Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

SAN SEBASTIAN COMEMORA 51 FESTIVAIS DE JAZZ

24 julho 2016


Está sendo realizado o 510 Festival Internacional de Jazz de San Sebastian, Donostia, Espanha, recentemente chamado de Heineken Jazz Festival, que ocorrerá até ao dia 25 deste mês.
Este é um dos eventos mais importantes e maiores de seu tipo na Europa e este ano, como sempre, participarão, em vários cenários,  centenas de músicos, entre os quais podemos citar: Diana Krall, Gaynor, John Scofield, Brad Mehldau, Marc Giuliana, Ellis Marsalis, Branford Marsalis, Kurt Elling, Cachorrinho Snarky, DeJohnette / Coltrane / Garrison, Steve Coleman, Dave Douglas, Christian Scott e centenas de outros.
Este é também um dos principais festivais de jazz em Espanha, onde apenas em julho são realizadas 27 eventos deste tipo, de  tamanhos e importâncias diferentes, entre os quais também são comemorados o Palau de la Música, San Javier, Canarias, Vitoria-Gasteiz, Jazz Jamboree e outros.
No ano passado, quando o festival comemou meio século, foram preponderantes em San Sebastian: Benny Golson Quarteto, Jamie Cullum, The Bad Plus, Joshua Redman, Dee Dee Bridgewater, Dave Lombardo, Melody Gardot, Donald Harrison, Cecil McBee, Billy Hart, Gregory Porter, Earth Wind and Fire, Eddie Henderson, Charles McPherson, Ray Gelato, etc.

Entre as muitas atividades adicionais do festival, incluindo palestras, workshops, exposições, etc., situa-se a exibição de um documentário que conta a história deste festival.
(adaptado do blog Noticias de Jazz)

Um comentário:

pedrocardoso@grupolet.com disse...

Estimado MÁRIO JORGE:

Será que eles estão tentando imitar o BRASIL, onde proliferam os festivais e damos exemplo para o mundo ? ? ?
Estive presente no 1º festival, em 1965, época em que residia em Barcelona = bons tempos ! ! !

PEDRO CARDOSO