Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

ESPELHO MEU ...

07 junho 2008

Desde o fenômeno Diana Krall, pelo menos no aspecto comercial, a beleza física das cantoras rotuladas como jazzistas ganhou importância maior. O caso Norah Jones, que de jazzista não tem nada, é outro exemplo. Até mesmo nossa Eliane Elias tem assumido um sex appeal meio tardio, até ostensivo. Mas de todas, Eden Atwood (Memphis, Jan/1969) é quem mais chama a atenção pela beleza. E talvez, nessa praia, é quase imbatível – será que todas as fotos mentem? Ela estudou arte dramática, embora desde muito jovem tenha se concentrado em cantar. Há na intenção uma mistura de jazz com um estilo próximo ao “cabaret”. Assim gravou alguns CDs pela Condord Jazz. E ainda divide sua carreira como modelo e atriz. Desde 2002, quando assinou contrato com a Groove Note, foram apenas mais 2 CDs, um deles dedicado à Bossa-Nova, ambos embalados pelo competente pianista Bill Cunliffe. Aliás, Mrs. Atwood sempre fez questão de estar acompanhada por bons músicos. Dos 7 CDs até hoje lançados, apenas 1 não atingiu cotação superior a 4 estrelas ou mais no AMG. Se essa referência não é totalmente confiável, não pode ser desprezada. A propósito, dei a letra da moça ao nosso Pedro Paulo do Mistura. Se bem que desde 2004 não se tem notícia de algum show. Ela nasceu com AIS (Síndrome de insensibilidade aos andrógenos). Uma anomalia que, no caso das mulheres, em grande parte dos casos, provoca sérias alterações na sexualidade, estimulando até o lesbianismo. Algumas mulheres famosas portadoras do mal omitem o fato. Eden é reverenciada por assumir a doença e tentar acabar com esse preconceito.
................................................................................................................................
DISCOGRAFIA
................................................................................................................................
1992 No One Ever Tells You (Concord @@@@)
1992 Today! (Southport @@@@)
1993 Cat On A Hot Tin Rood (Concord Jazz @@@@)
1994 There Again (Concord @@)
1996 A Night In The Life (Concord Jazz @@@@1/2)
2002 Waves: The Bossa Nova Session (Groove Note @@@@)
2004 This Is Always: Ballad Session (Groove Note @@@@1/2)
.................................................................................................................
PS. Som na Caixa: Eden Atwood - Willow Weep For Me (Ronell). Chris Potter, tenor sax; Jeremy Kahn, piano & arranger.


boomp3.com

Nenhum comentário: