Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

MORRE BOB CRANSHAW

06 novembro 2016


O famoso baixista morreu em sua casa em Nova York, aos 83 anos, vítima de câncer.
Cranshaw teve uma intensa carreira como baixista de jazz, mas é conhecido principalmente por sua longa associação com o saxofonista Sonny Rollins.
Como criança, antes de estudar contrabaixo e tuba, também estudou piano e bateria. Nos anos 50 ele estava tocando profissionalmente e em 1962 juntou-se ao conjunto de Sonny Rollins, durante décadas, embora neste mesmo período deixava esse grupo para gravar de forma independente ou com outros músicos, sempre retornando ao conjunto de Rollins.
Entre outros, ele registrou os seguintes álbuns: Dexter Gordon’s Gettin’ Around, Grant Green’s Idle Moments, Joe Henderson’s Inner Urge, Bobby Hutcherson’s Happenings, Jackie McLean’s Right Now, Grachan Moncur III’s Evolution, Lee Morgan’s The Sidewinder, varios álbuns com Duke Pearson e com Stanley Turrentine, Hank Mobley’s A Caddy for Daddy e  Horace Silver’s The Cape Verdean Blues, entre otros.  Também gravou com Nat Adderley, Milt Jackson, James Moody, Gene Ammons, Oliver Nelson, McCoy Tyner, Kai Winding e outros.
Cranshaw igualmente trabalhou em alguns programas de TV famosos, os mais proeminentes ─ The Muppet Show; Sesame Street e Saturday Night Live.
Nos últimos anos, Bob Cranshaw também foi destacado como ativo defensor dos direitos dos músicos, trabalhando com o Sindicato de Músicos de New York.


(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz de Pablo Aguirre)

Nenhum comentário: