Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

MESTRE LOC

31 outubro 2009

Fez aniversario ontem, e eu nao tive tempo de fazer o devido registro aqui no blog. Problemas familiares e uma mudanca de casa estao me deixando sem tempo para almocar ou jantar, o que dira sentar no computador e fazer o minimo dever de casa. So hoje pude abrir o laptop e usando o wi-fi de um vizinho generoso (a Net ficou de vir: facam suas apostas!) consegui entrar no blog e, agora sim, saudar nosso querido Mestre de modo precario, mas de coracao, mesmo sem o concurso da pontuacao.

Que o Mestre LOC, tao informativo quanto inspirador, nas colunas (Guzz, onde andam as transcricoes que vc. publicava, homi?) e mais ainda, no trato pessoal, possa prosseguir nos dando a oportunidade de privar de sua tao amavel convivencia, recheada das suas inteligencia, delicadeza, afabilidade, educacao, simpatia e simplicidade, coisas de uma alma macerada e curtida em jazz de alta qualidade e em classicos idem.

Muito e muitos anos de vida saudavel ao lado de D. Branca e de seus CDs prediletos, sao os votos deste amigo, e em nome da Confraria.

UM GRANDE ABRACO, PARABENS E MUITAS FELICIDADES!!!

E desculpe o atraso.

12 comentários:

Beto Kessel disse...

Luiz Orlando Carneiro, muitas felicidades. Continue nos mantendo informados sobre o Jazz e tambem sobre o que anda acontecendo nos tribunais da capital federal.

Abraços,

Beto Kessel

Érico Cordeiro disse...

Caro Mestre Luiz Orlando Carneiro,
Parabéns por esta data festiva. Muita paz, saúde, alegrias e, é claro, muito jazz!!!
Um fraterno abraço!

APÓSTOLO disse...

Ave LUIZ ORLANDO ! ! !
Que a saude, a boa convivência, a continuada assistência e audição de JAZZ, prossigam enriquecendo sua vida, que tanto nos tem proporcionado.
Feliz aniversário e "keep swinging".

MaJor disse...

Luiz Orlando, receba um grande abraco muita saude e paz.
Mario Jorge

BraGil disse...

Luiz
Grande abraço
Gilberto

Luiz Orlando disse...

Queridos amigos e irmãos de opa,
Agradeço muito a lembrança e as manifestações a propósito do meu aniversário. Prometo que I'll do my best to keep swinging...Aquele abraço do Luiz O.

edú disse...

Nem queria lembrar apenas do autor de duas obras referenciais da nossa infelizmente minguada literatura temática do jazz.Tampouco o colunista que em pleno domingo, dia reservado ao descanso e carinho aos próximos de afeto, nos faz buscar sua coluna de irretocável estilo e forma para saber o que efetivamente “rola” no cenário do jazz.Gostaria de reforçar hoje apenas o papel de Luiz Orlando na evolução e principalmente implantação do modelo do moderno jornalismo brasileiro no JB no inicio dos anos 70.Respirando época sombria da repressão política e da convivência opressiva no terreno das idéias – Luiz Orlando exerceu papel fundamental como editor executivo daquele diário e reformador na adoção do modelo consagrado de jornalismo brasileiro. O efeito dessa atitude na categoria foi a aceleração da extinção na parcela que exercícia o jornalismo como atividade de segunda categoria e suplementar como fonte de renda – já que muitos profissionais engordavam seus holerites no comissionamento em assessorias públicas.Baseado no principio constante do aperfeiçomento na atividade e a busca de uma mais completa capacitação no mercado profissional. Permitindo a produção, na época do JB, da melhor quantidade de informações que uma reportagem poderia gerar para fomento das gerações que careciam em fazer uso seu espírito critico.

Guzz disse...

edú falou e disse !

Mestre LOC, Felicidades ! Saúde, muita informação e muito jazz !

Abs,


MauNah,
sobre as colunas do LOC, não é mais possivel a cópia do site do JB, uma pena !

Beto Kessel disse...

A última coluna trata do novo album do brilhante pianista Hélio Alves, músico do Brazilian Jazz Trio, que com Nilson Matta e Duduka da Fonseca deu show no finado Mistura Fina, num daqueles inesquecíveis concertos produzidos pelo CJUB.

APÓSTOLO disse...

Prezado EDÍ:

Permito-me, sem nenhuma intenção de correção, mas apenas de "ajuste", lembrar que nosso Mestre Luiz Orlando já lançou 03 obras para nossa satisfação:
(1) Jazz: Uma Introdução (1982);
(2) Obras Primas do Jazz (1986);
(3) Elas Também Tocam Jazz (1989).
Esperamos todos. creio, que a pena de Luiz Orlando ainda nos brinde com outras obras.

edú disse...

Caro Apostolo, corrija-me sempre que achar oportuno.Terá sempre minha gratidão por ajudar a inibir minhas constantes imperfeições.Exercendo,pois, minha famigerada insistência e teimosia : a coluna do LOC dessa semana versava sobre o álbum triplo de piano solo de Keith Jarret de titulo Testament.

Anônimo disse...

Sou bastante suspeito pois além da afinidade musical, tenho os 3 livros e simplesmente TODAS as colunas do cambaleante mas ainda vivo JB, talvez até pela presença do nosso LOC...

Felicidades e tudo de muito bom que lhe é merecido.

Sazz