Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Mario Vieira (Manim), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).


BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

XIV CONCERTO CHIVAS JAZZ LOUNGE - DIA 26 DE AGOSTO, NO MISTURA FINA
"NEW YORK JAZZ"

20 agosto 2004

Será no próximo dia 26 de agosto, no Mistura Fina (Av. Borges de Medeiros, 3207 - Lagoa, fone 2537.2844), às 21 horas, a continuação dos concertos da série CHIVAS JAZZ LOUNGE, patrocinada pela Pernod-Ricard do Brasil, produtora do whisky Chivas Regal.

Para essa 14a. edição dos Concertos CJL, o CJUB programou um concerto de jazz mais tradicional, para o qual vai contar com o trio de renomados músicos radicados em Nova Iorque, o "New York Jazz", que, complementado por três importantes jazzistas de São Paulo, vai mostrar a plenitude de suas qualidades musicais através de um variado repertório, o qual será disponibilizado aqui oportunamente.

O trio "New York Jazz" é composto por banjo, clarinete e piano e capitaneado por Eddy Davis, norte-americano, maestro, compositor, músico de jazz tradicional e ao mesmo tempo um grande apaixonado pelo chorinho brasileiro e pela bossa nova, tendo mesmo composto diversos temas dentro deste último ritmo. Davis, com seu fantástico banjo, é também o band-leader do conhecido grupo de jazz "The New Orleans Jazz Band", no qual toca todas as segundas-feiras, no Carlyle Café, em Nova Iorque, o famoso cineasta Woody Allen.

Eddy Davis, Orange Kellin e Conal Fowkes
Eddy Davis também foi responsável pelas trilhas sonoras de "Tomates Verdes Fritos", de John Avnet e "Sweet Lowdown" ("Poucas e Boas", no Brasil), de Woody Allen, tendo composto para este mesmo cineasta uma canção para o filme "Celebrity" (de 1998). Davis figurou também em um filme do diretor Mike Figgis, intitulado "One Night Stand".

Em documentário chamado "Wild Man Blues", a cineasta Barbara Koppel registrou os concertos feitos na Europa, por Woody Allen, Eddy Davis e a New Orleans Jazz Band, tendo recebido premiação nos festivais Sundance e de Veneza. Como registros musicais de seu trabalho, Eddy e seu grupo tem três CDs lançados pela RCA: "Music Masters", "The Bunk Project" e "Wild Man Blues", todos disponíveis no mercado.

Orange Kellin (clarineta) é sueco, radicado nos EUA há muitos anos, onde teve o privilégio de tocar com músicos famosos como Louis Armstrong e gravar com o pianista Earl "Fatha" Hines. Kellin é o responsável pelo maravilhoso som de clarineta do filme "Pretty Baby", de Louis Malle. Kellin viajou freqüentemente como solista convidado pela mais do que famosa "Preservation Hall Jazz Band", de Nova Orleans. Participou, devido ao seu estilo intensamente pessoal, das apresentações de "One Mo'Time", na Broadway, no ano de 2003.

Conal Fowkes é um jovem e grande pianista inglês, professor de música em Universidade e produtor de shows. Canta, também em espanhol com grande charme sendo, enfim, um músico completo, ganhador de diversos prêmios em seu país. Conal teve participação em diversas trilhas de filmes como "Finding Forrester", "Madame Souzatka", "Ghost World", "Lipstick on Your Collar" e "Indian Summer". Stacey Kent, Cleo Laine, Marion McPartland, Scott Robinson e Paquito d'Rivera foram alguns dos expoentes com quem Conal já tocou.

Eles chegam de uma nova excursão à Europa e vêm pela segunda vez ao Brasil para encontrar amigos e mostrar novas composições. Terão como convidados especiais para esta apresentação três músicos brasileiros: Fernando Kfouri no trombone, Pedro "Pepê" Lodovici Neto na bateria e, retornando aos palcos cariocas depois de algum tempo, o excelente contrabaixista Zéca Assumpção, músico cujo raro talento é reconhecido igualmente no Brasil e no exterior, por acompanhar há muitos anos a Egberto Gismonti.

Todos são membros fundadores da mais antiga banda de traditional jazz do Brasil, a "São Paulo Dixieland Band", e tem tocado com Eddy Davis e seus companheiros no Brasil em outras ocasiões, com total entusiasmo, assim colaborando para trazer ao público momentos memoráveis de musicalidade e belas improvisações.

A noite promete ser tão "quente" quanto essa vertente jazzística é denominada e portanto bastante animada. Uma das características marcantes do "traditional" são as interpretações de temas mais facilmente assimiláveis pela grande maioria e que pode compreender algumas sub-divisões como o "ragtime", o "blues", o "boogie-woogie", o "Dixieland", o "swing" e até alguma música para "big-bands", sempre gerando um elevado nível de interação com a audiência e momentos de pura descontração. É divertimento garantido, sobretudo para aqueles interessados nos ritmos mais próximos das origens do jazz.

E para esquentar ainda mais a apresentação do "New York Jazz", faremos o clássico sorteio, no intervalo entre o primeiro e o segundo set, de duas garrafas do precioso uísque Chivas Regal.

Como de hábito, recomendamos a aquisição antecipada de ingressos pelo site da Ticketronicks, em http://www.ticketronics.com.br. Na noite do Concerto haverá vendas de lugares, cuja localização, entretanto, será segundo a disponibilidade.

Nenhum comentário: