Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

MORRE ESBJORN SVENSSON

15 junho 2008

Morre, aos 44 anos, o pianista sueco Esbjorn Svensson, vítima de um acidente quando praticava mergulho em Estocolmo, Suécia.

Um dos grandes nomes do cenário da música instrumental européia, liderava o E.S.T. Esbjorn Svensson Trio ao lado do contrabaixista Dan Berglund e o baterista Magnus Ostrom.

Eu sou um fã incondicional de sua música, ao mesmo tempo original e inovadora, um dos melhores grupos que surgiram no cenário musical nos últimos tempos.

Era criticado por muitos e cujo nome sempre acolorou muita discussão aqui neste espaço por não caracterizar, de fato, um pianista de jazz. Mas a verdade é que Svensson tinha uma musicalidade impar, sua música se encorpava com elementos de jazz, do rock progressivo e nos levava a uma viagem da introspecção a psicodelia. Juntou-se a sua música os nomens de Pat Metheny, Nils Landgreen, Michael Brecker, entre outros, e Ulf Wakenius, que lançou recentemente um trabalho homenageando a música do E.S.T.

Sempre encontrei muita inspiração na música de Svensson, principalmente nos seus melhores trabalhos From Gagarin Point of View e Seven Days os Falling.
Deixa uma discografia com 13 discos, 2 ao vivo e 1 DVD.

RIP Esbjorn Svensson

Round Midnight, EST & Schleswig-Holstein Chamber Orchestra

Nenhum comentário: