Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

COMEÇA O MÊS INTERNACIONAL DE JAZZ

03 abril 2016

Herbie Hancock












 O Instituto Smithsonian em Washington, uma prestigiada organização que supervisiona, preserva e valoriza o patrinônio cultural e artístico dos EUA, vai comemorar o mês de abril como “Jazz Appreciation Month" ou " mês de apreciação do jazz".
Nos últimos anos, juntaram-se a outras instituições dos Estados Unidos e em outras partes do mundo, tornando assim esta festa do jazz um caráter internacional.
Este é o décimo quarto ano que o instituto organiza eventos para este feito, em abril, incentivando as instituições de ensino, organizações, músicos e o público em geral a participar desta celebração, chamada JAM (Mês de Apreciação do Jazz). 
Em anos anteriores JAM honrou o legado de mulheres no jazz, que - "têm ajudado a transformar as relações de gênero, raça, ordem cultural e social para alcançar uma sociedade mais justa e equitativa", de acordo com o instituto.
O ano antepassado centrou na figura de Louis Armstrong e, entre muitas atividades, Herbie Hancock deu concertos em várias capitais do mundo, na sua qualidade de embaixador da boa vontade da UNESCO.
A lista de eventos relacionados com esta valorização do jazz é longa e abrange as atividades e eventos em Washington e em muitas outras cidades nos EUA e no mundo.
Como já relatado anteriormente, Herbie Hancock, como embaixador da UNESCO, introduziu há três anos o "Dia Internacional do Jazz" em 30 de abril, para torná-lo também coincidente com o final deste mês tão especial.
Este ano,  será oficialmente realizada em Washington, EUA, mas como em ocasiões anteriores, haverá celebrações em muitas outras capitais e cidades do mundo. A celebração mundial da data indicada também contará com apresentações e concertos de estrelas do jazz em Istambul, Londres, New Orleans e New York, e ainda relacionando em países que vão desde Argélia ao Uruguai.
(adaptado de Noticias de Jazz)

4 comentários:

Nelson disse...

Bem .....e a "terrinha" ?
Valeu !!! Mário, mas da Argélia "passando por cima do Brasil, sem pousar, e indo ao Uruguai" vái ser bem frustrante.

Abçs.
"Nels"

Anônimo disse...

Estimados NELSON e MÁRIO JORGE:

Ficam para a "terrinha" os mosquitos e o desgoverno - esse negócio de cultura é para gente com o cérebro preservado e atuante.

PEDRO CARDOSO

Carlos Tibau disse...

Mario
Obrigado pelas notícias. Concordo com o Nelson e o Anonimo. Mais uma vez sobramos.
Abraço

Anônimo disse...

Na terrinha como disse o companheiro Nelson ficamos com esses festivais medíocres.
Carlos Lima