Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

28 março 2017

GRAVAÇÕES INÉDIDAS DA COLEÇÃO PESSOAL DE LOUIS ARMSTRONG


  
A SÉRIE LOUIS ARMSTRONG LEGACY

Recentemente Dot Time Records chegou a um acordo com a Louis Armstrong Educational Foundation para lançar quatro álbuns de músicas inéditas do Louis Armstrong Archive. Durante os próximos dois anos esses álbuns serão lançados em CD, Vinil e plataformas digitais.
Sobre a origem das gravações:
Durante sua vida, Louis Armstrong acumulou uma enorme coleção de gravações, de shows ao vivo e gravações de transmissão pelo rádio, as quais não foram comercializadas, a gama é extensa. A maioria destas gravações junto com outros artefatos de Armstrong estão no arquivo de Louis Armstrong no Queens College da “Swing University”.
 A Louis Armstrong Legacy Series trará uma seleção dessas gravações da coleção pessoal de Louis ao público pela primeira vez.
O produtor da série, Jerry Roche, disse - "Produzir esta música vai significar que as pessoas podem se conectar novamente com a grandeza de Louis Armstrong”.
The Standard Oil Sessions
O primeiro lançamento da série é intitulado "The Standard Oil Sessions". Esta apresentação de 50 minutos foi gravada em San Francisco, Califórnia, em 20 de janeiro de 1950 pela Standard Oil Company para seu programa de rádio, “Musical Map of America". A gravação foi no episódio 19 da série “Musical Story of New Orleans”, com Louis Armstrong, Jack Teagarden e Earl Hines. Por razões não conhecidas, a transmissão nunca foi feita e os discos de acetato das sessões foram dados a Armstrong.
Os lançamentos futuros contarão com seleções de gravações de concertos que remontam aos anos 50 e 60, incluindo o de 1957 South American Tour, que será lançado em CD duplo. Alguns dos músicos que se apresentaram com Louis nesses concertos foram: Jack Teagarden, Earl Hines, Cozy Cole, Edmond Hall e Trummy Young apenas para citar alguns.
Cada um dos quatro lançamentos da "Legacy Series" também estará disponível em uma versão para colecionador em edição limitada, com embalagem exclusiva e um folheto de 20 páginas escrito por Ricky Riccardi - Director of Research Collections for the Louis Armstrong House Museum e autor do livro best-seller "What A Wonderful World". Este folheto também contém material fotográfico raro realizado por Louis Armstrong e faz parte de  seu arquivo.

Conhecido como o "especialista principal do século XXI em Louis Armstrong", Riccardi está imerso em todas as coisas relativas a Armstrong. Ele dirige o site, The Wonderful World of Louis Armstrong, e tem dado palestras sobre Armstrong em vários locais ao redor do mundo. Com mestrado em História e Pesquisa de Jazz pela Rutgers University, ele ministrou um curso de pós-graduação "Música de Louis Armstrong" no Queens College e um curso de seis semanas na "Swing University" sobre Louis Armstrong no Jazz at Lincoln Center.

2 comentários:

pedrocardoso@grupolet.com disse...

Estimado MÁRIO JORGE:

Esse é um lançamento imperdível, já que nos remete aos arquivos que ARMSTRONG sempre manteve e aumentou com o tempo.
O livro "Satchmo - The Wonderful World And Art Of Louis Armstrong" (Steve Brower, 255 páginas, 2009) já havia reunido fotos e de próprio punho bilhetes, cartas, anotações e demais escritos de LOUIS, mostrando-nos como ele gostava de registrar suas experiências.
Agora, com esse lançamento, teremos ainda mais desvendado o "world" de Satchmo.

Bela notícia !

PEDRO CARDOSO

Nelson disse...

Como diria o velho Mestre Lula nos seus áureos tempos conosco:
- "Essa do sarcófago do cara, é imperdível"
O outro "cara", que produz esse "Jazz Colector's Only", é "Doutor em L.Armstrong"

Coisa pr'a "arrepiar" qualquer Museu de Cêra".

Boas falas.

"Nels"