Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Mestre Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) *in memoriam*, Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Mestre Llulla) *in memoriam*, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (Mestre MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo), Carlos Augusto Tibau (Tibau), Flavio Raffaelli (Flavim), Luiz Fernando Senna (Senna) *in memoriam*, Cris Senna (Cris), Jorge Noronha (JN), Sérgio Tavares de Castro (Blue Serge) e Geraldo Guimarães (Gerry).

MEXENDO NA DISCOTECA.

21 julho 2021

Olá turma.
Na minha mexida desta vez eu selecionei um Lp de um grande saxofonista que sempre me impressionou pela sua “potência” no sopro e grande senso de desenvolvimento nos improvisos. Eu o acompanho desde da época que ele atuava na banda do Woody Herman e depois nos seus trabalhos na West Coast. Um grande ícone do Jazz. BILL PERKINS.
O Lp que eu selecionei leva o título de QUITELY THERE. Aqui ele apresenta seu quinteto e como convidado Victor Feldman..   
Selo: Riverside Records – RS-3052
Gravação: Original Sound Studios, Hollywood; November 23, 28 and 30, 1966
O quinteto:
Bass – Red Mitchell
Drums – Larry Bunker
Electric Guitar, Classical Guitar – John Pisano
Piano, Organ, Vibraphone – Victor Feldman
Tenor Saxophone, Baritone Saxophone – Bill Perkins
O tema que eu selecionei do Lp: Emily
Uma das mais bonitas baladas que já ouvi.
Espero que vocês gostem.
Forte abraço e muita saúde.







2 comentários:

Edison Junior disse...

E que discoteca! Parabéns!

Carlos Tibau disse...

Valeu Edison.
Forte abraço.