Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

Colecionadores Reeditam Gravações Históricas de McGhee

06 outubro 2014


Howard McGhee foi um dos primeiros trompetistas admirados Ao final dos anos 40, porém ao longo do tempo foi esquecido por muitos.
Agora, a gravadora Uptown lançou uma versão em CD de gravações feitas por McGhee, entre 1945 e 47, quando o trompetista tocava bebop na costa leste dos EUA.












Em 1947, ganhou o primeiro lugar na eleição dos críticos da revista Down Beat. Ele tocou com muitos dos grandes nomes da época, incluindo Charlie Parker, Lionel Hampton, Count Basie e Charlie Barnet. Gravou 12 álbuns como líder.
Howard McGhee foi um dos pioneiros do movimento bebop. em Nova York. Em 1945 se mudou para Los Angeles, tocou no Avenida Central e Hollywood Boulevard, dois dos locais onde as gravações contidas neste álbum foram feitas. 
McGhee foi um dos grandes do bebop. Não era tão virtuoso como Dizzy Gillespie (aliás ninguém era naqueles anos!), contudo tinha uma técnica próxima a de Fats Navarro e mais polido do que o estilo do jovem Miles Davis. Ele poderia improvisar facilmente nos registros mais altos do trompete e navegar por harmonias de acordes complexos próprias do estilo novo – o bebop.
Os músicos no CD são: Howard McGhee (tp), Teddy Edwards (st, cl) J.D.King (st, vcl) Sonny Criss (sa), Vernon Biddle, Hampton Hawes (pi), Bob Kesterson, Addison Farmer (bx) e Roy Porter (bat).
Alguns dos temas incluídos no CD:  Intro/Night Mist; A Night in Tunisia; Rockin' Chair; Dark Eyes; Don't Blame Me; Howard's Blues; Killin' Jive(Nagasaki); The Man I Love; Mop Mop; Intersection; Stardust; Lifestream; Night Mist; Hoggin; Sweet Potato; Blues a la King; Ornithology; Body and Soul; The Man I love.
O CD vem com um livreto de informações e fotografias em preto e branco. Seu som foi restaurado e melhorado consideravelmente pelo engenheiro Andreas Meyer.
Howard McGhee nasceu em 6/março/ 1918 em Tulsa, Oklahoma e faleceu em 17/julho/ 1987 in New York City)

(Adaptado do Noticiero de Jazz)

Um comentário:

Nelson disse...

McGhee foi um "bopper" de primeira linha. Estas gravações remontam ao período em que floreceram tambem Wardell Gray e Dexter Gordon na Central Avenue de Los Angeles, ao final dos anos 40 do seculo passado.Ted Gioia detem-se em, praticamente, três capitulos sobre esse período do "bop" na Costa Oeste em seu célebre livro WEST COAST JAZZ, que focaliza o estilo, no período que antecedeu ao movimento propriamente dito, que teve um período áureo entre 1950 até fins dos anos 60. McGhee já fazia "bop" na Califórnia, quando Parker e Gillespie foram para lá fazer célebres audições, quando Parker lá se estabeleceu sem Gillespie e, teve que se internar em Camarillo.
Deve ser um material deveras interessante, para os estudiosos do assunto.
Abçs.
"Nels"