Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

BELA NOTÍCIA

01 junho 2011

Chega a nós a notícia de que nem tudo está - totalmente - perdido! Há uma luz no fim do tenebroso túnel que é a noite carioca no que diz respeito a programações que tragam ao coração música que o revigore e não o comprometa. Assim é que vai rolar um novo lugar, segundo o aviso recebido, que transcrevo abaixo:

Depois do sucesso da pré-estréia, está sendo lançado oficialmemte na sexta e no sábado, 3 e 4 de junho, o projeto Bossa, Jazz e Muito Mais, no Vizta.

Este é um projeto pensado para quem gosta de ouvir música ao vivo num ambiente muito especial, neste caso, com vista para a praia do Leblon...

Às sextas e sábados o Restaurante Vizta, no Hotel Marina Palace, vai se transformar no mais novo point de música ao vivo do Rio.

Atualmente todo mundo está vendo e ouvindo muita música na internet... Mas nada se compara à experiência da música ao vivo que acontece na sua frente e que nunca mais vai se repetir daquela maneira, principalmente se estamos falando de jazz, samba-jazz e bossa nova, com muito improviso e muito balanço. Para ter essa sensação não existe outro jeito: você tem que estar lá, naquele lugar e naquela hora.

Na sexta, 3 de junho, a Companhia Estadual de Jazz (CEJ) vai contar com a participação especial do trompetista Guilherme Dias Gomes.

No sábado, dia 4, o grupo Conexão Rio se apresenta com dois convidados especiais: Vittor Santos (trombone) e José Carlos Bigorna (sax e flauta).

* Companhia Estadual de Jazz (CEJ) - Sergio Fayne (piano), Fernando Clark (guitarra), Chico Pessanha (bateria) e Reinaldo (contrabaixo).

* Conexão Rio - André Cechinel (piano), Fernando Clark (guitarra), Fernando Barroso (baixo), João Franzen (sax alto) e Paulo Diniz (bateria).

Bossa Jazz e Muito Mais
Hotel Marina Palace – Restaurante Vizta (Av. Delfim Moreira, 630 - Leblon – Rio de Janeiro)
Preço: R$ 25,00 (couvert artístico)
Horário: a partir de 21h30
Reservas: 2172-1089

4 comentários:

Nelson disse...

É "uma grande pedida"

Mas esperamos que não venha a ter um destino como o do "Gula Bar" que de certa feita - já nos estertores - fiquei assistindo sozinho aos amigos Alex"Dentista"(trompete), Márcio (clarinete) e ao filho do Oscarito (bateria)tocarem num sábado à noite, cujos únicos aplausos foram meus e de quem estava me fazendo companhia, na ocasião.
Outrossim, que o "E MUITO MAIS" aí do cartaz, não venha dar futuros dissabores de "bicões" fóra do idioma jazzístico.
Chico Pessanha,Paulo Diniz e o Reinaldo, são velhos conhecidos nossos e, o Dias Gomes dispensa apresentações, pois sua obra de notável trompetista é sobejamente conhecida, para quem acompanha o jazz, nesta "terra de Cabral"
Aos idealizadores, nossos sinceros parabéns e,ao amigo MauNah o nosso muito obrigado.
"keep swinging"

"Nels"

Nelson disse...

Em tempo:
Desculpem-me a minha omissão, por puro lapso, do nome de Vittor Santos, no comentário acima, porque é um nome que como arranjador e trombonista jamais poderá passar desapercebido, pelo bom gosto e o que já tem feito na area do jazz.
"Nels"

APÓSTOLO disse...

O que todos desejamos é que seja espaço permanente, sem (como diz Mestre NELSON) "bicões" que fulminam a qualidade.
O Rio de Janeiro merece e precisa desse e de mais espaços.
Bela notícia e que possamos cumprimentar os aniversários sucessivos do "VIZTA": "Welcome To The Club", como diria Nat "King" Cole, que Mestre LULA sempre me faz lembrar.

figbatera disse...

Uma boa notícia mesmo! Torçamos para que haja boa receptividade por parte do público aficionado e que permaneça como mais uma atração da noite musical carioca.