Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).


BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

O JAZZ E A INFLUÊNCIA ITALIANA

27 março 2018


BEBOP, SWING, E BELLA MUSICA é o título do livro escrito por Bill Dal Cerro e David Anthony Whitter, que explora a imensa influência que músicos imigrantes ou italianos tiveram no jazz ao longo dos anos, desde o tempo da música de Nova Orleans, o swing, o bop e cool, até o presente.
Louie Bellson Louis Prima, Joe Lovano, Roberta Gambarini, Lennie Tristano, Tony Bennett, Buddy DeFranco, Flip Phillips e dezenas de outros grandes nomes do jazz aparecem em suas páginas.

Além do jazz, o livro documenta os anos difíceis em que os imigrantes italianos tiveram dificuldade de se integrar à sociedade americana, desde o linchamento em Nova Orleans, discriminação e rejeição, anos de depressão e pobreza, até as experiências marcantes daqueles que alcamçaram a fama e o reconhecimento mundial.

O livro inclui entrevistas com grandes personalidades de jazz de origem italiana, como Joe Lovano, Al DiMeola, Pat Martino, John Pizzarelli e Frank Catalano, entre outros.

O saxofonista Joe Lovano disse ao comentar sobre este trabalho: ─ "O jazz tem uma raiz específica - a experiência afro-americana - mas a árvore também tem muitos ramos. No culto ao jazz se reúnem, dando inspiração uns aos outros, que é o que faz este gênero tão bonito."

(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz)

2 comentários:

pedrocardoso@grupolet.com disse...

Estimado MÁRIO JORGE:

Deve ser importante pela soma de "expoentes" de raízes italianas.
Vou correr atrás.
Abraços.

Carlos Tibau disse...

Caro Mario
Obrigado pelo post. Sensacional o tema.
Forte abraço.