Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Mestre Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Mestre Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (Mestre MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).


BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

RECORDANDO PHIL WOODS

30 setembro 2019




O saxofonista alto e mestre de jazz da NEA ─ PHIL WOODS morreu há quatro anos, aos 83 anos (29 de setembro de 2015, East Stroudsburg, Pensilvânia, EUA), neste quarto aniversário, queremos lembrar esse famoso mestre de jazz:
Em sua longa carreira musical de seis décadas, Woods desenvolveu um estilo bastante pessoal, apesar de sempre seguir com admiração o legado de Charlie Parker. Discípulo, ao seu modo de Parker, de quem herdou suas muitas expressões emocionais, Woods foi um dos mais completos saxofonistas das décadas de 50 a 70, com um swing exuberante e uma capacidade de improvisação nas concepções parkerianas, sempre impetuoso no ritmo, justapondo elementos variados das várias linguagens do jazz, contido ele nunca abandonou a tradição do bebop.
Woods se aposentou dos palcos e estúdios de gravação no início de setembro de 2015 devido à sua condição médica, logo após ter tocado a música "Charlie Parker com Cordas" com seu trio e a orquestra sinfônica de Pittsburgh, dia 4 desse mesmo mês.
Phil Woods começou a tocar saxofone alto aos 12 anos e estudou música com Lennie Tristano e pelos ensinamentos dos renomados Charlie Barnet, Neal Heafti e Jymmy Raney nas escolas de Manhattan e Juilliard, onde também estudou clarinete. Como estudante do ensino médio, tocou com a orquestra Charlie Barnet e, posteriormente, trabalhou com Kenny Dorham, George Wallington e Dizzy Gillespie, que se interessaram especialmente por seu estilo bebop.
Nos anos 60, tocou com Buddy Rich e viajou pela Europa com Quincy Jones e na União Soviética com Benny Goodman. Depois, além de lecionar, ele organizou seu próprio quarteto e integrou a grande banda de Clark Terry.
Desiludido com a vida política dos EUA, Woods mudou-se para a França no ano de revoluções estudantis nos dois lados do Atlântico, em 1968, onde formou sua "European Rhythm Machine", que não teve muito sucesso. Quatro anos depois, ele voltou para os EUA, estabelecendo-se em Delaware, onde continuou sua carreira musical até sua morte.
Woods gravou bastante como líder (mais de 50 álbuns), mas muitas de suas gravações notáveis foram feitas com outros músicos, como Thelonious Monk, Herbie Mann, Bill Evans, Art Blakey, Lou Donaldson, Dizzy Gillespie, Art Farmer, Oliver Nelson, Modern Jazz Quartet, Jimmy Smith, Ben Webster, Stephane Grappelli, Bill Evans, Gil Evans, Quincy Jones, Ron Carter, dentre muitos outros.
Em sua atividade como educador e mentor de jovens, Woods promoveu nos últimos anos a saxofonista alto Grace Kelly, com quem também gravou um álbum e tocou inúmeros concertos. Ele era um admirador e amigo também da saxofonista chilena com sede em Nova York, Melissa Aldana. Sua dedicação ao ensino durou várias décadas.
Além do prestigiado prêmio NEA Jazz Master, Woods ganhou quatro Grammy Awards e foi indicado para outros sete.


(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz)



CRÉDITOS DO PODCAST # 485

29 setembro 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÃO  LOCAL / DATA
DAVID LUKACS
David Lukacs (cl, st, arranjo), Malo Mazurie (cnt, tp), Attila Korb (sax baixo, tb) músico hungaro, Felix Hunot sueco (gt, bj), Joep Lumeij (bx)
DREAM CITY (David Lukacs)
Enkhuizen, Holanda do Norte, 20/fevereiro/2018
LOUISIANA
(J.C. Johnson / Andy Razaf / Bob Schafer)
GEORGE CABLES
George Cables (pi), Joe Locke (vib), Santi Debriano (bx) e Victor Lewis (bat)
LITTLE B'S POEM
(Bobby Hutcherson)
Copenhagen, Dinamarca, dezembro/1991
THERMO (Freddie Hubbard)
FATS NAVARRO
Kenny Dorham, Fats Navarro (tp), Sonny Stitt (sa), Morris Lane (st), Eddie De Verteuil (sbar) Bud Powell (pi), Al Hall (bx), Kenny Clarke (bat) e Gil Fuller (arranjo)
EVERYTHING'S COOL
(Gil Fuller / Sonny Stitt)
New York, 6/setembro/1946 
FAT BOY (Fats Navarro)
PAUL QUINICHETTE
: Buck Clayton, Shad Collins (tp), Paul Quinichette (st, ldr), Jack Washington (sbar), Nat Pierce (pi), Freddie Green (gt), Eddie Jones (bx) e Jo Jones (bat)
LOVE JUMPED OUT
 (Buck Clayton)
Hackensack, N.J., 5/setembro/1958
BABY DON'T TELL ON ME
(Count Basie / Jimmy Rushing / Lester Young)
KENNY CLARKE / FRANCY BOLAND
Benny Bailey, Idrees Sulieman, Tony Fisher, Dusko Goykovich (tp), Ake Persson, Nat Peck, Eric van Lier (tb), Derek Humble (sa), Johnny Griffin, Ronnie Scott (st), Tony Coe (st,fl), Sahib Shihab (sbar), Francy Boland (pi), Jimmy Woode (bx) e Kenny Clarke (bat)
THE WILD MAN
 (Illinois Jacquet) 
Cologne, Alemanha, 27/maio/1969
JUST IN TIME (Jule Styne)
RANDY SANDKE
Randy Sandke (tp,arranjo,direção, ldr), Warren Vache (tp), Wycliffe Gordon (tb), Ken Peplowski (st,cl) Scott Robinson (sa,st,fl), Joe Temperley (sbar), Eric Reed (pi), Howard Alden (gt), Rodney Whitaker (bx) e Joe Ascione (bat)
BOYS FROM HARLEM
(Duke Ellington)
Live at "Sylvia & Danny Kaye Playhouse", New York, 16/junho/1999
HARLEM SPEAKS
 (Duke Ellington)
FRANK FOSTER
Benny Powell, Henry Coker (tb), Frank Foster, Frank Wess (st), Kenny Burrell (gt), Eddie Jones (bx) e Kenny Clarke (bat)
ALTERNATIVE (Frank Foster)
Hackensack, NJ, 5/março/1956

P O D C A S T # 4 8 5

27 setembro 2019

DAVID LUKACS 
FATS NAVARRO







PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR


Harold Mabern Jr. (March 20, 1936 – September 17, 2019)

25 setembro 2019

Oi turma.
Devo confessar que o pianista de Jazz Harold Mabern nunca foi um dos meus preferidos e, também confesso que, não ouvi muita coisa dele. E o pouco que ouvi não me emocionou como o Tommy Flanagan ou Red Garland, para não citar outros, mas foi muito bom ouvi-lo como solista e participando de outros grupos de Jazz. Sabendo que será uma grande falta no mundo do Jazz, pois o pianista Harold Mabern gravou inumeros albums desde 1968 e se posicionou com destaque para muitos dos seus fãs, faço aqui uma homenagem a ele com uma apresentação ao vivo realizada no Village Vanguard em 26 de Agosto de 2018 com seu trio. John Webber no baixo e Joe Farnsworth na bateria.  
R.I.P.





ÚLTIMAS GRAVAÇÕES DE MILES E COLTRANE JUNTOS

24 setembro 2019






A gravadora Acrobat tem uma coleção de 4 CDs à venda, com gravações obtidas na longa turnê europeia do quinteto de Miles Davis em 1960, que marcou o fim da parceria fértil com John Coltrane, iniciada cinco anos antes.
No quinteto também toca a lendária seção rítmica (conhecida na segunda metade do século como - "A seção rítmica”, composta por Wynton Kelly, piano; Paul Chambers, contrabaixo, e Jimmy Cobb, bateria.
A coleção inclui gravações feitas ao vivo em transmissões de rádio europeias, apresentações em eventos de jazz e gravações obtidas em particular. Algumas dessas peças musicais históricas foram publicadas antes, individual e esporadicamente.
Entre as seis faixas do primeiro álbum, está incluída uma entrevista com John Coltrane por Carl-Eric Lindgren.
A seleção abrange seis horas de gravações tecnicamente aprimoradas em qualidade de som e inclui um livreto de 36 páginas escrito pelo comentarista e saxofonista Simon Spillett, que também inclui muitas fotografias.

(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz)

CRÉDITOS DO PODCAST # 484

22 setembro 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÕES LOCAL e DATA
TADD DAMERON
Fats Navarro (tp), Ernie Henry (sa), Charlie Rouse (st), Tadd Dameron (pi,arranjo), Nelson Boyd (bx) e Shadow Wilson (bat)
DAMERONIA (Tadd Dameron)
New York, 26/setembro/1947
PAUL NEDZELA
Paul Nedzela (sbar), Dan Nimmer (pi), David Wong (bx) e Aaron Kimmel (bat)
LISA (Phil Zito)
New York, abril/2019
PAUL JEFFREY
Paul Jeffrey (st), Alessandro Collina (pi), Sebastien Adnot (bx) e Laurent Sarrien (bat)
WE SEE (Thelonious Monk)
Nice, França, 1998
LOVIE AUSTIN
Lovie Austin And Her Blues Serenaders: Tommy Ladnier (cnt), Jimmy O'Bryant (cl) e Lovie Austin (pi)
TRAVELING BLUES (Lovie Austin) 
Chicago, novembro / 1924
COLEMAN HAWKINS
Coleman Hawkins And His All Stars : Idrees Sulieman (tp), J.J. Johnson (tb), Coleman Hawkins (st), Hank Jones (pi), Barry Galbraith (gt), Oscar Pettiford (bx) e Jo Jones (bat)
SANCTICITY
(Coleman Hawkins) 
New York, 15/março/1957
DOM SALVADOR
RIO 65 TRIO: Dom Salvador no piano, Sergio Barrozo no baixo e Edison Machado na bateria
MEU FRACO É CAFÉ FORTE
 (Dom Salvador)
Rio de Janeiro / 1965
MUNDELL LOWE
Andre Previn (pi), Mundell Lowe (gt) e Ray Brown (bx)
BETWEEN THE DEVIL AND THE DEEP BLUE SEA
(Ted Koehler)
New York, 10/março/1990
JAMES WILLIAMS
Bill Easley (sa, fl), Billy Pierce (st), James Williams (pi), Kevin Eubanks (gt), Rufus Reid (bx) e Tony Reedus (bat)
PROGRESS REPORT
(James Williams)
New York, 24/maio/1985
HOT CLUBE DE FRANCE
Stephane Grappelli (vln), Django Reinhardt (gt), Pierre Ferret, Marcel Bianchi (rhy-gt) e Louis Vola (bx)
CHICAGO (Fred Fisher) 
Paris, 26/abril/1937
JOHN LEE HOKER
John Lee Hoker (gt, vcl)
HOBO BLUES
(Bernard Besman / John Lee Hooker)
São Francisco, 1986
THAD JONES/MEL LEWIS
Thad Jones (tp,arranjo,condução), Jimmy Nottingham, Bill Berry, Jimmy Owens, Danny Stiles (tp), Jack Rains, Garnett Brown, Tom McIntosh (tb), Cliff Heather (b-tb), Jerome Richardson, Jerry Dodgion (sa), Joe Farrell, Eddie Daniels (st), Pepper Adams (sbar), Hank Jones (pi) Sam Herman (gt), Richard Davis (bx) e Mel Lewis (bat)
MEAN WHAT YOU SAY
 (Thad Jones)
Live at "Village Vanguard", New York, 21/março/1966
PHIL WOODS
Fabrizio Bosso (tp), Rosario Giuliani (sa), Franco D'Andrea (pi), Massimo Moriconi (bx) e Lorenzo Tucci (bat) e Phil Woods (sa, arranjo e condução)
LADY BIRD (Tadd Dameron)
Milão, Itália, 15/maio/2000

CONEXÃO MINAS-METHENY É O EVENTO DO MÊS DE OUTUBRO NO MANOUCHE-RJ


M A N O U C H E
e
CJUB – JAZZ & BOSSA
apresentam

CONEXÃO MINAS-METHENY
com LIPE PORTINHO TRIO & ALEXANDRE CARVALHO

Um dos mais emblemáticos movimentos da música brasileira, o Clube da Esquina, fonte permanente de inspiração para artistas do mundo inteiro, consolidou-se com o lançamento do disco homônimo, em 1972, liderado por MILTON NASCIMENTO e LÔ BORGES. Além do repertório de beleza ímpar, consagrando inúmeros clássicos atemporais, o Clube da Esquina revelou para o mundo vários instrumentistas brasileiros ícônicos – entre eles, WAGNER TISO, ROBERTINHO SILVA, PAULO MOURA e TONINHO HORTA – e não tardou a impactar o mundo do Jazz, seduzindo e influenciando autênticas lendas do gênero, como WAYNE SHORTER, HERBIE HANCOCK e, de modo particulamente especial, PAT METHENY, cuja singular identificação com as harmonias inovadoras de TONINHO HORTA, consolidou para sempre essa ponte entre MPB e Jazz.

Toda a magia dessa simbiose musical é o mote do novo projeto do CJUB JAZZ & BOSSA,
CONEXÃO MINAS-METHENY,
uma sofisticada leitura dos grandes clássicos dos repertórios do CLUBE DA ESQUINA (Vera Cruz, Clube da Esquina 1 & 2), Toninho Horta (Manual, o Audaz, Aquelas Coisas Todas, Francisca), e de PAT METHENY (Minuano, Last Train Home, entre outras) pelo trio do notável contrabaixista LIPE PORTINHO, tendo ANA AZEVEDO e ANDRÉ FROES, ao piano e na bateria, respectivamente, mais a presença do aclamado guitarrista ALEXANDRE CARVALHO, todos contando sólida carreira no cenário da música instrumental brasileira.

Você não pode perder o encontro do Jazz com o Clube da Esquina, no projeto CONEXÃO MINAS-METHENY: sábado, 12 de outubro, no MANOUCHE.

Lipe Portinho, direção musical, arranjos, contrabaixo;
Alexandre Carvalho, arranjos, guitarra;
Ana Azevedo, piano;
André Froes, bateria.

Local: Manouche (subsolo da Casa Camolese)
Rua Jardim Botânico 983 (dentro do Jockey Club)
Horário: 21 h.
Ingressos: https://manouche.byinti.com
ou na bilheteria da casa, em noites de espetáculo (terça a sábado, a partir das 19:30)
Valor: R$ 160,00 (inteira); R$ 120,00 (meia solidária); R$ 80,00 (meia-entrada).

CJUB - HISTÓRICO DE PRODUÇÕES

O CJUB Jazz & Bossa produziu de maio de 2003 a setembro de 2019, 36 Concertos (os detalhes de cada um deles seguem abaixo) que ficaram na memória dos cariocas que apreciam a boa musica.

Após o emocionante Concerto de sexta feira (20.09) com a BJBB (Mancini's Best), é com muita satisfação que recordamos que no próximo DIA 12.10.2019 (sexta feira), às 21:00, o CJUB e o Manouche trarão mais um programa IMPERDÍVEL, o Concerto de número 37, o quinto em 2019.

CONEXÃO MINAS - METHENY

Guitarra - Alexandre Carvalho
Piano - Ana Azevedo
Baixo - Lipe Portinho
Bateria - André Fróes

Esperamos reencontrar todos no Manouche

-------------------------------------------------------------------

O CJUB e seus 36 ENCONTROS MUSICAIS anteriores:

(33 CONCERTOS, 2 EVENTOS INTERNACIONAIS COM O BRAZILIAN JAZZ TRIO E UMA JAM SESSION)

01
20.05.03
Piano – Dario Galante
Sax Alto – Idriss Boudrioua
Trompete – Jesse Sadock
Baixo – Augusto Mattoso
Bateria – Guilherme Gonçalves

02
25.06.03
Baixo - Dodô Ferreira
Sax tenor – Daniel Garcia
Piano – Marco Tommaso
Bateria – Pedro Strasser

03
30.07.03
Piano – Sheila Zagury
Trompete – Wander Nascimento
Sax – Fernando Trocado
Baixo – José Luis Maia
Bateria – Kleberson Caetano

04
19.08.03
Baixo - Edson Lobo
Trompete, flugelhorn, e trombone de válvulas - Paulinho Trompete
Sax-alto e flauta – Ricardo Pontes
Piano - Fernando Moraes
Bateria - Wallace Cardoso

05
25.09.03
RIO DE JANEIRO JAZZ TRIO
Piano – Dario Galante
Baixo – Paulo Russo
Bateria – Andrew Scott Potter

06
29.10.03
TRIBUTO A CHARLIE PARKER
Baixo - Adriano Giffoni
Sax Alto - Idriss Boudrioua
Trompete e Fluegelhorn - Altair Martins
Guitarra - Felipe Poli
Bateria - Amaro Junior

07
26.11.03
JAZZ PANORAMA, UM TRIBUTO A JORGE GUINLE
Piano - Hamleto Stamato,
Baixo - Augusto Mattoso
Bateria - Kleberson Caetano
Trompete - Paulinho Trompete
Sax Tenor - Widor Santiago
Trombone - Roberto Marques

CJUB CHIVAS JAM
17.12.2003
Piano – Osmar Milito
Baixo – Augusto Mattoso
Bateria – Rafael Barata

I CHIVAS JAZZ LOUNGE INTERNATIONAL COM O BRAZILIAN JAZZ TRIO
21.01.04
Piano – Helio Alves
Baixo – Nilson Matta
Bateria – Duduka da Fonseca

08
28.01.04
TRIBUTO A BILL EVANS
Piano – Helio Celso
Baixo – Sergio Barroso
Bateria – Alfredo Gomes

09
25.03.04
TRIBUTO A JOHN COLTRANE
Piano – Kiko Continentino
Baixo – Sergio Barroso
Bateria – Pascoal Meirelles
Sax Tenor e Soprano – Nivaldo Ornellas

10
29.04.04
TRIBUTOS A SONNY ROLLINS E CHET BAKER, COM O QUINTETO LIDERADO POR WIDOR SANTIAGO
Sax Tenor – Widor Santiago
Trompete – Paulinho Trompete
Piano – Hamleto Stamato
Baixo – Rodrigo Villa
Bateria – Erivelton Ribeiro

11
27.05.04
TRIBUTO A RICHARD ROGERS, COM MARKOS RESENDE QUARTETO
Piano - Markos Resende
Baixo – Alberto Lucas
Bateria – Bob Wyatt
Trompete – Daniel D`alcantara

12
01.07.04
TRIBUTO A BILLY STRAYHORN, COM JOSÉ LOURENÇO SEXTETO
Piano – José Lourenço
Sax Tenor – Daniel Garcia
Trompete – Altair Martins
Trombone – Gilmar Ferreira
Baixo – Augusto Matoso
Bateria – André Tandeta

13
29.07.04
TRIBUTO A DEXTER GORDON, COM O QUINTETO LIDERADO POR DANIEL GARCIA
Sax Tenor – Daniel Garcia
Piano - Dario Galante
Baixo - Augusto Mattoso
Bateria - Rafael Barata
Trompete – Altair Martins

14
26.08.04
NEW YORK JAZZ
Banjo – Eddy Davis
Clarineta – Orange Kellin
Piano - Conal Fowkes

15
30.09.04
TRIBUTO A VICTOR ASSIS BRASIL
Sax Alto – Idriss Boudrioua
Piano – Fernando Martins
Baixo – Paulo Russo
Bateria – Xande Figueiredo
Guitarra – Alex Carvalho

16
28.10.04 -
WANDA SÁ IN CONCERT
Cantora – Wanda Sá
Piano – Adriano Souza
Baixo – Dôdo Ferreira
Bateria – João Cortez

17
25.11.04
VICTOR BIGLIONE ORGAN TRIO
Guitarra – Victor Biglione
Órgão – José Lourenço
Bateria – André Tandeta

18
31.03.05
O SOM DO BECO DAS GARRAFAS – DAVID FELDMAN TRIO
Piano – David Feldman
Baixo – Jorge Helder
Bateria – Rafael Barata

19
28.04.05
LEGRAND POUR IDRISS
Sax Alto – Idriss Boudrioua
Piano – Alberto Chimelli
Baixo – Alex Rocha
Bateria – Xande Figueiredo
Guitarra – Alex Carvalho

20
31.05.05
PETERSON POR PERANZETTA
Piano – Gilson Peranzetta
Baixo – Paulo Russo
Bateria – João Cortez

21
07.07.05
TRIBUTO A TOOTS THIELEMANS
Harmônica – José Staneck
Piano – Luis Avellar
Baixo – Paulo Russo
Bateria – Rafael Barata
Guitarra - Marcos Amorim
Sax Soprano – Henrique Band

22
28.07.05
MICHAEL CARNEY & GUILHERME GONÇALVES QUINTETO
Vibrafone & Steel Drum – Michael Carney
Bateria – Guilherme Gonçalves
Piano – Glauton Campelo
Baixo – José Santa Roza
Sax Alto – Idriss Boudrioua

23
01.09.05
JAZZTOR PIAZOLLA
Sax tenor - Blas Rivera
Piano - Marcos Nimrichter
Bandoneón – Renato Hanriot
Violino – Ana de Oliveira

24
29.09.05
O TOM DO JAZZ
Piano – Haroldo Mauro Jr.
Baixo – Sérgio Barroso
Bateria – Rafael Barata

25
27.10.05
CJUB DREAM NIGHT - HOMENAGEM A JOSÉ DOMINGOS RAFFAELLI
Piano – Dario Galante
Baixo – Paulo Russo
Bateria – Rafael Barata
Sax Alto – IdrissBoudrioua
Sax Tenor – Daniel Garcia
Trompete – Jesse Sadock
Trombone – Vittor Santos

26
26.11.2005
A GUITARRA NO JAZZ
Guitarra – Helio Delmiro
Piano – Alberto Chimelli
Baixo – Sergio Barrozo
Bateria – Kleberson Caetano

II CHIVAS JAZZ LOUNGE INTERNATIONAL COM O BRAZILIAN JAZZ TRIO
26.01.06
Piano – Helio Alves
Baixo – Nilson Matta
Bateria – Duduka da Fonseca

27
02.02.2006
O SOM DO BECO DA GARRAFAS II
Piano – David Feldman
Baixo – Nilson Matta
Bateria – Duduka da Fonseca

28
07.04.2006
“DEAR ELLA” TRIBUTO A ELLA FITZGERALD - JANE DUBOC & VICTOR BIGLIONE SExteto
Voz – Jane Duboc
Guitarra – Victor Biglione
Piano - Alberto Chimelli
Baixo – Sergio Barroso
Bateria – André Tandeta
Sax Alto – Idriss Boudrioua
Sax tenor – Daniel Garcia
Trompete – Jesse Sadock

29
27.04.2006
CJUB@CLASSICO.JAZZ
Piano – Luiz Avellar
Baixo – Sergio Barroso
Bateria - Carlos Bala

30
23.02.2019
LEGRAND PAR IDRISS
Sax Alto - Idriss Boudrioua
Piano - Eduardo Farias
Baixo - Sergio Barrozo
Bateria - Emile Saboule
Fluegelhorn - Altair Martins

31
15.06.2019
AFRO CARIBBEAN JAZZ

Henrique Band, direção, arranjos, saxofones barítono e soprano;
Rafael Rocha, trombone;
Jessé Sadoc, trompete;
Marcos Nimrichter, piano;
Jefferson Lescowich, contrabaixo;
Andre Fróes, bateria;
César Brunet, percussão.

32
16.08.2019
SAMBAJAZZ JAZZ SAMBA
Duduka da Fonseca Trio
Bateria - Duduka da Fonseca
Piano - David Feldman
Baixo - Guto Wirtti

33
20.09.2019
MANCINI'S BEST
BJBB - Baixada Jazz Big Band

P O D C A S T # 4 8 4

20 setembro 2019

JAMES WILLIAMS


PAUL NEDZELA 

PAUL JEFFREY 



PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR


NOVA JOIA DE BILL EVANS

16 setembro 2019




Queremos lembrar aos leitores deste BLOG que o álbum "Hilversum Concert", gravado em 1976, foi publicado em CD, pelo trio do pianista Bill Evans, com Eddie Gomez no contrabaixo e o baterista Jack DeJohnette que se juntou a esse grupo por um período relativamente curto, mas cativante.
A coisa valiosa e interessante sobre esta gravação por ser uma das de Bill Evans que foi "descoberta" recentemente e nunca publicada antes.
Além das gravações (publicadas anteriormente) de Bill Evans no Montreux Jazz Festival, que ganhou um Grammy em 1969, e as poucas obtidas em Some Other Time e Another Time, o "Hilversum Concert" é a única outra gravação do período relativamente curto em que Jack DeJohnette fazia parte do trio de Evans.
Essas gravações foram feitas na frente de um público ávido em uma sala de concertos na cidade de Hilversum, no norte da Holanda, em 1976, e mostram facetas do pianista possivelmente desconhecidas para alguns de seus fãs. O trabalho de Jack DeJohnette é igualmente refrescante, assim como o trabalho do parceiro de décadas de Evans, Eddie Gomez.
Tudo isso se reflete especialmente nas interpretações - sempre romanceadas (gênio de Evans) - de Waltz For Debbie (composição de Evans dedicada à filha que se tornou um padrão ao longo dos anos), Nardis e Embraceable You. Anos depois, Nardis seria atribuída a Miles Davis, mas Evans sempre assumiu a responsabilidade.
Depois de Bill Evans, o jovem baterista DeJohnette, que acabara de se separar do conjunto, se juntaria a Miles Davis para começar uma era frutífera e pioneira com Davis.

Este álbum tem uma duração de 47 minutos (curta para os padrões atuais), mas é uma joia musical, histórica e artística deslumbrante.
(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz)


CRÉDITOS DO PODCAST # 483

15 setembro 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÃO LOCAL e DATA
HAMPTON HAWES
Hampton Hawes (pi), Red Mitchell (bx) e Chuck Thompson (bat)
FEELIN' FINE (Hampton Hawes)
Los Angeles, 28/junho/1955
BLUES THE MOST
(Hampton Hawes)
Hampton Hawes (pi), Paul Chambers (bx) e Larance Marable (bat)
BLUES FOR JACQUE
(Hampton Hawes)
Los Angeles, 18/janeiro/1956
Hampton Hawes (pi), Eberhard Weber (bx)
BLACK FOREST BLUES
(Hampton Hawes)
Villingen, Black Forest, Alemanha, 8/novembro/1967
Harold Land (st), Hampton Hawes (pi), Scott LaFaro (bx) e Frank Butler (bat)
CRAZEOLOGY (Benny Harris)
Los Angeles, 17/março/1958
HIP (Hampton Hawes)
Hampton Hawes (pi), Leroy Vinnegar (bx) e Donald Bailey (bat)
MUFFIN MAN (Traditional)
Los Angeles, c. 1970
Sonny Rollins (st), Hampton Hawes (pi), Barney Kessel (gt), Leroy Vinnegar (bx) e Shelly Manne (bat)
I'VE TOLD EVERY LITTLE STAR
(Oscar Hammerstein II / Jerome Kern)
Los Angeles, 22/outubro/1958
Hampton Hawes (pi), Charles Mingus (bx) e Dannie Richmond (bat)
DIZZY MOODS (Charles Mingus)
New York, 9/julho/1957
Hampton Hawes (pi), Red Mitchell (bx) e Mel Lewis (bat)
I HEAR MUSIC
(Burton Lane / Frank Loesser)
Los Angeles, 2/maio/1955
Hampton Hawes (pi), Jim Hall (gt),Red Mitchell (bx) e Bruz Freeman (bat)
GROOVIN' HIGH
 (Dizzy Gillespie)
Los Angeles, 12/novembro/1956
BROADWAY
(Billy Bird / Teddy McRae / Henry J. Wood)
Hampton Hawes (pi), Red Mitchell (bx) e Donald Bailey (bat)
SEARCHIN' (Hampton Hawes)
"Mitchell's Studio Club", Los Angeles, 1/maio/1966

P O D C A S T # 4 8 3

13 setembro 2019

MÚSICO EM FOCO





PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR

https://www.4shared.com/mp3/AfVpbehdda/PODCAST_483.html