Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

COUNTRY JAZZ ?

31 maio 2007

Neta de Frank Welsman – foi o fundador e primeiro regente da Orquestra Sinfônica de Toronto - , a cantora e pianista canadense Carol Welsman segue construindo uma carreira consistente no cenário jazzístico mundial. Somente em seu país já vendeu cerca de 100 mil CDs, fato não muito comum por aquelas bandas. Por dominar vários idiomas, Carol tem facilidade para compor um repertório sempre versátil e agradável – ela tem também uma admiração toda especial pela boa música brasileira. Foi várias vezes nominada ao Juno Awards (uma espécie de Grammy canadense). No seu currículo constam uma graduação em “piano performance” na Berklee e aulas com Christiane Legrand (irmã do Michel). Esteve no Brasil, onde se apresentou com Oscar Castro Neves no Mistura Fina e Bourbon Street (São Paulo). E acaba de lançar o seu 6º CD (What’Cha Got Cookin’), acompanhado de DVD, onde ela investiga com uma linguagem jazzística bem própria alguns standards da música country norte-americana. Carol hoje mora em Los Angeles, onde agora se apresenta com crescente sucesso.
Diz Don Heckman, Los Angeles Times: Carol é rara descoberta: uma artista sólida em musicalidade, imaginação e com todas as condições para atingir o topo no cenário do jazz vocal mundial”. Completa o jornal: público e músicos são unânimes – Carol é um extraordinário talento e uma das melhores cantoras e pianistas nos Estados Unidos.
What’Cha Got Cookin’ é o primeiro CD sob direta influência norte-americana. A seu lado aparecem músicos de primeiríssima linha, como o saxofonista Tom Scott, o tecladista e arranjador Randy Waldman, o guitarrista Grant Geissman, além de Kevin Axt (baixo) e Ray Brinker (bateria), ambos usuais parceiros da ótima vocalista Tierney Sutton. A idéia desse CD partiu do produtor Pierre Cossette, que desafiou Carol a se familiarizar com a música country e tratá-la com um foco mais jazzístico. O DVD mostra a cumplicidade dos músicos no projeto e o que se pode constatar é um resultado onde não faltam bom gosto e competência. Entre os “hits” da música country, destacam-se By The Time I Get To Phoenix (Jimmy Webb), Everybody’s Talkin’ (F. Neil), I Can’t Stop Lovin’ You (D. Gibson), Just A Little Lovin’ (Arnold & Clements), I Feel Lucky (Chapin & Carpenter), entre outros. O CD + DVD foi inicialmente lançado no Japão, recebendo só agora uma edição americana através da Koch Records. Se não há um clima estritamente jazzístico, sobra criatividade. Há quem diga que Carol não deve nada à conterrânea Diana Krall. Nada mesmo.

PS. Vale a penas visitar o site www.carolwelsman.com , onde há até um vídeo onde Carol aparece tocando com Herbie Hancock.
PS II. Pelo que se sabe, quando ela esteve no Mistura, nosso pequeno grande Sazz lascou-lhe um beijo. Houve certo malabarismo para tal, já que a moça mede quase 1.90. De lá para cá nosso inquieto cejubiano vem sendo cogitado para competir no Pan - salto com vara...




Carol Welsman - I ...

Nenhum comentário: