Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Mestre Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Mestre Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (Mestre MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).


BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

WHISPER NOT: AUTOBIOGRAFÍA DE BENNY GOLSON

22 setembro 2020


 Hoje queremos lembrar que a Temple University Press publicou o livro "Whisper Not: The Autobiography Of Benny Golson", co-escrito com Jim Merod, autor de "The Political Responsibility of the Critic" e executivo do selo BluePort Jazz.

O livro de mais de 330 páginas cobre a vida do extraordinário compositor e saxofonista Benny Golson, que começou a tocar jazz há 70 anos. Golson - um "Mestre do Jazz" da NEA - tem agora 87 anos e é uma das estrelas mundiais do jazz, não apenas como saxofonista tenor, mas principalmente como compositor e arranjador.

Suas numerosas composições incluem "Killer Joe", "Along Came Batty", "Whisper Not", "Stablemates", "I Remember Clifford", etc., muitas das quais se tornaram famosas quando Golson tocou em conjuntos de Art. Blakey and the Jazz Messengers, e o célebre seminal "The Jazztet", que ele codirigiu com Art Farmer.

Esta autobiografia, assim como outras semelhantes, é um excelente veículo informativo e histórico sobre os últimos 70 anos de desenvolvimento do jazz, com Golson, que começou a tocar com Lionel Hampton, Johnny Hodges e Dizzy Gillespie, tocou nos anos seguintes e depois com uma lista muito longa de gigantes do jazz, o que dá uma ideia da riqueza do livro.

Golson também passou um período, entre 1959 e 1962, compondo músicas para filmes e séries de televisão, entre as quais podemos citar "Ironside", Mission Impossible "," Room 222 "," MASH "," The Partridge Family ", entre outras.

Além de "Jazz Master" do NEA, Golson recebeu vários outros prêmios e homenagens importantes em sua vida artística.

(Traduzido e adaptado de Noticias de Jazz de Pablo Aguirre)

Nenhum comentário: