Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

19 dezembro 2011

AS MORTES DE PETE RUGOLO E BOB BROOKMEYER




A divulgação foi quase nenhuma e só pela Internet e pelo blog Renajazz tomamos conhecimento das mortes do maestro Pete Rugolo e de Bob Brookmeyer. O primeiro faleceu em 16 de outubro aos 96 anos, tendo cumprido uma carreira importante, principalmente quando foi arranjador da banda de Stan Kenton, dando à orquestra todo o seu talento como compositor e arranjador. Nos últimos anos, dedicou-se a compor para o cinema e ficou mais famoso com a trilha sonora da série “O Fugitivo” entre algumas outras que compôs.

Bob Brookmeyer era um dos principais nomes do Jazz West Coast, atuando como trombonista, pianista, compositor e arranjador. Veio a falecer em 16 de dezembro,aos 81 anos de idade. Ganhou notoriedade quando substituiu Chet Baker nos grupos de Gerry Mulligan e também cumpriu uma série de gravações como líder ou side men de importantes músicos. Como pianista, gravou em duo com Bill Evans o que causou espécie entre os aficionados. Era um grande músico.

Um comentário:

APÓSTOLO disse...

MESTRE:

São duas perdas importantes pelo tanto que fizeram pela arte do JAZZ.
Fico na dúvida quanto à data de falecimento do Bob Brookmeyer, já que o blog oficial do mesmo indica 18/dezembro, 04.51 hs AM