Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

ORNETTE COLEMAN MORRE AOS 85 ANOS

13 junho 2015

Segundo a revista Down Beat online, Ornette Coleman, "um ícone da avant-garde e um dos mais significativos músicos do século 20, morreu de ataque cardíaco no dia 11 de junho, em Manhattan, aos 85 anos.

O saxofonista-alto e compositor, que tocava também violino e trompete, foi votado pelos leitores da revista, em 1969, para seu Hall of Fame.

Ele recebeu, em 1984, o prêmio NEA Jazz Masters [a maior honraria que a nação pode conferir a um artista de jazz  (N. do Ed.)].

 Entre os trabalhos mais famosos de Coleman estão os álbuns Somethin' Else, Tomorrow is the Question!, The Shape of Jazz to Come, Free Jazz, The Empty Foxhole, Science Fiction, Song X (with Pat Metheny), Tone Dialing e Sound Grammar.

 A revista apresenta ainda o link para um dos mais importantes artigos de sua trajetória, "To Whom It May Concern" (A Quem Interessar Possa), escrito por Coleman em 1967, aqui

Um comentário:

Tibau disse...

Foi importante no que se dispôs a criar e divulgar. Sem dúvida nenhuma teve um valor histórico nos movimentos jazzísticos.
Abç