Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

ENCONTRO ÀS QUINTAS

28 fevereiro 2009

Modern Sound – Sala Multimídia - às 20h
Rua Barata Ribeiro 502 D Copacabana

PROGRAMAÇÃO DE MARÇO

1 – DIA 5HENRY MANCINI REVISITADO”
expositor : Sergio Batista
- do compositor não creditado dos filmes B da Universal ao grande sucesso de um dos maiores de Hollywood.

2 – DIA 12 “A BROADWAY DOS MILHÕES”
expositor : João Máximo
- os sons e as imagens dos musicais recordistas de permanência nos palcos de New York

3 – DIA 19 “MULHERES NO JAZZ”
expositor : Estevão Hermann
- os grandes conjuntos e as solistas femininas no Jazz do século XX

4 – DIA 26 “A ERA DAS BIG BANDS”
expositor : Mário Jorge Jacques
- a época em que o Jazz invadiu os salões de dança e o Swing passou a fazer parte do cotidiano americano

11 comentários:

APÓSTOLO disse...

Covardia!
Quando vêm para SAMPA???
Sucesso que o assunto e os expositores merecem...

Tenencio disse...

Interessante mas sempre que ha palestras sobre jazz os temas são basicamente os mesmos. Depois reclamam que os musicos tocam sempre as mesmas musicas. Exceção é a palestra sobre Mancini,essa é realmente novidade e muito bem vinda. Bigbands da era do swing, Broadway,mulheres no jazz são assuntos mais do que batidos . Claro que são importantes mas sera que ninguem pensa em nada diferente? Big Bands contemporaneas, novos compositores, novos musicos e principalmente assuntos menos genericos e mais ligados a uma audição mais aprofundada eu nunca vi . Mas fica a sugestão e desejo todo o sucesso aos palestrantes.
Abraço

figbatera disse...

E faltou tb informar o horário das palestras.

edú disse...

Somente pisei duas vezes na Modern Sound.Ocasiões em q me encontrava na companhia de um amigo q detém bons vínculos de amizade com o dono.Fomos muito bem recebidos e levados ao seu escritório onde nos foi servido café e chocolates.Era um período em q a empresa iniciava sua expansão.Acabara de comprar o imóvel vizinho e estava prestes a transformar-se nesse complexo de loja de equipamentos,cds, dvds e bistrô com apresentação de “pockets shows” de muitos do melhores músicos da cidade ao final da tarde.Os paulistas poderiam – caso haja existência dessa condição – invejar de forma saudável a presença desse espaço no Rio de Janeiro, inexistente ,nesse modelo,na cidade de São Paulo.A impressão q recebi dessas visitas era o cuidadoso acervo para venda, repleta de peças valiosas para um interessado apreciador de jazz e bossa nova e os preços muito pouco camaradas.Essa semana, por coincidência, decidi quebrar meu voto de abstinência de três anos e comprar um disco q apenas era vendido naquele varejo.Como já era cadastrado, decidi comprar em sua página on line.Primeira surpresa, o custo do frete.Indiscutível o maior q já vi em qualquer ambiente de venda virtual.Em razão do respeito e consideração q tenho pelo músico e seu primeiro trabalho solo comemorando cinqüenta anos de carreira decidi bancar essa estimativa.Fiz a encomenda e a página repleta de dificuldades só aceitava uma bandeira de cartão de crédito q - para minha sorte - tinha.Completei as etapas – todas bastante confusas e precariamente informativas - ficando às cegas se a compra foi efetivamente concluída.Foi seguramente a pior pagina on line em q procedi alguma compra .A surpresa final e q diante da incerteza da efetiva conclusão de venda liguei a loja para confirmar.A funcionaria q atendeu simplesmente desconhecia qualquer possibilidade de ajuda ou informação prestativa.Parecia uma eventual cliente q atendeu ao telefone q estava tocando ao lado.Sob alegação q a loja estava fechando sugeriu q ligasse outra hora.A conclusão q recebi dessa experiência é q espero receber minha mercadoria de forma segura e tranqüila.Depois dela, jamais precisar recorrer aquele estabelecimento para algo.Sobre as palestras, concordo com o André.E o seu Olney, sabiamente,identificou a informação incompleta - padrão Modern Sound.

MARIO JORGE disse...

ESCLARECIMENTOS: dado os comentários gostaria de esclarecer que o ciclo de palestras ENCONTRO ÁS QUINTAS foi desenvolvido pelo Sergio Batista e Estevão Hermann como divulgação de música em geral para um público também genérico e não específicamente jazzófilo. Vários são os assuntos como por exemplo em abril há Pixinguinha e Grandes Maestros da Música Clássica.
O Jazz como fantástico gênero musical faz parte obrigatória do ciclo. A Modern Sound nada tem a haver com as palestras apenas aluga a sala multimídia espaço raro e excelente e sem comparação no preço, possível para o comparecimento médio de 25 a 30 pessoas, claro que faz parte de um marketing da casa. Nós somos tão aficionados pelo Jazz que às vezes pensamos que pelo menos metade do mundo adora Jazz e principalmente se dignar a sair de casa à noite para assistir palestra. Lula e eu temos vivência nesse assunto e já fizemos palestras para 4, 5, 6 abnegados (e houve uma com ZERO, aliás não houve), mas nada tinhamos que PAGAR. Na verdade A ERA DAS BIG BANDS será uma amostra de vídeos da década de 40 com as grandes orquestras da época, pouco papo e muita imagem é a filosofia dos encontros.

edú disse...

Para não dizer q só falo bem (sic) da Modern Sound, por uma questão de justiça recebi a encomenda em menos de 72 horas imaculadamente embalada à prova de uma hecatombe nuclear com um peso aferido de 282 gramas em forma de envio Sedex.O que encarece , pelo peso, naturalmente o frete.Ponto positivo pra loja pelo cuidado na embalagem e envio correto das vias fiscais.

Tenencio disse...

Edú,
vender discos eles sabem como ninguem,são realmente "do ramo",no Brasil é uma das melhores. Conheço a loja ha mais de 30 anos e sempre encontrei grandes discos de jazz,classicos ou musica brasileira e os vendedores conhecem o assunto.
A loja online ira receber ,com certeza,os ajustes necessarios.
A proposito:que disco voce comprou la? De sua opinião sobre ele no espaço la de cima do blog.
Abraço

figbatera disse...

...e continuamos sem saber o horário das palestras.

E esperamos o comentário do edú sobre o tal CD aqui no "o que estamos ouvindo".

edú disse...

Seu Olney,primeiro tenho q ouvir o cd de 15 a 20 vezes .Mas pretendo -a primeira vista - fazer uma coisa mais ampla naquele nosso espaço.Colocaram o horário da palestra bem no cantinho - 20 horas.

MAJOR disse...

Meu caro Fig o horário está no título em amarelo - 20 horas

figbatera disse...

Ok, agora eu vi. Obrigado!