Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

BOLLANI NO RIO

20 dezembro 2008


Marcos Resende (pianista) me liga.
.
- Sabe quem vai tocar hoje (19/12) aqui no Rio na Sala Cecilia Meireles? Aquele pianista italiano que você gosta muito, Stefano Bollani (36, Milão). Só fiquei sabendo porque saiu no Globo. Vai ser apresentação de piano solo com alguns cantores convidados: Zé Renato, Ná Ozzetti, Marcos Sacramento e Nilze Carvalho. Eu vou.
.
Liguei pro Marcos hoje, curioso. E ele me fez uma rápida avaliação. Vou tentar repetir o que disse.
.
- Ele abriu o show sozinho em quase 1 hora. O cara tem bom-gosto, técnica, mão esquerda precisa e timing perfeito, criativo também. É simpático, engraçado, fala bastante, conta histórias e até canta, mas na base do deboche. Muito comunicativo, sabe como lidar e prender uma platéia. Não é fácil fazer show em piano solo. Já vi muito craque, como Hancock, Jarrett e Tyner em falhas de timing. E às vezes o clima fica chato.
.
Marcos, eu considero o Bollani um dos melhores pianistas de jazz da atualidade. Tô errado?
.
- Hoje é difícil para um novo pianista de jazz criar identidade própria, se afastar bastante dos grandes influenciadores. Mehldau (e aí Bene-X???) é um dos poucos. O Bollani também. Tanto que ele mostrou no show que se adapta fácil a todos os ritmos, brasileiros inclusive. Claro que aquele vigor dos pianistas negros os brancos jamais alcançam. Pena que não vi nenhum músico por lá. Aliás, já me acostumei com isso. Cansei de convidar e ninguém vai. Só aparecem (os músicos) se for prá ganhar grana. Apesar da pouquíssima divulgação, Bollani lotou a casa. Ingresso a 30 reais.
.
PS. Essa o CJUB marcou bobeira. Ninguém avisou.

Nenhum comentário: