Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

E FUNK-SE O RIO DE JANEIRO!

27 janeiro 2014

Dando uma arrumada na casa para prepará-la para receber visitas, fui espanar os "drafts" e achei algumas coisas não publicadas que ora farei, muito mais por curiosidade do que por outro motivo qualquer. Serve pelo menos para rever o espírito que nos dominava na época em que foram escritos. Este aqui é de 25 de junho de 2007 e o tema era a inexistência, que perdura - de um Festival de Jazz do Rio.
Aproveito para pedir aos demais editores que revejam também os seus próprios "drafts", para ver se o material ali remanescente ainda será utilizado ou se já pode ser descartado forever. Abrações.


Vou passar grande parte do resto da minha vida procurando entender o porquê deste país ser o ferro-velho, o depósito, o cemitério, o estacionamento das cabeças mais vazias "around". Com uma natureza linda como a do Rio, com uma gente linda como há no Rio, uma possibilidade espetacular de esvai sem que nem mesmo se possa argumentar com alguém do Rio - cidade, estado, tanto faz - não há nenhuma possibilidade de interlocução. Só há medo: de investir, de ousar, de marcar presença, de gerar um fato cultural positivo, atrair e consolidar. E lucrar, por muito tempo, nos mais diversos setores. Mas, não. Só se ouve NÃO.

Enquanto isso o resto do mundo se colore, se engalana, se diverte, se enriquece culturalmente, e os festivais de jazz se sucedem em titmo alucinante. O poster da nota é do Festival de Kopenhagen deste ano, e enquanto ficamos aqui chupando o dedo, vejam o que rola por lá:

Operaen / The Royal Opera, Friday July 7 - 20.00: Herbie Hancock Quintet: SOLD OUT

Tivoli Concert Hall, Saturday July 8 - 19.30: Sergio Mendes; ainda há ingressos;

Pressen, Politikens Hus at Rådhuspladsen, Saturday July 8 - 21.00: Trio Beyond w/ John Scofield, Jack DeJohnette & Larry Goldings; ainda há ingressos;

Operaen / The Royal Opera, Monday July 10 - 18.00: Dianne Reeves & Trio + Andy Bey Quartet; há poucos ingressos;

Glassalen at Tivoli, Monday July 10 - 19.30: N O R D I C N I G H T:
Carsten Dahl & Palle Mikkelborg + Supersilent; ainda há ingressos;

Glassalen at Tivoli, Tuesday July 11 - 19.30: Bill Frisell Quintet; há poucos ingressos;

Operaen / The Royal Opera, Tuesday July 11 - 18.00: Michel Camilo & Tomatito + Galliano & Portal; poucos ingressos;

Operaen / The Royal Opera, Thursday July 13 - 18.00: Gotan Project “Lunático”; SOLD OUT

Glassalen at Tivoli, Thursday July 13 - 19.30: Brad Mehldau Trio; SOLD OUT;

Pressen, Politikens Hus at Rådhuspladsen, Friday July 14 - 22.00: Tony Allen - "Lagos No Shaking"; ainda há ingressos;

Glassalen at Tivoli, Friday July 14 - 19.30: Cæcilie Norby & Ernie Wilkins Almost Big Band; ainda há ingressos;

Glassalen at Tivoli, Saturday July 15 - 19.30: Svend Asmussen Quartet; ainda há ingressos;/

Operaen / The Royal Opera, Saturday July 15 - 20.00: Salif Keita; ainda há ingressos.

Sem outros comentários.

Nenhum comentário: