Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

10 julho 2015

P O D C A S T # 2 6 5

EDIN BOSNIC 
GEORGES ARVANITAS 
HARRISON KENNEDY

GEORGE LEWIS 








PARA DOWNLOAD DO ARQUIVO DE ÁUDIO CLICAR NA SETINHA PRETA VOLTADA PARA BAIXO

2 comentários:

APÓSTOLO disse...

Estimado MÁRIO JORGE:
Questão de gosto, claro, mas apesar da maravilhosa execução de PARKER / GILLESPIE (e também de BUD POWELL e de MAX ROACH) no "Massey Hall", ainda me agrada mais a versão de 28/março/1946 (Parker, Miles, Lucky Thompson, Dodo Marmarosa, Arvin Garrison, Vic McMillan e Ray Porter), principalmente pelo alucinante "alto break" de PARKER.
No "Massey Hall" o concerto foi iniciado com a banda local de Graham Topping, seguido pelo quinteto em 03 faixas, interrupção para que todos assistissem à luta pelo título mundial entre Rocky Marciano e Jersey “Joe” Walcott (Marciano nocauteou Walcott no 1o round); após a luta e sem Parker o quarteto Gillespie / Bud / Mingus / Roach executou alguns números, a banda de Graham Topping voltou a apresentar-se, depois Parker recompôs o quinteto para mais 02 faixas e, finalmente, a banda e o quarteto (Bud Powell não participou) encerraram o espetáculo. No lançamento original do selo DEBUT (do qual Charles Mingus era co-proprietário) Parker foi identificado, tal como você indicou, como “Charlie Chan”. A edição do concerto para o mercado foi seguida de algumas peripácias, exatamente pelas negociações complicadas com Mingus.
Repito, questão de gosto, ainda que a formação no "Massey Hall" seja o supra-sumo do "bop".

MARIO JORGE JACQUES disse...

Ótimo complemento, valeu Pedro. Quem sabe sabe, quem não sabe bate palmas''