Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

KIKO CONTINENTINO NO CENTRO

07 março 2012

Na Brasserie Rosário, dos boas praças Luiz Antonio Rodrigues - o mesmo Rodrigues do antigo "Garcia e Rodrigues" - e do igualmente competente chef Fréderic Monnier, além de se dar um trato gastronomico no corpo, pode-se afagar o espírito às sextas-feiras com uma bela apresentação de samba-jazz do grupo comandado por Kiko Continentino . Vale, totalmente, uma vinda ao Centro. Bem melhor do que por este escriba, entenda o que é o grupo, pelas palavras do crítico Tárik de Souza:

"O SAMBAJAZZ é um grupo integrado pelo veterano Luiz Alves (de trios com Luis Eça e João Donato), o pianista Kiko Continentino e o também experiente baterista Clauton Sales, o 'Neguinho', que adiciona trompete ao trio (como Bebeto levava a flauta para o Tamba). O resultado é excelente, tanto na reconstrução do surrado standard do jazz 'Sweet Georgia Brown' (num trabalho de baixo com arco por Alves) quanto nas diferentes velocidades do 'Trenzinho do caipira' (Villa-Lobos) e nas remodelagens de 'Deus brasileiro' (Marcos e Paulo Sérgio Valle), 'Canção do sal' (Milton Nascimento) e 'O morro não tem vez' (Tom Jobim/ Vinicius de Moraes). Mas o melhor do trio é que seu intenso entrosamento e inventividade não se limita às releituras. Também o material da lavra dos integrantes é de abalar, como 'Maracalaxo', acoplada a 'Maracangalha' (de Caymmi) e 'Sabor antigo', ambas de Continentino, além de 'Quero-quero' e 'Praça Pio XI' (com Luizão Paiva), de Luis Alves."

Brasserie Rosário: R. do Rosário, 34 - Centro (na Praça XV, perto do Arco do Teles, atrás do CCBB); contato para reservas: 2518-3033 / 3533

2 comentários:

Beto Kessel disse...

Com certeza, uma boa pedida para encerrar a semana. Já passei por lá umas duas vezes e valeu a pena..Ainda ganhei um Giant Steps e Bluesette de cortesia.

Beto Kessel

Obs. Dia 10.05 O CJUB completa 10 anos.

figbatera disse...

Eu tb já curti esses bons momentos na
Brasserie; boa música, bom chope e bons petiscos.
Programão!