Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

MUSEU DE CERA # 58 – CANTORAS DE BLUES 6 – SIPPIE WALLACE

16 junho 2009



Beulah "Sippie" Thomas nasceu a 1/nov/1898 e cresceu em Houston, Texas onde cantava e tocava órgão na igreja do pai Shiloh Baptist. Ainda na juventurde junto a seu irmão mais novo Hersal e ao mais velho George começou executando e cantando o Blues nos shows apresentados em tendas viajando por todo o Texas. Em 1915 foi para New Orleans com o irmão George e em 1917 casou-se com Matt Wallace. Encontrou-se com grandes jazzistas como King Oliver e Louis Armstrong com os quais, mais tarde, fez magníficas gravações. Durante os anos 1920 excurcionou no circuito T.O.B.A. quando foi apelidada de "The Texas Nightingale".
Em 1923 seguiu com seus irmãos para Chicago e iniciaram atuando em cafés e cabarés. George Thomas tornou-se um notável pianista, bandleader, compositor e mais tarde editor de músicas. O outro irmão Hersal Thomas era pianista e compositor Sua sobrinha Hociel Thomas juntou-se à família como pianista e compositora. Ainda em 1923 Sippie fez suas primeiras gravações para Okeh Records e até 1929 registrou 40 canções. Seus acompanhadores foram a nata do New Orleans Jazz na época como King Oliver, Louis Armstrong, Clarence Williams, Sidney Bechet e Johnny Dodds, dentre outros.
Sippie foi para Detroit em 1929 e acabou deixando a carreira após a morte de seu marido em 1935 e de seu irmão George em 1936. Recolheu-se na religião e nos próximos 40 anos cantava e tocava órgão na Leland Baptist Church em Detroit. Muito ocasionalmente cantava algum Blues até que em 1966 voltou à carreira quando com sua grande amiga do Texas Victoria Spivey fizeram um álbum - Sippie Wallace and Victoria Spivey no selo da própria Spivey. Logo depois gravou outro álbum Sippie Wallace Sings the Blues ela mesma se acompanhando ao piano para o selo Storyville. Ainda em 1966 gravou o álbum Women Be Wise, com os pianistas Roosevelt Sykes e Little Brother Montgomery. Wallace gravou no álbum - Louis Armstrong and the Blues Singers cantando - A Jealous Woman Like Me, Special Delivery Blues, Jack O'Diamond Blues, The Mail Train Blues e I Feel Good. Em 1981, Wallace gravou o álbum Sippie para a Atlantic Records, com o qual venceu em 1982 o W. C. Handy Award for Best Blues Album of the Year e ganhou uma nomeação no Grammy Award em 1983.
Sippie falece em 1986 no mesmo dia em que nasceu 1/novembro fazendo 88 anos.
Wallace foi respeitada, além de cantora, como compositora de Blues, seus originais Mighty Tight Woman e Women Be Wise, até hoje fazem parte dos repertórios de cantores do Texas Blues. Uma de suas características era o shout uma voz gritada e muitas vezes cantava em público sem microfone. Seu estilo combinava vários elementos como as inflexões graves dos cantores do sudoeste norte americano, as habilidades vocais como excelente articulação e senso de tempo, possuindo uma voz melodiosa dotada de ótima afinação mantendo perfeitas as qualidades da forma e das inflexões do blues clássico.
Podemos ouví-la, então, em duas grandes interpretações na primeira ainda podemos ouvir o sax de Bechet pontuando nos breaks e o cornet de Armstrong na segunda:

BABY, I CAN'T USE YOU NO MORE (Matt Mathews / Sippie Wallace) - Clarence Williams' Blue Five: Sippie Wallace (vcl), Louis Armstrong (cnt), Aaron Thompson (tb), Sidney Bechet (sax sop), Clarence Williams (pi) e Buddy Christian (bj).
Gravação original: New York, 28/nov/1924 - Okeh 8212 A (mx 73007-B).
HAVE YOU EVER BEEN DOWN ? (Hersal Thomas) - Sippie Wallace (vcl, pi) acompanhada por Louis Armstrong (cnt) e Artie Starks (cl).
Gravação original: Chicago, 6/maio/ 1927 - Okeh 8499 (mx 80838-B).
Fontes: CD - Sippie Wallace - Complete Recorded Works Vol 1 (1923-1925) e Vol. 2 (1925-1945) – selo Document – DOCO 5399 e 5400 -1995 – USA.



Um comentário:

APÓSTOLO disse...

Prezado MÁRIO JORGE:

Mais uma "na mosca" - texto conciso e preciso, excelentes faixas.
Parabéns ! ! !