Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Mestre Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Mestre Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (Mestre MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).


BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

P O D C A S T # 5 5 1

01 janeiro 2021

     

JAZZ AT LINCOLN CENTER ORCHESTRA



PARA BAIXAR O ARQUIVO DE ÁUDIO USAR O LINK ABAIXO:

4 comentários:

Edison Junior disse...

Grande programa, começando o ano com o pé direito.
Um bom e tranquilo 2021 a todos, assim esperamos e merecemos.
E com muito jazz!

Anônimo disse...

Querido Mestre Mario Jorge Jacques, entro aqui com o exclusivo propósito de desejar-lhe muita saúde e então mais saúde ainda, tal como a história do bebum que tendo chutado uma lata de formato estranho na rua e descoberto que ao tentar limpá-la na calça, dali saiu um gênio que ao ver o estado do sujeito e o tempo que poderia perder ali, já foi reduzindo de 3 para 2 os pedidos: "Meu Amo, pode pedir o que quiserdes!" Ao que o bebum disse de estalo: "quero uma garrafa de Black Label que não esvazie nunca!" O gênio: "Moleza!" E entregou pro cara o que ele pediu. Este tirou a tampa, tomou umas belas talagadas e quando levantou a garrafa de novo, viu que o líquido retomava o volume original. Inacreditável, pensou o pé-de-cana. Nisso, o gênio já impaciente para desfrutar sua liberdade, disse: "Fala logo o seu segundo pedido que estou com pressa!" O bebum pensou, botou a mão na cabeça e disse: "Me vê outra!"
Brincadeira à parte, mais uma vez agradeço ao nobre Mestre o contínuo excepcional trabalho aqui no blog, seguindo nessa sua trilha de educação de tanta gente a respeito do que há de melhor no JAZZ. E na BOSSA NOVA.
Assim desejo-lhe um excelente e profícuo ano de 2021, cheio desses fantásticos PODCASTS e artigos, para o nosso perpétuo prazer e aperfeiçoamento. Grande abraço.
Mau Nah

MARIO JORGE JACQUES disse...

Estimado Presidente agradeço muito suas gentis palavras e espero que o seu "gênio" realmente possa nos dar tb saúde, vou entrar nos oitentinha em abril e nada mau. Quanto aos podcasts nunca ouvi tanto jazz na minha vida, paixão desde garoto quando descobri aos 15 ou 16 anos o programa Em tempo de Jazz do saudoso Paulo Santos. Tendo saúde disposição não falta. Mais uma vez agradeço seu carinho. Forte abraço.

Anônimo disse...

Venho endossar as palavras dos companheiros acima, já ouvi muitos programas de rádio em minha vida e um dos melhores era sem dúvida o Assunto é Jazz e os podcasts do Major não ficam atrás, aliás participava do programa tambem.
Amante do jazz fico ansioso par chegar as sextas e ouvir o podcast é um tremendo relax. Depois de publicados os créditos ouço novamente durante a semana. Major tudo de bom e muita saude com ajuda do "genio da lampada" rsrsrs
Que Deus o conserve bem além dos 80 participando deste blog formidavel.
Carlos Lima