Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

17 fevereiro 2012

HOMENAGEM A LEE MORGAN

Em 19 de fevereiro se cumprem sessenta anos da morte do trompetista LEE MORGAN, covardemente assassinado por sua noiva. A GALERIA “Harlem’s Shrine of Masters Jazz” organizou um dia de homenagens ao saudoso trompetista, que morreu com apenas 33 anos.

Nessa época Morgan já era aluno e amigo de Clifford Brown, outro músico famoso falecido precocemente, que muito o orientou. Lee Morgan tocou e gravou com músicos famosos e liderando seus próprios conjuntos, construindo uma discografia sólida e de qualidade.

3 comentários:

I-Vans disse...

Lulla,
sem quere corrigir o Mestre mas corrigindo: os 40 anos de morte. Dona Helen Moore (ou More ou Morgan) cheia de ciúme tirou a vida daquele craque no dia 19 de Fevereiro de 1972.
Aqui em casa eu (e vizinhos) ouviremos Search For A New Land e The Gigolo.
Abraço,
Ivan Monteiro

llulla disse...

Alô I-vans,
Transfiro o erro (60 anos) para o blog espanhol de onde tirei a notícia. Mas, tenho minha culpa sem dúvida.
abcs.
llulla

Andre Tandeta disse...

Lee Morgan foi um dos mais importantes trumpetistas de jazz. É um dos que escreveu o livro.