Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

18 julho 2016

FESTIVAL INTERNACIONAL DE JAZZ DE NICE CANCELADO - LUTO E SEGURANÇA


Devido ao terrível episódio diabólico e covarde contra uma multidão comemorando o Dia da Bastilha em Nice, as autoridades francesas e os organizadores do aclamado Festival Internacional de Jazz concordaram em suspender.
Este festival, que começou na forma de uma versão muito humilde em 1948, vinha desempenhando de forma constante a cada ano e ao longo das últimas quatro décadas, tornando-se um dos mais importantes da Europa. Certamente não será realizado novamente até o verão europeu do próximo ano.
Entre as estrelas que estariam a participar este ano o Trio Scofield-Mehldau-Giuliana, Abdullah Ibrahim, Brigitte, Massive Attack, Robert Plant, Geraldine Laurent, Snarky Puppy, George Clinton, Avishai Cohen, Melody Gardot, James Hunter, Daniel Freedman  e dezenas de outros.

O festival iria começar na noite passada e teria se estendido até 20 de julho.

2 comentários:

pedrocardoso@grupolet.com disse...

Estimado MÁRIO JORGE:

Lamentável que o terrorismo seja capaz de levar à suspensão um evento desse porte. As lideranças e as populações mundiais, em geral e com poucas exceções, ainda não entenderam que a ELIMINAÇÃO total do terrorismo é a única defesa humana racional possível para evitar o caos. Nada de politicamente correto, nada de preconceitos, nada de contemplação, tudo contra uma "minoria" sem cérebro, que a "maioria silenciosa" vai "tolerando" com o chavão estúpido de que são apenas "minoria" (os nazistas também eram à época de A.Hitler, os russos também eram à época de J.Stalin, os cubanos também eram à época do "Paredón" do assassino F.Castro e assim por diante).

PEDRO CARDOSO

MARIO JORGE JACQUES disse...

É isso Pedro, concordo totalmente. A coisa está ficando terrível porque acontece a todo momento e que Deus nos livre de começar por aqui já basta o tráfico nosso terrorismo permanente. Até o jazz começa a sofrer !!!!