Colaboradores : MauNah, Sazz, Bene-X, PegLu, I-Vans, Mario Jorge Jacques, Gustavo Cunha, JoFlavio, Nelson Reis, Beto Kessel, Tenencio, BraGil, Reinaldo, LaClaudia, Marcelon, Marcelo Siqueira, Nelson Reis, Pedro Cardoso o Apóstolo e Carlos Augusto Tibau.

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

30 setembro 2016

P O D C A S T # 3 2 9

LENNIE NIEHAUS
BOB JAMES

JOHN FEDCHOCK
EDDIE CONDON 



PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO CLICAR NO LINK ABAIXO:
http://www117.zippyshare.com/v/Vwm5lcGj/file.html

28 setembro 2016

50 REEDIÇÕES DA WARNER JAZZ


A Warner Jazz lançou 50 reedições em CD de álbuns de jazz famosos registrados em décadas passadas. Todos passaram por um processo de melhoria acústica com tecnologias digitais. Alguns deles eram inatingíveis nos últimos anos e os outros só tinham sido publicados em formato vinil há muito tempo.
Entre os álbuns de artistas cujas gravações foram re-editadas estão: Bill Evans’s New Conversations, Charles Mingus’s Something Like a Bird, Dee Dee Bridgewater’s Dee Dee Bridgewater, Donald Byrd’s Donald Byrd and 125th Street – N.Y.C, Freddie Hubbard’s Ride Like the Wind, Lennie Tristano’s The New Tristano, Miles Davis’s Live Around the World e dois álbuns de Chico Hamilton Quintet, Gongs East! e The Three Faces of Chico.

Este projeto foi realizado pela subsidiária japonesa da Warner Jazz e o preço do álbum é mais do que razoável para menos de US$ 8 cada.


27 setembro 2016

CRÉDITOS DO PODCAST # 328

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÃO  LOCAL / DATA
GREG OSBY
Nicholas Payton (tp,flh), Greg Osby (sa), Harold O'Neal (pi), Robert Hurst (bx) e Rodney Green (bat)
LIGHT BLUES
(Thelonious Monk)
Brooklyn, NY, 23/janeiro/2003
SHAW NUFF
(Dizzy Gillespie / Charlie Parker)
GORDON JOHNSON
Gordon Johnson (bx, ldr), Frank Kimbrough (pi) e Phil Hey (bat)
INDIAN SUMMER
(Al Dubin / Victor Herbert)
New York, agosto 2011
DREAM DANCING
(Cole Porter)
JACK WALRATH
Jack Walrath (tp), Bill Mays (pi), Boris Kozlov (bx) e Jonathan Blake (bat)
BUMPY (Jack Walrath)
New York, dezembro/2007
HOLD MY BAG, PLEASE!
(Jack Walrath)
EMILY REMLER
John D'Earth (tp), Emily Remler (gt, ldr), Eddie Gomez (bx) e Bob Moses (bat)
GWENDOLYN
(Emily Remler)
San Francisco, CA, agosto/1984
CATWALK
(Emily Remler)
MARCUS ROBERTS
Marcus Roberts (pi), David Grossman (bx) e Jason Marsalis (bat)
HARVEST TIME
(Herbie Hancock)
Monticello Opera House, Monticello, FL, 6/março/1996
TIME AND CIRCUMSTANCE  (Marcus Roberts)
HORACE PARLAN
Booker Ervin (st), Horace Parlan (pi), Grant Green (gt), George Tucker (bx) e Al Harewood (bat)
THE OTHER PART OF TOWN
(Grant Green)
Englewood Cliffs, N.J., 18/junho/1961

26 setembro 2016

ÚLTIMAS GRAVAÇÕES DE DAVIS E COLTRANE JUNTOS



No aniversário de John Coltrane, (23/setembro - 90 anos de nascimento), pelo selo Acrobat já está à venda uma coleção de 4 CDs com gravações obtidas na longa turnê europeia do Miles Davis Quintet em 1960, que marcou o fim da associação fértil com John Coltrane, que havia começado cinco anos antes.
No quinteto também conta o desempenho da seção rítmica lendária composta por Wynton Kelly, piano; Paul Chambers, baixo e Jimmy Cobb na bateria.
A coleção inclui gravações feitas ao vivo, transmissões de rádio europeias, apresentações e gravações de eventos de jazz obtidos em caráter privado. Algumas dessas peças musicais históricas tinham sido publicadas antes individualmente e esporadicamente. 
Entre as seis faixas do primeiro álbum uma entrevista com John Coltrane por Carl-Eric Lindgren está incluída.
A seleção abrange seis horas de gravações tecnicamente de qualidade de som melhorada e inclui um livreto de 36 páginas escrito pelo comentarista e saxofonista Simon Spillett, e também inclui muitas fotografias.

(traduzido e adaptado de Noticias de Jazz)

23 setembro 2016

P O D C A S T # 3 2 8

GREG OSBY  
JACK WALRATH

EMILY REMLER

GORDON JOHNSON







PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO CLICAR NO LINK ABAIXO:

http://www17.zippyshare.com/v/rja7hhBz/file.html

21 setembro 2016

WHISPER NOT - AUTOBIOGRAFIA DE BENNY GOLSON

A Temple University Press publicou o livro Whisper Not: The Autobiography Of Benny Golson co-escrito com Jim Merod, autor de "A Responsabilidade Política de um Crítico" e executivo da gravadora Jazz Blueport.
O livro, mais de 330 páginas, cobre a vida do extraordinário compositor e saxofonista Benny Golson, que começou a tocar jazz há 70 anos. Golson -- um "Jazz Master" do NEA-- está atualmente com 87 anos e é um dos astros do jazz em todo o mundo, não apenas como um saxofonista tenor, mas particularmemnte como compositor e arranjador.
Entre suas muitas composições incluem  "Killer Joe", "Along Came Batty", "Whisper Not", "Stablemates", "I Remember Clifford",, etc., muitas das quais se tornaram famosas quando Golson tocava em conjuntos como o Art Blakey e os Jazz Messengers, e do famoso Jazztet" co-dirigido com Art Farmer.
Esta autobiografia é um excelente veículo informativo e histórico ao longo dos últimos 70 anos, do desenvolvimento do jazz, como Golson, que começou a tocar com Lionel Hampton, Johnny Hodges e Dizzy Gillespie, interpretando em anos posteriores e até hoje, com uma longa lista de gigantes do jazz, o que dá uma ideia da riqueza histórica do livro.
Golson também passou um período entre 1959 e 1962, compondo música para filmes e séries de televisão, entre os quais podemos citar: "Ironside", Missão Impossível", "Room 222", "MASH", "The Partridge Family", entre outras.

Além de "Jazz Master" do NEA, Golson recebeu uma série de prêmios e honrarias em sua carreira.
(traduzido e adaptado de Noticias de Jazz )

20 setembro 2016

CRÉDITOS DO PODCAST # 327


LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÕES LOCAL e DATA
JOHN COLTRANE / STAN GETZ
John Coltrane, Stan Getz (st), Oscar Peterson (pi), Paul Chambers (bx) e Jimmy Cobb (bat)
HACKENSACK
(Thelonious Monk) 
Alemanha, 1960
TETE MONTOLIU
Tete Montoliu (pi), George Mraz (bx) e Al Foster (bat)
BLUES FOR WIM AND MAXINE (Tete Montoliu)
Copenhagen, 22/março/1980
WES MONTGOMERY
Harold Mabern (pi), Wes Montgomery (gt), Arthur Harper (bx) e Jimmy Lovelace (bat)
FULL HOUSE
(Wes Montgomery) 
Telecast "Jazz 625", BBC-TV Centre, Londres, 25/março/1965
GUY LOMBARDO
Guy Lombardo And His Royal Canadians: Lebert Lombardo (tp), Jack Miles (tb), Carmen Lombardo (sa), Fred Higman (st), Fred Kreitzer (pi), Francis Henry (bx), George Gowans (bat) e Guy Lombardo (arranjo e condução)
COTTON PICKER'S BALL
(Elmer Schoebel)
Richmond, Indiana, 10/março/1924
URBIE GREEN
Ruby Braff (tp), Urbie Green (tb), Med Flory (sa), Frank Wess (st), Sir Charles Thompson (pi), Freddie Green (gt), Aaron Bell (bx) e Bobby Donaldson (bat)     
I GOT IT BAD AND THAT AIN'T GOOD
(Duke Ellington / Paul Francis Webster)
New York, 17/agosto/1954
BARTEK PIESZKA
Bartek Pieszka (vib), Nikola Kolodziejczyk (pi), Maciej Szczyciński (bx) e Sebastian Kuchczyński (bat) 
WINDOWS (Chick Corea)
Polônia, 2009
EDDIE HIGGINS
Scott Hamilton e Ken Peplowski (st), Eddie Higgins (pi), Jay Leonhart (bx) e Ben Riley (bat)
I NEVER KNEW (Ted Fio Rito)
New York, 18/outubro/ 2006
RANDY CRAWFORD
Randy Crawford (vcl) acc by Joe Sample (pi), Christian McBride (bx) e Steve Gadd (bat)
EVERYDAY I HAVE THE BLUES
(Peter Chatman)
New York, c. 2008
GENE HARRIS
Gene Harris (pi), Ron Eschete (gt), Luther Hughes (bx) e Paul Humphrey (bat)
BYE, BYE, BLUES
(David Bennett / Chauncey Gray / Frederick Hamm / Bert Lown
Hayward, CA, 27/maio/1994
DICK FARNEY
Dick Farney (pi), Sebastião Oliveira da Paz -Saba (bx) e Toninho Pinheiro Filho (bat)
SOMEDAY MY PRINCE WILL COME
 (Frank Churchill / Larry Morey)
Auditório Jornal O Globo, Rio de Janeiro, 1973
SCOTT LAFARO
Victor Feldman (pi), Scott Lafaro (bx, ldr) e Stan Levey (bat)
REHEARSAL BLUES
(Lew Buckley)
Live at Recordville Club, Redondo Beach, CA, 9/outubro/1958

17 setembro 2016

ENTREVISTA COM MARIANGELA TOLEDO SOBRE DICK FARNEY

A sobrinha do nosso patrono Dick Farney é entrevistada no vídeo abaixo, por Patrícia Brasil, no programa Análise Direta, quando adianta algumas informações sobre a vida musical em tudo precoce do genial artista e suas características pessoais - como o ouvido absoluto-, previamente ao lançamento da biografia desse tão grande quanto desconhecido pianista e cantor. 

O relato é bastante interessante,  principalmente para aqueles que só o conhecem em sua fase brasileira, quando voltou ao Brasil em definitivo de suas "aventuras" nos EUA. 

É um depoimento ricamente ilustrado por histórias e fotos inéditas trazidas diretamente do acervo familiar, dando idéia do que virá a ser este tão aguardado documento, o primeiro volume de "Dick Farney - Alguém como Tu", que deverá estar chegando às ruas em breve. O farto material recolhido e organizado por Mariangela deverá ser divido em dois livros, sendo o segundo volume  lançado em 2017. 

Está anunciada também uma exposição, em breve no Rio de Janeiro, com o acervo recolhido por essa escritora e curadora oficial do legado farneyano.

A entrevista vale plenamente a sua meia hora de duração. 




(Em tempo, em contato com Mariangela, esta prometeu avisar ao CJUB do momento do lançamento do primeiro volume de seu livro. Desde já agradecemos a ela por isso.) 

16 setembro 2016

JAZZ NO CINEMA

Continuando com a série "HOJE É DIA DE JAZZ NO CINEMA", que criei no meu canal do youtube (Carlos Tibau), postei mais dois programa que, no meu entender, são dois filmes clássicos e que tem na sua trilha sonora, o Jazz, a saber:

* O Homem Do Braço De Ouro (The Man With The Golden Arm).


* Paris Vive À Noite. (Paris Blues)


Aguardo sua visita com críticas e sugestões.
Forte abraço



P O D C A S T # 3 2 7

GUY LOMBARDO
RANDY CRAWFORD 

BARTEK PIESZKA 


EDDIE HIGGINS 

PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO CLICAR NO LINK ABAIXO:

http://www78.zippyshare.com/v/AQ8XV3AJ/file.html

15 setembro 2016

RECORDANDO LEONARD FEATHER



O escritor e historiador de jazz, o britânico Leonard Feather, passou grande parte de sua vida (1914-1994) nos EUA, onde não só encontrou a maioria dos músicos de jazz de seu tempo, mas tornou-se amigo e confidente de muitos deles até quando faleceu. Feather também foi um pianista e compositor. Ele deixou muitas gravações, incluindo algumas como líder com “all stars” que incluíam músicos como Coleman Hawkins, Cootie Williams e Art Tatum, entre outros.
Leonard Feather é bem lembrado como o autor da famosa "The Encyclopedia Yearbook of Jazz (1956)", "The Jazz Years (1987)", "From Satchmo to Miles (1987)", "Book of Jazz(1988), "The Biographical Encyclopedia of Jazz co-written with Ira Gitler (1999), e outros livros sobre o gênero, bem como seus numerosos comentários e crônicas na revista Metronome e na Los Angeles Times. Ele escreveu para a revista Down Beat e criou a famosa seção "Blindfold Test", ou seja um jazz teste colocando peças para outros músicos de jazz ouvirem, advinharem e comentarem e publicando os interessantes resultados. Ele também compôs muitos temas de jazz, alguns dos quais foram gravados por Dinah Washington e uma série de outros músicos. Ele escreveu a letra para, entre outras, composição de Benny Golson “Whisper Not’, que foi gravada por Ella Fitzgerald.
Discografia:
1937–1945: Leonard Feather 1937–1945 (Classics)
1951: Leonard Feather's Swingin' Swedes (Prestige)
1954: Dixieland vs. Birdland (MGM)
1954: Cats Vs. Chicks (MGM)
1954: Winter Sequence (MGM)
1956: West Coast vs. East Coast (MGM)
1956: Swingin' on the Vibories (MGM)
1957: Hi-Fi Suite (MGM)
1957: 52nd Street (VSOP)
1958: Swingin' Seasons (MGM)
1959: Jazz from Two Sides (Concept)
1971: Night Blooming Jazzmen featuring Kittie Doswell (Mainstream)
1971: Freedom Jazz Dance (Mainstream)
1971–1972: Night Blooming (Mainstream)
1972: All-Stars (Mainstream)

No registro abaixo ouvimos, o muito jovem Leonard Feather, dirigindo seus All Stars, logo após ter chegado aos Estados Unidos:
ESQUIRE BLUES (Leonard Feather)
Este grupo inclui: Coleman Hawkins (st), Cootie Williams (tp), Edmond Hall (cl), Art Tatum (pi), Al Casey (gt), Oscar Pettiford (bx), e Big Sid Catlett (bat), gravado em 1943 e lançado em um registro 78rpm pela COMMODORE.

Leonard Feather's All Stars - nome aplicado a grupos de gravação e concerto tirados dos vencedores do ANNUAL CRITICS’ POLL IN EQUIRE MAGAZINE; a pesquisa foi organizada por Robert Goffin, Leonard Feather, e o editor da revista Arnold Gingrich.

(traduzido e adaptado de Noticias de Jazz)

13 setembro 2016

LEMBRANÇA DE GERALD WILSON



















Há dois anos, falecia em sua casa em Los Angeles, o aclamado condutor, compositor e arranjador GERALD WILSON, aos 96 anos de idade.
Gerald Stanley Wilson (4 de Setembro de 1918 - 08 de setembro de 2014)  foi trompetista, grande maestro de banda, compositor / arranjador e educador. Nascido no Mississippi, ele foi baseado em Los Angeles a partir do início de 1940. Além de ser um líder de banda, Wilson era muito respeitado no mundo da música por seu gênio, entusiasmo e criatividade. Entre as colaborações notáveis ​​em sua carreira figuram: Billie Holiday, Sarah Vaughan, Ella Fitzgerald, Duke Ellington, Carmen McRae, Lionel Hampton, Dizzy Gillespie, Betty Carter, Stan Kenton, Count Basie, Clark Terry, Dinah Washington, Nancy Wilson e Wynton Marsalis (Jazz at Lincoln Center), para citar apenas alguns.
Fora das fronteiras do jazz também teve colaborações artísticas com estrelas como Ray Charles, B.B. King, Zubin Mehta, Harry Belafonte, Bobby Darin e Les McCann.
Um professor de música proeminente, por outro lado, deixou um legado de quase uma centena de álbuns e milhares de seus arranjos e composições originais e arranjos para filmes e séries de televisão. Entre muitos outros prêmios e honrarias, em 1996 foi nomeado para o maior honraria pela "NEA Jazz Master".
Gerald Wilson teve três filhas e um filho (Anthony Wilson, guitarrista de Diana Krall) e vários netos para todos escreveu canções.


(traduzido e adaptado de Noticias de Jazz)