Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

A morte de Louis Bellson

03 março 2009


Um dos grandes bateristas da chamada idade média do Jazz, LOUIS BELLSON, veio a falecer em 14 de fevereiro, vitimado por complicações do mal de Alzheimer. Tinha 84 anos e foi dono de uma carreira impecável. Nos anos 50 ele ganhou fama ao adotar dois bumbos integrando a sua bateria. Na adolescência venceu o "Gene Krupa talent contest" e logo entrava para a banda de Benny Goodman (1943-46), Tommy Dorsey (1947-49) e Harry James (1950-51) antes de substituir Sonny Greer na banda de Duke Ellington onde foi grande destaque co a gravação do tema de sua autoria "Skin Deep". Após passar por outras orquestras entre as quais a "Dorsey Brothers" (1955-56), Count Basie(1962) novamente Duke Ellington (1965-66) e Harry James (1966) , Bellson pasou a gravar sob seu próprio nome nos selos Roullete, Pablo, Concord, e Music Master, além de organizar e dirigir clínicas para jovens bateristas. Gravou também para a Verve quando integrou a troupe J.A.T.P. nos anos 50. Esteve no Rio atuando num Jazz Festival, dirigindo uma banda de veteranos homenageando Duke Ellington. RIP

6 comentários:

MAJOR disse...

Magnífico batera, perda irreparável. Tive a gratíssima sorte de poder vê-lo no Free Jazz já iniciando a doença contudo ainda fantástico. Em vídeo tenho 2 programas completos de sua banda e cerca de 5 apresentações com outros bateristas é o que resta, além de sua lembrança.

APÓSTOLO disse...

Menos mal que deixou vasta obra gravada, eterna.
De resto, saudades...

Tenencio disse...

Acima de tudo um musico completo. compositor e arranjador gravado por ninguem menos que Duke Ellington.
Sua vasta discografia é atestado mais do que suficiente de sua arte.
Era realmente "danado".

edú disse...

Louie Bellson nasceu Luigi Paulino Alfredo Francesco Antonio Balassoni e venceu o referido concurso denominado Slingerland National Gene Krupa contest aos 17 anos.

Nelson Reis disse...

Quem nunca o ouviu em "Skin Deep" junto com a banda do Ellington, nos anos 50, trate de faze-lo pois o sujeito era "realmente danado".
Perfeito no tempo,divisão,ataques.Um "dos grandes" no instrumento.
Descanse em paz e, agradecemos por tudo que deixou para o nosso deleite.

figbatera disse...

Eu já havia colocado o vídeo do "Skin deep" no meu blog. Olhem lá...