Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).


BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

ALFREDO DIAS GOMES TRAZ UMA PROPOSTA DIFERENTE EM SEU NOVO DISCO "SOLAR"

30 março 2019

O baterista Alfredo Dias Gomes lança seu décimo primeiro disco solo, Solar,  totalmente autoral e inédito. Uma proposta um tanto diferente dos últimos trabalhos que tinham uma roupagem bem mais jazz-rock.
Aqui, resolveu mostrar, na raiz, como cria suas composições e fez toda a base deste trabalho usando teclados virtuais do ProTools. Basicamente, usou sons de fender rhodes. piano acústico, clavinete e mini moog, além das linhas de baixo usando o fingersbass, fretless e baixo dobrado uma oitava abaixo.
Um convidado muito especial participou ao seu lado neste trabalho como solista, o saxofonista Widor Santiago. Um convite bastante inusitado, pois, quando feito, Alfredo simplesmente disse -"Vai ser só nós dois". Curiosamente, ao final da sessão de gravação, ainda perguntou se não era melhor chamar um baixista, para uma resposta bem sincera e humorada de Widor -
"Cara, nem reparei que não tinha baixista".

Widor, aliás, participou de quase todos os discos de Alfredo Dias Gomes.

No repertório, um tema composto em 1980 a pedido de sua mãe, Janete Clair, para um personagem da novela Coração Alado que recebeu o nome de "Viajante", um baião que também foi gravado por Dominguinhos e que conta sobre um nordestino que veio ganhar a vida no Rio de Janeiro. Nessa época Alfredo tocava na banda do Hermeto Pascoal e estava respirando música brasileira.
O tema título, "Solar", foi composto em 7/4, com pegada pesada de bateria e melodia abrasileirada; "Trilhando" traz o andamento rápido do jazz com um característico walking bass; "Corais" apresenta um lado mais doce e suave, uma balada de melodia bem brasileira; "Smoky" é um jazz com atmosfera bem particular e coloca a bateria participando da melodia, dobrando juntamente com o sax. “El Toreador” foi composta em 1993 para uma trilha sonora de uma peça teatral de mesmo nome, também escrita por sua mãe, e traz tinturas hibéricas, fortemente espanholada; "Alta Tensão" entra no mundo fusion, com clima tenso e com destaque, ao final, para a bateria bem solta e improvisada. Fechando o disco, com nome bem sugestivo, a faixa “Finale”, também na atmosfera fusion, terminando com belo duo de bateria e sax em ritmo de samba.

Solar tem produção de Alfredo Dias Gomes, foi gravado e mixado por Thiago Kropf no ADG Studio e masterizado por Alex Gordon no Abbey Road Studios. A programação visual da capa é da Rec Design.
O disco está disponível em CD físico e nas plataformas digitais Spotify, iTunes e CD Baby.

Divulgação e assessoria de imprensa por Cezanne Comunicação.

Nenhum comentário: