Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

LUIZ CARLOS ANTUNES

26 novembro 2013

Acabamos de receber uma tristíssima notícia de que nosso amigo cjubiano e meu particularmente de muitos anos e aventuras no Jazz, o querido LLulla faleceu hoje de madrugada. Teve uma vida longa apesar de nos últimos anos estar bastante adoentado. Deixa uma lacuna enorme como companheiro jazzísta e amigo. Que Deus o tenha e o abrigue eternamente. 

7 comentários:

Anônimo disse...

Estimado MÁRIO JORGE e amigos cjubianos;

LULA foi companheiro, amigo e mestre maior em relação ao JAZZ.
Defensor implacável da boa música, do verdadeiro JAZZ, a "Arte Popular Maior", batalhador permanente e incansável do JAZZ, LULA deixa marca profunda na difusão do que mais amou, o JAZZ, e nas amizades que criou.
Pai de 02 fihos e de 01 filha, avô de netos preciosos, companheiro de Dª LÚCIA, amiga de sempre, cultivou o conhecimento e o engrandecimento daquilo que todos nós amamos.
- Produtor e apresentador do programa “O Assunto é Jazz”, rádios Difusora Fluminense e Fluminense-FM, 1958/1965 e 1972/1994 (total de 1.828 programas), Niterói/RJ.
- Colunista de Jazz para os jornais “O Fluminense”(1970/1973) e “Tribuna da Imprensa” (1978/1980), Niterói e Rio de Janeiro/RJ.
- Palestra “A Música de Charlie Parker” no 1º Festival de Jazz São Paulo/Montreaux, 1978, São Paulo/SP. Outro palestrante na ocasião foi o saudoso Leonard Feather.
- Fundador e Presidente do “Clube de Jazz” de Niterói, Niterói/RJ.
- Autor / tradutor / adaptador de diversas capas de discos de Jazz, para os selos CBS/Sony, Verve/Polygram e Warner.
- Autor da série “Histórias do Jazz” para a Internet no portal do “CJUB”.
- Co-autor do livro "Charlie Parker - Glória Musical, Abismo Pessoal" (ainda não publicado).
- Autor do artigo "O JAZZ no Século XX", dentro do livro "TRIBUTO AO SÉCULO XX" da Virtual Editora, diversos autores, 1ª Edição, 1999, Brasil, 198 páginas.
E muito, muito mais na seara da música dos músicos.
Vai-se o amigo, fica a obra, fica tudo aquilo que plantou, com carinho, conhecimento, vivência e eterno amigo dos músicos.

APOSTOLOJAZZ

Mario disse...

Sem Palavras, muita tristeza!

MauNah disse...

Pedro,
Será que vc. poderia publicar esse pequeno porém humano e saudoso retrospecto no corpo do blog?
Obrigado.

SAZZ disse...

Chocado com a perda de grande cara e amigo, ainda tenho bem vivo na memória, quando fui convidado do seu programa na Fluminense e o carinho com que me recebeu e quando passei a admira lo ainda mais.

Com certeza o céu vai ter uma pessoa muito especial no seu altar.

Valeu amigo !!!

Beto Kessel disse...

Triste com a noticia do falecimento de Luiz Carlos Antunes, cuja voz ouvi pela primeira vez no radio no histórico programa O ASSUNTO E JAZZ, e depois tive a satisfaçao de conhecer e conversar nos almoços do CJUB e no intervalo dos concertos que o CJUB realizou no Mistura Fina. Enorme perda.

Beto Kessel

Anônimo disse...

Prezado MauNah:
Estou sem poder postar, já que todos os endereços e senhas não respondem.
POR FAVOR, instrua-me novamente para ver se consigo (estou sem postar a série "Guitarristas" há meses.
Antecipadamente grato,

PEDRO CARDOSO - APOSTOLOJAZZ

Tibau disse...

Amigo Major
Eu, como todos vcs, já estamos muito
saudosos do grande amigo. Eu conheci o Lula em 1956, quando fui sorteado no seu programa com um Lp ($64.00 Em Jazz da Columbia). Daí pra frente ele me mostrou tudo de bom e bonito que o Jazz tinha. Foi realmente meu guru. Me fez sentir e amar o Jazz. Tinhamos uma brincadeira de quem iria conversar primeiro Bix e King Oliver. Ele vai chegar primeiro mas assim que der eu me junto aos mestres.
Forte abraço