Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

02 maio 2017

Série   “PIANISTAS  DE  JAZZ
Algumas Poucas Linhas Sobre o Piano e os Pianistas
34ª Parte   -   Módulo V, final
(34)(e)  BUD POWELL         “O”  Bebop                      (Resenha longa, 05 módulos)

 


Ainda no campo da “DISCOGRAFIA” e a partir de 1953, BUD POWELL gravou em inúmeras ocasiões para o selo “Blue Note” (01/05/1951, 14/08/1953, 03/08/1957, 24/08/1958, 29/12/1958 e 23/05/1963), com todas as 72 faixas gravadas para essa etiqueta disponíveis no estojo de 04 CD’s “The Complete Blue Note And Roost Recordingds – Bud Powell”, lançado em 1994: CD1 = 20 faixas, CD2 = 23 faixas, CD3 = 14 faixas e CD4 = 15 faixas. São diversas formações e também preciosa retrospectiva da obra gravada de BUD POWELL.
No Brasil foi lançado pela EMI-Odeon com o selo “Blue Note” o álbum duplo “Bud Powell – Amazing” (“Jazz Classics Twins”), com 24 das 72 faixas gravadas por BUD POWELL para a “Blue Note”. Abrindo-se esse álbum duplo temos a parte central ocupada pelas extensas notas de Leonard Feather, em que ele destaca o “work in progress” dos 03 takes de “Um Poco Loco”, desde a versão incompleta com 3’47” até a 3ª versão com 4’43”. 
Em 1959 BUD POWELL gravou em trio e voltou a gravar com Charlie Parkers e com Sarah Vaughan. 
Em 1951 BUD POWELL gravou em piano-solo e em trio, gravações intermediadas pela realizada no mês de março com Dizzy Gillespie e Charlie Parker.

Bud Powell Trio
BUD POWELL (piano), Charles Mingus (baixo) e Roy Haynes (bateria). 
05/04/1953, Club Kavakos, Washington/DC. 
1. I Want To Be Happy 
2. Somebody Loves Me 
3. Nice Work If You Can Get It 
4. Salt Peanuts 
5. Conception 
6. Lullaby Of Birdland 
7. Little Willie Leaps 
8. Hallelujah 
9. Lullaby Of Birdland (alternate take) 
10. Sure Thing 
11. Woody'n You 
12. Entrevista com Bud Powell 
As faixas de 1 até 11 foram efetivamente tomadas em 05/04/1952 durante apresentação no "Club Kavakos" (Washinton / DC), tendo Willis Conover como "MC".

The Quintet
Dizzy Gillespie (trumpete), Charlie Parker (sax.alto), BUD POWELL (piano), Charles Mingus (baixo) e Max Roach (bateria). 
15/05/1953, Massey Hall, Toronto, Canadá. 
1. 1.Woody'n You 
2. Salt Peanuts 
3. Perdido 
4. Salt Peanuts (takes 1 e 2) 
5. Wee 
6. Hot House (takes 1 e 2) 
7. A Night In Tunisia 
8. All The Things You Are 
9. 52nd Street Theme 
Esse é o histórico “Jazz At Massey Hall” (que ficou rotulado como “The Greatest Jazz Concert Ever”), iniciado com a banda local de Graham Topping, seguindo-se o quinteto Parker/Gillespie com 03 faixas e interrupção para que todos assistissem à luta pelo título mundial de box entre Rocky Marciano e Jersey “Joe” Walcott (Marciano nocauteou Walcott no 1o round). Após a luta e sem Parker o quarteto Gillespie / BUD / Mingus/Roach executou alguns números, a banda de Graham Topping voltou a apre-sentar-se, depois Parker recompôs o quinteto para mais 02 faixas; finalmente, a banda e o quarteto (BUD POWELL não participou) encerraram o espetáculo. No lança-mento original do selo DEBUT (do qual Charles Mingus era co-proprietário) Parker foi identificado como “Charlie Chan”. Com todos os percalços ocorridos antes, durante e depois do concerto, trata-se de documento musical obrigatório para qualquer apreciador de JAZZ. 

Bud Powell Trio
BUD POWELL (piano), George Duvivier (baixo) e Art Taylor (bateria.) 
05/10/1956, New York. Album da RCA Victor: “Bud Powell – Strictly Powell”.
1. There’ll Never Be Another You 
2. They Didn’t Believe Me 
3. Lush Life 
4. Over The Rainbow 
5. I Cover The Waterfront 
6. Time Was 
7. Topsy Turvy 
8. Elegy 
9. Coscrane 
10. Jump City 
11. Blues For Bessie 
12. Lullaby To A Believer 
Temos aqui um trio em estado de absoluta perfeição, com BUD dando uma aula de "bebop" no piano, precioso nos acordes em bloco e apoiado por George Duvcivier em plena forma.  04 meses depois (11;fevereiro/1957) o trio gravou mais 09 faixas.

Bud Powell Trio
BUD POWELL (piano), George Duvivier (baixo) e Art Taylor (bateria). 
14/10 (faixas 2, 3, 4, 6, 8, 11 e 14), 02/12/1957 (faixas 7 e 12) e 30/01/1958 (faixas 1, 5, 9, 10, 13 e 15), New York. Album da Roulette: “Bud Powell - Bud Plays Bird”.
1. Big Foot (long version) 
2. Shaw 'Nuff 
3. Buzzy 
4. Yardbird Suite 
5. Relaxin’ At Camarillo 
6. Confirmation 
7. Billie's Bounce 
8. Ko Ko 
9. Barbados 
10. Dewy Square 
11. Moose The mooch 
12. Ornithology 
13. Scrapple From Teh Apple 
14. Salt Peanuts 
15. Big Foot (short version) 
Lançamento em CD da Roulette (Capitol Records) em 1996, notas bem elaboradas por Ira Gitler para o encarte, descrevendo um pouco da trajetória de BUD POWELL, inclusive com relação à agressão de policiais em clube noturno da Filadélfia, tratamento de choque em hospitais para doentes mentais e a bebida, conjunto de fatores que o levaram a crises e distúrbios nervosos. O mais impressionante sob o ponto de vista musical nessas gravações é ouvir-se BUD POWELL emitir no piano o fraseado de Charlie Parker no alto.

Bud Powell - Francis Paudras Duo
BUD POWELL (piano) e Francis Paudras (escovas). 
1962 a 1964, Paris, França. Album da Fontana: “Bud Powell At Home - Strictly Confidential”
1. Cherokee 
2. My Devotion 
3. Idaho 
4. Conception 
5. All God's Chillun Got Rhythm 
6. Strictly Confidential 
7. Deep Night 
8. Thou Swell 
9. Wahoo 
10. Ruby, My Dear 
11. It Could Happen To You 
As gravações de BUD POWELL com seu amigo Francis Paudras, na residência deste, foram iniciadas em 1961com BUD no piano e vocal, acompanhado por Francis com as “vassourinhas”. Seguiram-se as gravações indicadas anteriormente; depois em 1963 e 1964 (16/Fevereiro, última gravação dos dois) voltaram a gravar.

Bud Powell Trio 
BUD POWELL (piano), Gilbert Rovere (baixo) e "Kansas" Fields (bateria). 
02/1963, Paris, França. Os temas dessa gravação estão no álbum da Mythic Sound “Earl Bud Powell, Vol. 6 - Writin' For Duke, 63”. O selo “Warner” lançou esse mesmo álbum sem as faixas 10 e de 13 até 20 no formato CD, com produção de Duke Ellington (sim senhor!) e notas do encarte por Leonard Feather. Uma homenagem de altíssima qualidade, por um trio em plena forma em “Satin Doll”, “Indiana” e nas demais faixas.
1. How High The Moon - Ornithology 
2. Dear Old Stockholm 
3. Body And Soul 
4. Jor-Du 
5. Reets And I 
6. Satin Doll 
7. Parisian Thoroughfare 
8. I Can't Get Started 
9. Little Benny - Crazeology 
10. I Got It Bad 
11. Indiana 
12. Bud's Blue Bossa - B-Flat Blues) 
13. Tune For Duke 
14. For My Friends 
15. Get It Back 
16. Free 
17. Trapped 
18. Perdido 
19. Rue De Clichy 
20. Tune For Duke (alternate take) 

Bud Powell Solo
BUD POWELL (piano). 
27/03/1965, Charlie Parker Memorial Concert no Carnegie Hall, New York. Album da Mainstream: “Bud Powell - Ups'n Downs”.
1. 'Round About Midnight 
2. No Smokin' 
3. I'm Always Chasing Rainbows 

Bud Powell Solo
BUD POWELL (piano), Scotty Holt (baixo) e Rashied Ali (bateria). 
Final de 1965 e 02/01/1966, Town Hall, New York. 
1. Tema sem nome em solo 
2. Tema sem nome em trio 
Aqui temos as derradeiras gravações de BUD POWELL, mestre maior do “Bebop” no piano. Claro que a “Discografia” apresentada foi um “resumo” da obra gravada desse Mestre maior das “88” mas, pelo menos a nosso humilde juízo, uma tela bem pintada do que BUD POWELL nos deixou como legado. 

Final       Retornaremos nos próximos dias com o foco em ANDRÉ PREVIN
Estamos antecipando postagens em função de cirurgia a  que serei submetido hoje, 02/05/17

Um comentário:

Anônimo disse...

Meu caro Pedro que tudo corra bem e volte logo ao CJUB Abração Mario Jorge