Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

MONTY ALEXANDER - 50 ANOS DE CARREIRA

30 janeiro 2012



O pianista jamaicano Monty Alexander vai comemorar os seus 50 anos de carreira com uma série de shows a serem realizados no famoso Blue Note de New York. Isso acontecerá no período entre 20 de fevereiro e 4 de março. Além do seu trio estão convidados Russell Malone, Lonnie Liston Smith, Freddie Cole, Dee Dee Bridgewater, Jeff Hamilton e Christian McBride.

3 comentários:

Beto Kessel disse...

Sou fan de Monty alexander e cheguei inclusive a postar no blog um Duo dele com o saudoso Billy Taylor. belissimo Duo de Piano..

http://www.youtube.com/watch?v=59J6x6MInPw

Sera que ele ja tocou alguma vez no Brasil ? Fica a duvida.

Abracos,

Beto

José Domingos Raffaelli disse...

Caro amigo e confrade Beto,

Infelizmente, ao que eu saiba, Monty Alexander nunca veio ao Brasil. Um dos problemas dos empresários brasileiros e parte dos organizadores de festivais de jazz nacionais e que a maioria não tem maiores conhecimentos dos jazzmen em atividade e geralmente contratam alguns dos mais conhecidos.

Lembro quando estava sendo organizado o I Festival de Jazz São Paulo-Montreux, um dos seus produtores telefonou-me solicitando sugestões para contratar os músicos.
Falei-lhe em Hank Jones e Duke Jordan. Este ele nunca ouvira falar, mas quando eu disse que ele fez parte do célebre primeiro quinteto de Charlie Parker que gravou uma série de obras primas para a Dial, respondeu:

- Não serve, esse é um cara muito velho, temos de trazer gente nova para agradar o público jovem.

Por essa resposta, você pode avaliar o que ele conhecia de jazz.....

Keep swinging,
Raffaelli

Beto Kessel disse...

Raffaelli,

Que pena que esta turma nao tenha sequer conhecimento de quem toca e quem engana...

desta forma deixamos de assistir verdadeiros feras, e temos que engolir "medalhoes" que vem, e a titulo de atrair publico nao agradam os verdadeiros apreciadores do Jazz

Abracos,

Beto