONED
(Jerome Kern / Johnny Mercer)
Hackensack, NJ, 15/setembro/1957
CLIFFORD BROWN - MAX ROACH QUINTET / EmArcy
Clifford Brown (tp), Harold Land (st), Richie Powell (pi,arranjo), George Morrow (bx) e Max Roach (bat)
JOY SPRING 
(Clifford Brown)
Los Angeles, 2/agosto/1954
POLL WINNERS / Contemporary
Barney Kessel (gt), Ray Brown (bx) e Shelly Manne (bat)
SOFT WINDS
(Benny Goodman / Fletcher Henderson) 
Los Angeles, 2/novembro/1959
SIDNEY BECHET & HIS BLUE NOTE JAZZMEN / Blue Note
Jonah Jones (tp), Jimmy Archey (tb), Sidney Bechet (ssop), Buddy Weed (pi), Walter Page (bx) e Johnny Blowers (bat)
SWEET GEORGIA BROWN
 (Ben Bernie / Kenneth Casey / Maceo Pinkard)
New York, 25/Agosto/1953
JAZZ MESSAGE No. 2 / Savoy
DONALD BYRD (tp), Hank Mobley (st), Barry Harris (pi), Doug Watkins (bx) e Kenny Clarke (bat)
B for BB (Hank Mobley)
Hackensack, N.J., 23/julho/1956
AT MR. KELLY'S: SARAH VAUGHAN acc BY HER TRIO / Mercury
Sarah Vaughan (vcl), Jimmy Jones (pi), Richard Davis (bx) e Roy Haynes (bat)
HOW HIGH THE MOON
(Nancy Hamilton / Morgan Lewis)
Live at "Mister Kelly's", Chicago, IL, 6/Agosto/1957
DIZ AND GETZ : DIZZY GILLESPIE / STAN GETZ SEXTET / Norgran Records
Dizzy Gillespie (tp), Stan Getz (st), Oscar Peterson (pi), Herb Ellis (gt), Ray Brown (bx) e Max Roach (bat)
EXACTLY LIKE YOU
(Dorothy Fields / Jimmy McHugh)
Los Angeles, 9/dezembro/1953
GERRY MULLIGAN QUARTET / Pacific Jazz
Chet Baker (tp), Gerry Mulligan (sbar), Carson Smith (bx) e Larry Bunker (bat)
FIVE BROTHERS
(Gerry Mulligan) 
Live at "The Haig", Los Angeles, 20/maio/1953
STAN GETZ / OSCAR PETERSON TRIO / Verve
Stan Getz (st), Oscar Peterson (pi), Herb Ellis (gt) e Ray Brown (bx)
TOUR'S END (Stan Getz)
Los Angeles, CA, 10/outubro/1957
ART PEPPER MEETS THE RHYTHM SECTION / Contemporary
Art Pepper (sa), Red Garland (pi), Paul Chambers (bx) e Philly Joe Jones (bat)
YOU'D BE SO NICE TO COME HOME TO
(Cole Porter)
Los Angeles, 19/janeiro/1957
LIVE IN SCHEVENINGEN 1958 : ART BLAKEY AND THE JAZZ MESSENGERS / Fondamenta
Lee Morgan (tp), Benny Golson (st), Bobby Timmons (pi), Jymie Merritt (bx) e Art Blakey (bat)
MOANIN (Bobby Timmons) 
Live at "The Kurhaus", Scheveningen, Holanda, november 19, 1958