Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Mestre Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Mestre Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (Mestre MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).


BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

A PIONEIRA DO TROMPETE NO JAZZ

28 janeiro 2019




Relembramos mais uma vez, BILLIE ROGERS, a trompetista que se tornou famosa na orquestra de Woody Herman, com quem tocou por três anos a partir de 1941 e que foi um dos principais solistas. Billie morreu a 18 /janeiro/ 2014 com 96 anos. Gravou 12 álbuns com Herman.
Billie Rogers, depois de tocar com Herman, formou sua própria orquestra.
Ela foi a primeira mulher que fez parte de uma big band de jazz e uma das pioneiras do gênero junto com Valaida Snow. Ambas figuraram com destaque no documentário "The Girls in the Band" sobre a história difícil das mulheres no jazz .
Depois de dirigir com sua orquestra por um par de anos, Rogers se juntou à orquestra de Jerry Wald e depois formou um sexteto muito bem sucedido.
O verdadeiro nome dessa trompetista, nascida em 31 de maio de 1917, era ZELDA LOUISE SMITH. Todos os membros de sua família eram músicos. Ela muito jovem tocou em conjuntos da cidade de  Rainier, Washington, para onde seus pais se mudaram de North Plains, Oregon.
Pouco depois ela estava em turnê com bandas próprias, e foi contratada por Woody Herman num momento em que eles tocaram em Los Angeles.
A partir dos anos 50 Rogers foi dedicada à produção musical e só continuou a atuar de vez em quando, mas deixou uma extensa discografia que começa em 1941 com Woody Herman, que inclui algumas de suas performances vocais também.
(Traduzido e adaptado do blog  Noticias de Jazz)

CRÉDITOS DO PODCAST # 450

27 janeiro 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÕES LOCAL e DATA
CAL TJADER
Cal Tjader (vib), Paul Griffin (pi), Richard Davis (bx), Grady Tate (bat) e Armando Peraza (perc)
DOXY (Sonny Rollins)
New York, 2/junho/1965
OLIVER NELSON
Oliver Nelson (sa, ldr), Lem Winchester (vib), Johnny "Hammond" Smith (org), George Tucker (bx) e Roy Haynes (bat)
Englewood Cliffs, N.J., 22/março/1960
TSUYOSHI YAMAMOTO
Tsuyoshi Yamamoto (pi), Tsutomu Okada (bx) e Yoshitaka Uematsu (bat)
Tokyo, 8/agosto/1999
JOSHUA REDMAN
Joshua Redman (st), Larry Grenadier (bx) e Brian Blade (bat)
HUTCHHIKER'S GUIDE
(Joshua Redman)
New York, 26/março/2008
PAULINHO TROMPETE 
Alfredo Cardim (teclados),  Celso Pixinga (b-gt), Sérgio de Souza [Serginho Trombone] (tb),  Carlos Bala (bat) e Ariovaldo Contesini (perc)
INÚTIL PAISAGEM
 (Aloysio de Oliveira, Tom Jobim)
Rio de Janeiro, 1995
JOANNE BRACKEEN
JoAnne Brackeen (pi), Eddie Gomez (bx), Duduka Da Fonseca (bat) e Valtinho Anastacio (perc)
MOUNTAIN FLIGHT
(Toninho Horta) 
New York, 16/junho/1993
DAVE O'HIGGINS
Dave O'Higgins, Eric Alexander (st), James Pearson (pi), Arnie Somogyi (bx) e Kristian Leth (bat)
WHY DON'T I?
 (Sonny Rollins)
Inglaterra, março/2008
DIANA KRALL
Diana Krall (vcl,pi), Anthony Wilson (gt), John Clayton (bx) e Jeff Hamilton (bat)
TEMPTATION
(Nacio Herb Brown / Arthur Freed)
Hollywood, CA, 2004
DAVE GRUSIN
Dave Grusin & GRP All-Star Big Band Live !: Arturo Sandoval, Randy Brecker, Chuck Findley, Byron Stripling (tp,flh), George Bohanon (tb), Phillip Bent (fl), Eddie Daniels (cl), Nelson Rangell, Eric Marienthal (sa,fl), Ernie Watts, Bob Mintzer (st) Tom Scott (sbar), Gary Burton (vib) Dave Grusin (pi,arranjo), John Patitucci (bx) e Dave Weckl (bat)
MAN'S GONE NOW
(George Gershwin / Ira Gershwin )
Live at "Gotanda Kan-i Hoken Hall", Tokyo, 31/janeiro/1993
AL COHN & FREDDIE GREEN
Joe Newman (tp), Frank Rehak (tb), Al Cohn (st), Nat Pierce (pi) Freddie Green (rth-gt), Milt Hinton (bx) e Osie Johnson (bat) e Ernie Wilkins (arranjo)
DOGGIN' AROUND
(Edgar Battle / Herschel Evans)
New York, 3/fevereiro/1955
WILL ANDERSON
Will Anderson (sa), Peter Anderson, Grant Stewart, Ken Peplowski (st), Ehud Asherie (pi), Neal Miner (bx) e Aaron Kimmel (bat)
LET’S (Thad Jones)
Copenhagen, 19/março/2015
HORACE SILVER 
Art Farmer (tp), Clifford Jordan (st), Horace Silver (pi), Teddy Kotick (bx) e Louis Hayes (bat)
MOON RAYS (Horace Silver) 
Hackensack, N.J., 13/janeiro/1958

P O D C A S T # 4 5 0

25 janeiro 2019

DAVE O'HIGGINS 
TSUYOSHI YAMAMOTO 


JOANNE BRACKEEN 




PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR

CRÉDITOS DO PODCAST # 449

20 janeiro 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÃO  LOCAL / DATA
HAZEL SCOTT
Hazel Scott (pi), Everett Barksdale (gt), Sandy Block (bx) e Jimmy Crawford (bat)
MAYBE
(Allan Flynn / Frank Madden)
New York, 11/janeiro/1957
LUCKY TO BE ME
(Leonard Bernstein)
HOWARD ROBERTS
Bill Holman (st), Pete Jolly (pi), Howard Roberts (gt), Red Mitchell (bx) e Stan Levey (bat)
RELAXIN' AT CAMARILLO
(Charlie Parker)
Los Angeles, 1959
WILL YOU STILL BE MINE ?
(Tom Adair / Matt Dennis)
BRENDA EARLE STOKES
Brenda Earle Stokes (vcl,pi), Joel Frahm (st), Steve Cardenas (gt), Matt Aronoff (bx) e Jordan Perlson (bat)
EVERYTHING I LOVE 
(Cole Porter)
Magenda Label Group, New York, 2013
GOT THE TIME (Joe Jackson) 
BOBBY HUTCHERSON
Bobby Hutcherson (vib), Mulgrew Miller (pi), John Heard (bx) Billy Higgins (bat) e Airto Moreira (perc)
WHISPER NOT (Benny Golson)
Berkeley, CA, 10/outubro/
1985
BEMSHA SWING
(Denzil Best / Thelonious Monk)
EDDIE CONDON
Billy Butterfield (tp), Cutty Cutshall, Vic Dickenson (tb), Wild Bill Davison (cnt), Bob Wilber (cl), Gene Schroeder (pi), Leonard Gaskin (bx), George Wettling (bat) e Eddie Condon (rth-gt, ldr)
APEX BLUES (Jimmie Noone )
New York, 24/setembro/
1957
CHINA BOY
(Phil Boutelje / Dick Winfree)
HARRY "SWEETS" EDISON
Harry "Sweets" Edison (tp), Bob Enevoldsen (v-tb), Herb Geller (sa), Lorraine Geller (pi), Joe Mondragon (bx) e Larry Bunker (bat)
ARCADIA (Shorty Rogers)
Los Angeles, 31dezembro/
1954
SANTA ANITA (Shorty Rogers)
KENNY WERNER
Kenny Werner (pi), Johannes Weidenmueller (bx) e Ari Hoenig (bat)
TIME REMEMBERED (Bill Evans)
Paris, 25/novembro/
2000

P O D C A S T # 4 4 9

18 janeiro 2019

HOWARD ROBERTS
BRENDA EARLE STOKES 






PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR

CRÉDITOS DO PODCAST # 448

13 janeiro 2019

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÕES LOCAL e DATA
ART BLAKEY
Clifford Brown (tp), Lou Donaldson (sa), Horace Silver (pi), Curly Russell (bx) e Art Blakey (bat)
THE WAY YOU LOOK TONIGHT
(Dorothy Fields / Jerome Kern)
Live at "Birdland", New York, 21/fevereiro/1954
DAVID KIKOSKI
David Kikoski (pi), Joe Martin (bx) e Justin Faulkner (bat)
SWITCHING ROLES
(David Kikoski)
Brooklyn, NY, 20/setembro/2016
BILLY HARPER
David Weiss (tp), Eddie Henderson (flh), Craig Handy (sa), Billy Harper (st), George Cables (pi), Cecil McBee (bx) e Billy Hart (bat)
U PHORIA (Cecil McBee)
South Orange, N.J., 20/janeiro/2010
JOE MARSALA
Bobby Hackett (cnt), Joe Marsala (cl), Ernie Caceres (bar) Joe Bushkin (pi), Carmen Mastren (gt), Sam Shoobe (bx), George Wettling (bat) e Martin Block (anunciador)
CALIFORNIA, HERE I COME
 (Buddy DeSylva / Al Jolson / Joseph Meyer)
Radio Broadcast "Make Believe Ballroom" WNEW Studios, New York, 7/dezembro/ 1938
JUTTA HIPP
Jutta Hipp (pi,) Peter Ind (bx) e Ed Thigpen (bat)
TAKE ME IN YOUR ARMS
(Lamont Dozier / Brian Holland / Eddie Holland)
Live at "Hickory House", New York, 5/abril/1956
JOSÉ LOURENÇO
José Lourenço (teclados), Guilherme Dias, Altair Martins (tp), Marcelo Manga (gt), Raul de Souza (tb), Evaldo Robson (st), Henrique Band (sbar), Jovi Joviniano e Marcos Suzano (perc),
GAFIEIRA BLACK-TIE
(José Lourenço)
Rio de Janeiro, 1997
TOM BAKER
Tom Baker (sa), Frank Roberscheuten (sa, cl), Dirk van der Linden (pi), Karel Algoed (bx) Onno de Bruyn (bat)
I WANT TO BE HAPPY
(Irving Caesar / Vincent Youmans)
Live at "Birdland", Hamburg, Alemanha,  15/junho/2001
THE BLUES BROTHERS
John Belushi (vcl), Dan Aykroyd (hca, vcl), .Steve Cropper (rht-gt), Matt Murphy (gt), Tom Malone, Lou Marini (st), Donald "Duck" Dunn (b-gt), Willie "Too Big" Hall (bat)
SHE CAUGHT THE KATY
(Taj Mahal / Yank Rachell) 
New York, maio/2000
DAVID WEISS
David Weiss (tp,cond), Diego Urcola, Jeremy Pelt (tp), Joe Fiedler, Steve Davis (tb), Tim Green (sa),  Marcus Strickland (ssop,ts), Ravi Coltrane (st), Norbert Stachel (sbar), Geri Allen (pi), Dwayne Burno (bx) e E.J. Strickland (bat)
NELLIE BLY (Wayne Shorter)
New York, abril/2012
SHORTY ROGERS
East Coast-West Coast Scene álbum: Shorty Rogers And His Augmented Giants : Shorty Rogers (tp), Milt Bernhart, Bob Enevoldsen (tb), Jimmy Giuffre (cl,st,sbar), Lennie Niehaus, Bud Shank (sa), Zoot Sims (st), Pete Jolly (pi), Barney Kessel (gt), Curtis Counce (bx) e Shelly Manne (bat)
COOL SUNSHINE
(Shorty Rogers) 
Los Angeles, 11/setembro/1954

P O D C A S T # 4 4 8

11 janeiro 2019




BILLY HARPER 
DAVID KIKOSKI 






JUTTA HIPP
JOE MARSALA



PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO E CLICAR EM BAIXAR
https://www.4shared.com/mp3/YlFqsBDrgm/PODCAST_448.html

MEXENDO NA DISCOTECA

09 janeiro 2019

Oi turma. Muito feliz em estar aqui em 2019 com vocês.
As minhas preferencias dos pianistas de jazz acho que chegam a 1000, mais ou menos. Brincadeirinha. Mas é muito difícil escolher um pianista que seja o melhor. Hoje quando mexi na minha discoteca eu "puxei" um excelente pianista da escola West Coast: Claude Williamson. Versátil, excelente técnica e improvisação, enfim, um ícone do jazz. O álbum é da Bethlehem e chamado´Round Midnight. Ele se apresenta com um trio composto com Red Mitchell(baixo) e Mel Lewis(bateria). Gravado em Hollywood em Dezembro de 1956. O critico de jazz Scott Yanow também classifica o Claude como um pianista de Be-Bop.
Escolhi uma faixa para ilustrar este post: "Stella By Starlight" e espero que vocês gostem.
Forte abraço.




RECORDANDO NAT HENTOFF



NATHAN IRVING "NAT" HENTOFF morreu em 7 de janeiro de 2017, aos 91 anos de idade, após uma intensa vida intelectual que dedicou apaixonadamente a escrever sobre jazz e defender os direitos civis nos EUA.
Durante décadas ele escreveu regularmente para o Washington Post, mas também escreveu para Down Beat (revista de jazz da qual ele já foi diretor), Jazz Times e outras publicações especializadas. Ele foi co-fundador da publicação Jazz Review e escreveu notas para muitos álbuns famosos, incluindo "Giant Steps", de John Coltrane. Por duas vezes ele foi finalista para o prestigioso prémio "Pulitzer" e em 2003 foi um dos primeiros vencedores, sem ser um músico, título Mestre do jazz pelo National Endowment for the Arts (NEA).
Mas, além do jazz, Hentoff destacou-se por escrever colunas e comentários sobre discórdia social, desigualdade, injustiça social, liberdades e luta pelos direitos sociais, principalmente quanto aos afro-americanos. Ele foi um dos defensores mais assíduos das garantias constitucionais americanas, especialmente a liberdade de expressão.
Sua produção intelectual, além de escrever para jornais e revistas, incluindo mais de 35 livros, incluindo vários romances, e ele era um ávido leitor tendo acumulado milhares de livros em sua biblioteca pessoal.
No mundo do jazz, quando jovem, ele descobriu e ajudou na carreira de  Artie Shaw e Louis Armstrong, cuja música o encaantou. Com o tempo, sua admiração incluiu também: Thelonious Monk, Charlie Parker, Charles Mingus, Miles Davis, Ornette Coleman e Cecil Taylor, passando por todos os estilos contemporâneos.
Durante anos ele também apresentou um programa de rádio em Boston. Os artigos que ele escreveu em seus últimos anos foram publicados pelo Wall Street Journal.
Parece relevante e apropriado, nestas circunstâncias, a informar sobre o documentário dedicado a sua vida, conforme publicado na época, foi lançado um par de anos atrás, em Nova York e Los Angeles.
Como já dissemos, bem como crítico e colunista por décadas (em Down Beat, The Washington Post, New Yorker e Jazz Times, principalmente), Hentoff era um escritor e historiador do jazz, bem como romancista e jornalista político (tanto as liberdades civis). Ao longo dos anos, ele escreveu um imenso acúmulo de colunas, artigos, resenhas, comentários e notas para álbuns de jazz. Seu nome é respeitado e continuará a ser em seu país, na Europa e no resto do mundo.
O filme é chamado "The Pleasures Of Being Out Of Step: Notes On The Life Of Nat Hentoff"  e foi dirigido por David L. Lewis. Na música do filme temos Duke Ellington, Miles Davis, John Coltrane, Charles Mingus e incluídos muitos outros músicos que eram amigos do jornalista ou foram muito admirado por ele.
O documentário inclui conversas com Hentoff, bem como clipes de entrevistas com Amiri Baraka, Stanley Crouch, Floyd Abrams, Aryeh Neier e Dan Morgenstern (outro grande crítico e escritor de jazz), bem como fotografias inéditas e entrevistas com gravações musicais e antologias. Histórico
(Traduzido e adaptado do blog  Noticias de Jazz)
PREMIOS E HONRAS
Hentoff foi nomeado membro do The Guggenheim Museums and Foundation em 1972. Ganhou o prêmio Silver Gavel Award da American Bar Association em 1980 por suas colunas sobre direito e justiça criminal. Em 1983, ele recebeu o Prêmio Imroth de Liberdade Intelectual da Associação Americana de Bibliotecas.  Em 1985, recebeu um doutorado honorário em Direito pela Northeastern University. Em 1995, ele foi homenageado com o Prêmio da Fundação Nacional de Imprensa em reconhecimento por suas distintas contribuições para o jornalismo. Em 2004, Hentoff foi nomeado um dos seis NEA Jazz Masters pelo National Endowment for the Arts dos EUA, tornando-se assim o primeiro não-músico na história a ganhar este prêmio. Naquele mesmo ano, a Boston Latin School o homenageou como ex-aluno do ano. Em 2005, ele foi um dos primeiros beneficiários do prêmio "Great Defender of Life" da Human Life Foundation.
A SEGUIR UMA RELAÇÃO DE SUAS OBRAS PRINCIPAIS
NÃO FICÇÃO
Hear Me Talkin' to Ya: The Story of Jazz as Told by the Men who Made it, with Nat Shapiro. ISBN 978-0-486-21726-0 (1955)
The Jazz Makers, with Nat Shapiro. ISBN 0-8371-7098-2 (1957)
The Jazz Life. ISBN 0-306-80088-8 (1961)
Peace Agitator: The Story of A. J. Muste. ISBN 0-9608096-0-0 (1963)
The New Equality. ISBN 978-0-670-00185-9 (1964)
Our Children Are Dying (with John Holt). ISBN 978-0-939266-43-2 (1967)
A Doctor Among the Addicts: The Story of Marie Nyswander. ISBN 978-0-528-81946-9 (1968)
A Political Life: The Education of John V. Lindsay (1969)
Journey into Jazz. ISBN 978-0-698-30206-8 (1971)
Jazz Is. ISBN 978-0-7567-5045-9 (1976)
Does Anybody Give a Damn?: Nat Hentoff on Education. ISBN 978-0-394-40933-7 (Random House; 1977)
The First Freedom: The Tumultuous History of Free Speech in America. ISBN 978-0-385-29643-4 (1980)
American Heroes: In and Out of School. ISBN 978-0-385-29565-9 (1987)
John Cardinal O'Connor: At the Storm Center of a Changing American Catholic Church. ISBN 0-684-18944-5 (1988)
Free Speech for Me—But Not for Thee: How the American Left and Right Relentlessly Censor Each Other. ISBN 0-06-099510-6 (1993)
Listen to the Stories: Nat Hentoff on Jazz and Country Music. ISBN 0-06-019047-7 (1995)
Living the Bill of Rights: How to Be an Authentic American. ISBN 0-520-21981-3 (1999)
The War on the Bill of Rights and the Gathering Resistance. ISBN 1-58322-621-4 (2004)
American Music Is. ISBN 978-0-306-81351-1 (2004)

NOVELAS

Jazz Country. ISBN 978-0-440-94203-0 (1965)
Call the Keeper. ISBN 978-0-670-20014-6 (1966)
Onwards! ISBN 978-0-671-20000-8(1968)
I'm Really Dragged But Nothing Gets Me Down (1968)
This School is Driving Me Crazy. ISBN 978-0-440-98702-4 (1976)
Does This School Have Capital Punishment? ISBN 0-435-12329-7 (1982)
Blues for Charlie Darwin. ISBN 978-0-68801-260-1 (1982)
The Day They Came To Arrest The Book. ISBN 978-0-440-91814-1 (1983)
The Man from Internal Affairs. ISBN 978-0-89296-141-2 (1985)

VÍDEOS

Booknotes interview with Hentoff on Speaking Freely, October 19, 1997, C-SPAN
Boston Boy: Growing Up With Jazz and Other Rebellious Passions. ISBN 0-9679675-2-X (1986)[3]
Speaking Freely: A Memoir. ISBN 978-0-679-43647-8 (1997)

COMPILAÇÕES
The Nat Hentoff Reader. ISBN 0-306-81084-0 (2001)

VOLUMES EDITADOS

Hear Me Talkin' to Ya: The Story of Jazz by the Men Who Made It (with Nat Shapiro). ISBN 978-0-486-21726-0 (1955)
Black Anti-Semitism and Jewish Racism. ISBN 978-0-8052-0280-9 (1969)
Jazz: New Perspectives on the History of Jazz by Twelve of the World's Foremost Jazz Critics and Scholars. ISBN 0-306-80002-0 (with Albert McCarthy) (1975)