Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

16 janeiro 2010

RETRATOS 13 = ERROLL GARNER
Um Panorama de 88 Teclas Mágicas

(K) DISCOGRAFIA EM CD’s - RESUMO

A indicação da discografia seguinte de Garner em 20 CD’s, é um roteiro básico para os que se interessem pelo aprofundamento em sua música, com base no que há de disponível no comércio com suporte digital, já que os LP’s tornaram-se “obra de colecionador”.

i. Easy To Love
Polygram, 1990, 11 faixas escolhidas pelo pianista/arranjador Sy Johnson, dentro do material inédito de Garner devidamente preservado. Todas as faixas com Eddie Calhoun ao contrabaixo e Kelly Martin na bateria, gravadas entre os anos 50 e 50 do século passado. O ator / comediante / pianista / escritor Dudley Moore assina as notas do encarte.
ii. Dancing On The Ceiling
Polygram, 1990. 11 faixas com a mesma formação anterior, cobrindo o período de 1961 até 1965.
iii. Too Marvelous For Words
Polygram, 1990, 14 faixas, notas do encarte por Leonard Feather, Errol em trio com Wyatt Ruther / baixo e Eugene Heard / bateria.
iv. The Original Misty
Polygram, 1990, 13 faixas, com destaques para “Misty”, “Seven-Eleven Jump” e o clássico de EllingtonIn A Mellow Tone”.
v. Série Compact Jazz - Erroll Garner
Polygram, 1990, 14 temas com algumas repetições do CD anterior.
vi. Body And Soul
CBS / Sony, série “masterpieces”, 1990, contendo 20 temas.
vii. Concert By The Sea
CBS / Sony, também da série “Columbia Jazz Masterpieces”, 1990, notas do encarte por Stanley Dance e 11 faixas que reprisam o LP original.
viii. Long Ago And Far Way
CBS / Sony, 1990, 16 faixas, inclusive “Penthouse Serenade”, com Errol Garner em trio (John Simmons / baixo e Shadow Wilson / bateria).
ix. Mambo Moves Garner
Polygram, 1991, 11 faixas que incluem “Cherokee” e “Russian Lullaby”.
x. Jazz ‘Round Midnight
Polygram, 1991, contendo 16 faixas, com destaque para “Misty” e “Over The Rainbow
xi. Erroll Garner - Jazz Portraits
Sarabandas, 1993, 18 temas entre os quais os dois gravados com Charlie Parker (“Cool Blues” e “Bird’s Nest”). Esses 18 temas cobrem o período de 1946 (“Frantonality”) até 1956 (“The Man I Love”) e nos traz Garner em diversas formações.
xii. Solitaire
Polygram, 1993, 11 temas que replicam o LP original (gravações de 1955) com a adição de mais 04 faixas, destacando-se entre essas 04 o tema “Salud Segovia”.
xiii. Erroll Garner - Box Set
TELARC, 1999, contendo 06 CD’s, sendo que cada CD contem 02 albuns, todos eles originalmente da gravadora de Garner, “OCTAVE Records”. Sob o comando de Martha Glaser (vide “Mini-biografia”) esses CD’s foram produzidos e distribuídos no mercado, tanto nesse “box set” quanto individualmente.
01. That’s My Kick - Gemini
02. Campus Concert - Feeling In Believing
03. Dreamstreet - One World Concert
04. Magician - Gershwin and Kern
05. Close-Up In Swing - A New kind Of Love
06. Now Playing: A Night At The Movies - Up In Erroll’s Room

Cada um dos 06 CD’s contem em torno de 20 faixas, sempre com Martha Glaser tecendo comentários nos respectivos encartes, em produção bem cuidada.
xiv. The Essence Of Erroll Garner
Sony, 1994, 12 faixas: “Poor Buterfly”, “Lover”, “Laura”, “Avalon” e outras pérolas.
xv. Penthouse Serenade
Savoy Jazz, 1994, com 14 temas muito bem selecionados e ótima qualidade de gravação, considerando a época das gravações originais.
xvi. Serenade To Laura
Savoy Jazz, 1994, 14 temas que incluem “Moonglow”, “Confessin’”, “Stormy Weather”, “The Man I Love” e outros “standards”.
xvii. Yesterdays
Savoy, 1994, mais 13 temas do baú da Savoy, inclusive um “Dark Eyes” como somente Garner poderia produzir.
xviii. VERVE Jazz Masters, Volume 7 - Erroll Garner
Distribuição Polygram, 1994, 15 faixas das quais 07 com Garner em piano.solo e as demais em trio mais a conga de Candido Camero.
xix. Contrasts
VERVE / EmArcy, 1998, 13 faixas, notas do encarte por Mark Gardner com base na colaboração de Martha Glaser, Stephen Rayner e Wyatt “Bull” Ruther. Preciosa reedição, inclusive com o aproveitamento do material fotográfico original.
xx. Quadromania - Erroll Garner - Honeysuckle Rose
Membran, 2005, coleção alemã, contendo 73 faixas (1947 até 1950) em “box” de 04 CD’s. O encarte alinha corretamente todas as formações, que vão de “piano.solo”, passam por “trios” e chegam até 08 faixas em “sexteto”.
Segue em
(L) SOBRE A APRESENTAÇÃO DE ERROLL GARNER
NO TEATRO MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

3 comentários:

Anônimo disse...

parabens pelo blog...
Na musica country VIRGINIA DE MAURO a LULLY de BETO CARRERO vem fazendo o maior sucesso com seu CD MUNDO ENCANTADO em homenagem ao Parque Temático em PENHA/SC. Asssistam no YOUTUBE sessão TRAPINHASTUBE, musicas como: CAVALEIRO DA VITÓRIA, MEU PADRINHO BETO CARRERO, ENTRE OUTRAS...
é o sonho eterno de BETO CARRERO e a mão de DEUS.

Anônimo disse...

parabens pelo blog...
Na musica country VIRGINIA DE MAURO a LULLY de BETO CARRERO vem fazendo o maior sucesso com seu CD MUNDO ENCANTADO em homenagem ao Parque Temático em PENHA/SC. Asssistam no YOUTUBE sessão TRAPINHASTUBE, musicas como: CAVALEIRO DA VITÓRIA, MEU PADRINHO BETO CARRERO, ENTRE OUTRAS...
é o sonho eterno de BETO CARRERO e a mão de DEUS.

APÓSTOLO disse...

???!!!...