Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

17 junho 2016

P O D C A S T # 3 1 4

JULIUS WATKINS 
JEANNIE TANNER
SHAREL CASSITY


JOE CHAMBERS





PARA BAIXAR O ÁUDIO CLICAR NO LINK ABAIXO:

http://www108.zippyshare.com/v/iyjcZLM1/file.html

2 comentários:

Anônimo disse...

Grandes mulheres no jazz muito bom Major, ótimas pesquisas não conhecia nenhuma delas.
Carlos Lima

Nelson disse...

Amigo Mário,

É sempre bom ouvir "gente nova", mas "jazz tem um sabor inconfundível" na sua essência. Julius Watkins é nosso velho conhecido e traz esse sabor. A Sharel Cassity, para mim real novidade, independente da apurada técnica, e ser familiar a toda a família das palhetas, seu jazz é "agua com açúcar" - pelo que aqui ouvimos - pouco palatável. A Jeannie Tanner tem uma boa sonoridade numa "linha do tipo Chuck Mangionne", tendo um excelente tecladista que lhe dá suporte. A vocalista "salvou o time de saias" com "Sabor a mi" e "My baby don't care". O trompetista que se segue teve sua "performance" roubada pelo organista, um provável discípulo de Jimmy Smith e, o Airto Moreira deve ter "orientado" um bocado ao Joe Chambers a tocar samba.
Foi uma "nova ótica" na sua programação do "pod" dessa sexta, com gente nova.
Valeu !!!

Obrigado e, um abraço do
"Nels"