Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Mestre Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) *in memoriam*, Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Mestre Llulla) *in memoriam*, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (Mestre MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo), Carlos Augusto Tibau (Tibau), Flavio Raffaelli (Flavim), Luiz Fernando Senna (Senna) *in memoriam*, Cris Senna (Cris), Jorge Noronha (JN), Sérgio Tavares de Castro (Blue Serge) e Geraldo Guimarães (Gerry).

A BIOGRAFIA DE CHARLIE PARKER QUE "CORRIGE" MITOS

13 julho 2022

 Há uma nova biografia de Charlie Parker, somada a outras, escritas pelo arquivista e historiador do jazz CHUCK HADDIX, intitulada "Bird, The Life and Music of Charlie Parker", que foi recebida com aclamação e comentários como "um verdadeiro retrato do gênio complicado do músico de jazz".

A pesquisa de Haddix foi meticulosa. Além de documentos de todos os tipos, inclui depoimentos e relatos pessoais de amigos, jornalistas, familiares e músicos que conheceram "Bird" de perto.

De acordo com a resenha do Ejazznews, este livro foca na vida pessoal de Parker, “corrigindo” grande parte das desinformações e mitos criados ao longo dos anos sobre um dos músicos mais influentes do século XX.

Explora suas tristezas e triunfos, suas lutas no início de Kansas City, sua associação com Dizzy Gillespie e a criação do be-bop, seu confinamento em um hospital psiquiátrico na Califórnia, seu retorno bem-sucedido à fama mundial, seu relacionamento conturbado com sua quarta esposa Chan , a morte de sua filha Pree, e sua morte prematura devido aos excessos em sua vida.

Chuck Haddix é o diretor dos Arquivos de Som Marr nas Bibliotecas da Universidade de Missouri-Kansas. Ele também é co-autor do livro "Kansas City Jazz: From Ragtime To Be-bop". Ele é professor de História do Jazz no Kansas City Art Institute. Apresenta também um programa de rádio que cobre jazz, blues e rhythm and blues.



 


 


Nenhum comentário: