Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

JAZZ WEEK - CHART DA SEMANA DE 13 JUNHO

15 junho 2011

Se tem uma coisa que gera discussões acaloradas são os "charts" de artistas de jazz. É um tal de se questionar os critérios usados, ou se este ou aquele músico é um autêntico jazzista ou não, ou se isso ou aquilo. Mas não posso ver uma "parada de sucessos", como foi traduzido no passado - e de modo popularesco - o termo "chart", que na realidade seria a representação gráfica ou "o gráfico", com o desenvolvimento semanal (mensal/anual, etc) das execuções, vendas, etc etc. que passo algum tempo digerindo em silêncio as informações trazidas, que vão ou não se traduzir em aquisições de novos CDs ou, no mínimo, no conhecimento do que está acontecendo na matriz.

Hoje deparei-me com o chart da revista Jazz Week e para chacoalhar a casa com as boas discussões de sempre, lanço-o aqui para todos. Cortei na altura do trigésimo posto (de 100) para não ficar cansativo.

Vale notar os brazucas Eliane Elias em sexto lugar (vindo do 12o.)e Nilson Matta (com o Ben-Hur) em décimo-nono (vindo do 31o.)

Abraços.

Um comentário:

APÓSTOLO disse...

Prezado MauNah:

Realmente é para gerar muitas e infindáveis discussões, já que o cordão umbilical que une todos os "cjubianos" é o JAZZ.
Mas, claro, dentro do JAZZ, as preferências, os critérios, as horas de audição etc etc, variam enormemente entre todos, dai porque cada um é cada qual, como diria o personagem de humor.
Confesso que fiquei muito satisfeito em contemplar nosso excelente jamaicano Monty Alexander no topo dessa lista, além de outros músicos que fazem minha cabeça.
Assim e como foi seu espírito ao publicar para todos nós esse "chat", o importante passa a ser a informação, que sempre pode superar a discussão.
Grato e que venham mais "chats".