Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

30 dezembro 2016

P O D C A S T # 3 4 2


O PROVEDOR DE ÁUDIO ZIPPYSHARE , POR MOTIVOS TÉCNICOS, MUDOU A FORMA DE ACESSO AO ÁUDIO, (TEMPORARIAMENTE) - VOCÊ DEVERÁ CLICAR NO LINK ABAIXO E SERÁ DIRECIONADO PARA O SITE DA ZIPPYSHARE ONDE SE ENCONTRA O STREAMING DE ÁUDIO

http://www94.zippyshare.com/v/wJLW3UPp/file.html


O PRIMEIRO CLIQUE NO ÁUDIO SEMPRE REMETE A UM ANÚNCIO, APAGAR O ANÚNCIO  X  E VOLTAR AO ÁUDIO - O MELHOR É FAZER O DOWNLOAD NOW E OUVIR NO SEU COMPUTADOR 




29 dezembro 2016

RECORDANDO O GRANDE BUDDY DE FRANCO

Após oito décadas influentes, o grande clarinetista Buddy De Franco, que abriu o caminho para a transição de seu instrumento do swing ao bebop, morreu em 24 de dezembro de 2014, aos 91 anos de idade e hoje queremos lembrá-lo mais uma vez .
DeFranco começou sua carreira como adolescente, no final da década dos anos 30 começou a admirar Artie Shaw e na década de 40 participou das bandas de Gene Krupa, Tommy Dorsey e Charlie Barnet. Na década seguinte, ele entrou para o Count Basie Septet.
Ele gravou e participou de concertos com algumas das celebridades da época, como Frank Sinatra, Billie Holiday, Tony Bennett, Ella Fitzgerald, Nat King Cole, Oscar Peterson e Art Tatum.
Quando Charlie Parker e Dizzy Gillespie (entre outros) começaram a " revolução bop " Buddy DeFranco se interessou imediatamente e formou um quarteto para desenvolver esse estilo com Art Blakey, Kenny Drew e Eugene Wright. Ele excursionou pela Europa e, em 1954, Norman Granz, produtor da "Jazz At The Philharmonic", o reuniu com Oscar Peterson e Art Tatum, com quem gravou sessões históricas.
Nas décadas seguintes, DeFranco trabalhou, principalmente na televisão, incluindo o seu próprio show, mas continuou dirigindo conjuntos de jazz, especialmente com Terry Gibbs nos anos 80 e 90. Trabalhou também com músicos de jazz do estilo "west coast".
Em sua carreira, ele recebeu inúmeros prêmios e honrarias. Em 2007, ganhou o prêmio de maior prestígio para músicos de jazz dos Estados Unidos, MASTER NEA (National Endowment for the Arts).
Buddy De Franco deixou gravado mais de 160 álbuns.


(traduzido e adaptado do blog NOTICIAS DE JAZZ  de Pablo Aguirre)

28 dezembro 2016

DABUS BROTHERS & HECTOR COSTITA

Numa ida recente a São Paulo, tive a satisfação de retornar à simpática casa All Of Jazz, no bairro do Itaim, na noite em que lá se apresentavam o Dabus Brothers (quarteto composto pelos irmãos Álvaro Dabus - trompete, André Dabus - bateria, Giba Estevez - piano, e Airton ao baixo acústico), com o especial convidado, o lendário Maestro, compositor, clarinetista e saxofonista Hector Costita, que fez parte do grupo do pianista Sergio Mendes no antológico álbum Você ainda não ouviu nada. Som delicioso, belíssimos solos, e um bom bate-papo ao final, conhecendo mais detalhes de uma época de Ouro da música que saía do Beco das Garrafas (Bottles e Little Club). Temas como Nôa Nôa, Clouds, Razão de Viver, Cherokee....
Fica a dica para os paulistas para que em 2017 não percam este show, que costuma ocorrer uma vez ao mês. Certeza de boa música"

Texto do nosso colaborador BETO KESSEL

LEMBRANDO YUSEF LATEEF


No Natal de 2013, relatou-se a morte aos 93 anos de idade, do lendário músico de jazz Yusef Lateef (cujo nome original era Bill Evans antes de se converter ao Islã em 1950), depois de uma carreira de mais de 5 décadas. Yusef Lateef principalmente tocando sax tenor, flauta, oboé e fagote, mas também, bem como uma série de outros instrumentos indígenas de sopro, especialmente na última parte de sua carreira, quando ele abraçou a "música do mundo".
Lateef, que foi uma grande influência sobre John Coltrane, foi revelado tocando com Milt Jackson, Paul Chambers, Elvin Jones e Kenny Burrell. Em seguida, viajou com a orquestra de Dizzy Gillespie. Na primeira metade da década de 60 ele se juntou ao influente Sexteto Cannonball Adderley. Ele gravou cerca de 70 álbuns como líder de seus próprios conjuntos, e uma quantidade considerável como parte de outras bandas, incluindo as de Nat Adderley, Curtis Fuller, Charles Mingus e de Art Farmer.
Ele obteve os graus acadêmicos na Manhattan School of Music, nos anos 60, onde tinha ido para estudar. Em seguida, obteve um doutorado na Universidade de Massachusetts.
Em 1987, ganhou o Grammy por seu "Little Symphony", em que ele tocou todos seus instrumentos. 
Em 2010 foi incluído na lista do NEA Jazz Masters (National Endowment of the Arts), maior honra artística dos EUA.
Lateef também publicou uma série de livros, incluindo o seu autobiografía "The Gentle Giant".

(traduzido e adaptado do blog NOTICIAS DE JAZZ  de Pablo Aguirre)

27 dezembro 2016

CRÉDITOS DO PODCAST # 341

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÕES LOCAL e DATA
DON VAPPIE
Dwayne Burns (tp), Maynard Chatters (tb), David Grillier (cl, st), Donald Suhor (cl), Matt Lemmler (pi), Walter Payton (bx) e Stan Joseph (bat) e Don Vappie (vcl e arranjo)
PLEASE COME HOME FOR CHRISTMAS
(Charles Brown / Gene Redd)
New Orleans,1995
CHET BAKER
Chet Baker (tp), Christopher Mason (sa), Mike Pellera (pi), Jim Singleton (bx) e Johnny Vidacovich (bat)
SILENT NIGHT
(Franz Grüber / Joseph Mohr)
New Orleans,  7/janeiro/1986
LENA HORNE
Orquestra de estúdio da UNITED ARTISTS
LET IT SNOW! LET IT SNOW! LET IT SNOW!
(Sammy Cahn / Jule Styne)
New York, c. 1967
GENE HARRIS 
Gene Harris (pi), Ron Eschete gt), Luther Hughes (bx) e Paul Humphrey (bat)
I'LL BE HOME FOR CHRISTMAS
(Kim Gannon / Walter Kent / Buck Ram)
New York, 24/junho/1994
JAMES ANDREWS 
Allen Toussaint (pi), Scott Goudeau (gt), Charles Moore (bx), Bernard "Bunchy" Johnson (bat) e James Andrews (tp, vcl, ldr)
CHRISTMAS IN NEW ORLEANS
(Dick Sherman / Joe Van Winkle)
New Orleans, dezembro /1996
LARS EDEGRAN
Dwayne Burns (tp), Mike Owen (tb), Evan Christopher (cl,sa,st), Lars Edegran (pi), Bernie Attridge (bx), Gerald French (bat) e Big Al Carson (vcl)
SANTA CLAUS IS COMING TO TOWN
(J. Fred Coots / Haven Gillespie)
New Orleans, 8/novembro/1995
ROB MCCONNELL
Rob Mcconnell (v-tb), Ed Bickert (gt) e Neil Swainson (bx)
THE CHRISTMAS WALTZ
(Sammy Cahn / Jule Styne)  
Toronto, Canadá, 21/maio 1993
ELLA FITZGERALD 
Ralph Carmichael Chorus and Orchestra
Ralph Carmichael (arranjo e condução)
JUST A CLOSER WALK WITH THEE
(Tradicional)
Los Angeles, fevereiro/1967
LOUIS ARMSTRONG
Benny Carter Orchestra formada por: Louis Armstrong (tp,vcl), Mannie Klein, Pete Candoli, Mickey Mangano (tp), Trummy Young, Si Zentner (tb), Barney Bigard (cl), Skeets Herfurt, Harry Klee (sa), Babe Russin, Don Raffell (st), Billy Kyle (pi), Arvell Shaw (bx), Barrett Deems (bat) e Benny Carter (arranjo,condução)
CHRISTMAS NIGHT IN HARLEM
 (Mitchell Parish / Raymond Scott)
Los Angeles, 8/setembro
/1955
DUKES OF DIXIELAND
Mike Fulton (tp), Ben Smith (tb, vcl), Earl Bonie (cl), Scott Obenschain (pi), Everett Link (bx) e Richard Taylor (bat)
HOLIDAY TIME IN NEW ORLEANS
(Dukes of Dixieland)
New Orleans, agosto/2005
WYNTON MARSALIS
Wynton Marsalis (tp, ldr), Wycliffe Gordon (tu), Vincent Gardner (tb), Victor Goines (cl), Wessell Anderson (sa), Walter Blanding (st), Paul Nedzela (sbar), Dan Nimmer (pi), Don Vappie (bj), Reginald Veal (bx) e Herlin Riley (bat)
O CHRISTMAS TREE (Traditional)
New York, 7/janeiro/2009
ROSEMARY CLOONEY 
John Oddo (pi), Chuck Berghofer (bx) + 1 flautista não mencionado
CHRISTMAS TIME IS HERE
(Vince Guaraldi / Lee Mendelson) 
Los Angeles, 4/abril/1996
HERITAGE HALL JAZZ BAND
Gregg Stafford (tp,vcl, ldr), Freddie Lonzo (tb), David Grillier (cl,st), Rickie Monie (pi), Loren Pickford (sintetizador), Narvin Kimball (bj), Richard Payne (bx) e Herlin Riley (bat)
SILVER BELLS
(Ray Evans / Jay Livingston)
New Orleans, junho/1995
SCOTT HAMILTON
Scott Hamilton (st) e Al Plank (pi)
CHRISTMAS LOVE SONG
(Alan Bergman / Marilyn Bergman / Johnny Mandel)
Hayward, CA, 24/junho/1994
NEW BIRTH BRASS BAND
Bruce Brackman (cl), Brent Rose (sa), Will Smith (tp, vcl), Kenneth Terry (tp), Jeffrey Hills (souzaphone), Corey Henry, Lucien Barbarin (tb), Michael Brooks (tu), Cayetano “Tanio” Hingle e Kerry “Fatman” Hunter (bat e bombo)
SANTA’S SECOND LINE
(Cayetano Hingle / James Andrews / Kerry Hunter / Kerwin James)
New Orleans, 2006
JIM GALLOWAY
Jim Galloway (sop, ldr), Ralph Sutton (pi), Milt Hinton (bx) e Gus Johnson (bat)
AT THE CHRISTMAS BALL
(Fred Longshaw) 
Toronto, Canada, 30/março/1986

23 dezembro 2016

P O D C A S T # 3 4 1



















O PROVEDOR DE ÁUDIO ZIPPYSHARE , POR MOTIVOS TÉCNICOS, MUDOU A FORMA DE ACESSO AO ÁUDIO, VOCÊ DEVERÁ CLICAR NO LINK ABAIXO E SERÁ DIRECIONADO PARA O SITE DA ZIPPYSHARE ONDE SE ENCONTRA O STREAMING DE ÁUDIO

http://www27.zippyshare.com/v/m0fhA7q2/file.html

O PRIMEIRO CLIQUE NO ÁUDIO SEMPRE REMETE A UM ANÚNCIO, APAGAR O ANÚNCIO  X  E VOLTAR AO ÁUDIO - O MELHOR É FAZER O DOWNLOAD NOW E OUVIR NO SEU COMPUTADOR 


FELIZ NATAL

20 dezembro 2016

CRÉDITOS DO PODCAST # 340

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÕES LOCAL e DATA
COLEMAN HAWKINS
Idrees Sulieman (tp), Jerome Richardson (sa), Coleman Hawkins (st, ldr), Pepper Adams (sbar), Ray Bryant (pi), Roy Gaines (gt), Wendell Marshall (bx), Walter Bolden (bat) e Jerry Valentine (arranjo)
SKROUK (Jerry Valentine)
New York, 5/ fevereiro/1959
CATHERINE RUSSELL
Catherine Russell (vcl), Jon-Erik Kellso (tp), John Allred (tb), Dan Block (st), Mark Shane (pi), Matt Munisteri (gt), Lee Hudson (bx) e Rob Garcia (bat)
WE THE PEOPLE
(Joseph M. Davis / Paul Denniker / Andy Razaf)
New York, 7/outubro/2009
JIMMY COBB
Roy Hargrove (tp), Ronnie Mathews (pi), Peter Washington (bx) e Jimmy Cobb (bat, ldr)
JOHN CHARLES
(Ronnie Mathews)
New York, 14/novembro/2006
ODJB
Nick LaRocca (cnt,dir), Eddie Edwards (tb), Larry Shields (cl), Henry Ragas (pi) e Tony Sbarbaro (bat)
OSTRICH WALK
Eddie Edwards / Nick LaRocca / Henry W. Ragas / Tony Sbarbaro / Larry Shields)
New York, 29/julho/1917
KENNY CLARKE / FRANCY BOLAND
Kenny Clarke/Francy Boland Big Band : Benny Bailey, Idrees Sulieman, Jimmy Deuchar, Maffy Falay, Roger Guerin, Edmond Harnie (tp), Ake Persson, Nat Peck, Erich Kleinschuster, Raymond Katarzynski, Keg Johnson (tb), Derek Humble (sa), Karl Drewo, Ronnie Scott, Billy Mitchell (st), Sahib Shihab (sb), Francy Boland (pi,arr), Jimmy Woode (bx) e Kenny Clarke (bat)
SPEEDY REEDS
(Francy Boland)
Frankfurt, Alemanha, 26/ janeiro/1963
JEANIE BRYSON
Jeanie Bryson (vcl) acc by Ronnie Buttacavoli  (flh), Red Holloway (st), Terry Trotter (pi), John Chiodini shodini (gt), Jim Hughart (bx) e Harold Jones (bat)
SOME CATS KNOW
(Jerry Leiber / Mike Stoller)
Los Angeles 12/outubro/1995
HUGH LAURIE
Hugh Laurie (pi, vcl, ldr), acc por: Vincent Henry (hca), Kevin Breit (gt), David Pitch (bx) e Jay Bellerose (bat)
VICKSBURG BLUES
(Little Brother Montgomery) 
Los Angeles, CA, 30/janeiro/2013
SEAN JONES
Sean Jones (tp), Brian Hogans (sa), Orrin Evans (pi), Luques Curtis (bx), Obed Calvaire (bat) e  Kahlil Kwame Bell (perc)

OLIVE JUICE (Sean Jones)
New York, c. 2011
BILL CHARLAP 
Bill Charlap (pi,arr), Peter Washington (bx) e Kenny Washington (bat)
OHIO (Leonard Bernstein)
New York, 16/outubro/2003
AL COHN 
Joe Newman (tp), Billy Byers (tb), Gene Quill (sa), Al Cohn e  Sol Schlinger (st), Sanford Gold (pi), Buddy Jones (bx), Osie Johnson (bat) e Manny Albam (arranjo)
BREAKFAST WITH JOE (Johnny Carisi)
New York, dezembro/1954
BRIAN BROMBERG
Gary Meek (st), Otmaro Ruiz, Corey Allen, Mitch Forman (pi, keyboards), Ramon Stagnaro, Oscar Castro-Neves (gt), Brian Bromberg (bx), Alex Acuna (bat), Joel Taylor, Mike Shapiro e Airto Moreira (perc) e um grupo de cordas com a The Rising Sun Orchestra
ELLEN (Brian Bromberg)
Los Angeles, 2007
TEDDY CHARLES
Idrees Sulieman (tp), John Jenkins (sa), Teddy Charles (vib), Mal Waldron (pi), Addison Farmer (bx) e Jerry Segal (bat)
REITERATION (Mal Waldron) 
Hackensack, NJ, 14/abril/1957

18 dezembro 2016

ORQUESTRA GLENN MILLER DE AMBOS LADOS DO ATLÂNTICO

A nova Glenn Miller Orchestra tem este mês apresentações  em várias cidades dos Estados Unidos para relembrar os 72 anos da morte súbita e misteriosa do trombonista e maestro Glenn Miller, que deixou sua poderosa marca na história de grandes bandas da era do swing. Glenn Miller Orchestra também é encontrada na  Grã-Bretanha se apresentando no Reino Unido.

Na Inglaterra, há por muitos anos, uma aclamada Glenn Miller Orchestra, dirigida por Ray McVay, que realiza concertos também este mês na Inglaterra e na Escócia. McVay, é um ex-diretor de orquestras da BBC, é britânico, assim como os músicos da banda e mantem um acordo legal com os herdeiros da Glenn Miller Orchestra em Nova York para ir em frente com o projeto inglês.
Estas comemorações já se realizam por muitos anos.
Em 15 de dezembro de 1944 - após inúmeras apresentações com sua banda para entreter as tropas aliadas na Segunda Guerra Mundial – o major Glenn Miller estava na base aérea britânica de Bedfordshire. A partir daí, nesta data, ele embarcou em um avião para Paris para organizar as transmissões de rádio com sua orquestra. Tragicamente o avião nunca chegou ao seu destino e nunca se soube o que tinha acontecido.
Ao longo do tempo a orquestra continuou tocando sob a direção de vários músicos e os seus membros, obviamente, também foram mudando até hoje. Os que permaneceram são os arranjos originais de Miller e o espírito musical de suas origens.

Original Glenn Miller Orchestra em 1941 com o conjunto vocal – The Modernaire



















Um dos mais célebres diretores, depois da morte de Miller, foi seu baterista Ray Mackinley, mas hoje e por 25 anos dirige a banda Nick Hilscher, que tem sido aclamado todo esse tempo por manter viva a chama da Glenn Miller Band.
O repertório inclui clássicos como Tuxedo Junction, Moonlight Serenade, Chattanooga Choo Choo, e In The Mood,, e outros clássicos incluíndo algumas composições de Natal, dada a proximidade desta festividade.

(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz de Pablo Aguirre)

16 dezembro 2016

P O D C A S T # 3 4 0

CATHERINE RUSSELL
BILL CHARLAP




JEANIE BRYSON 
ORIGINAL DIXIELAND JASS BAND - ODJB




























O PROVEDOR DE ÁUDIO ZIPPYSHARE , POR MOTIVOS TÉCNICOS, MUDOU A FORMA DE ACESSO AO ÁUDIO, VOCÊ DEVERÁ CLICAR NO LINK ABAIXO E SERÁ DIRECIONADO PARA O SITE DA ZIPPYSHARE ONDE SE ENCONTRA O STREAMING DE ÁUDIO.

http://www109.zippyshare.com/v/nvxGuLro/file.html


Informação técnica do ZIPPYSHARE: A opção EMBED estava baseada na tecnologia desatualizada do Flash, que será completamente desativada pelos principais navegadores da web nos próximos dois meses.

A opção EMBED será reintroduzida quando terminarem de desenvolver o novo leitor de áudio baseado no HTML5. EMBED  é o código que permite postar o streaming de áudio em um blog ou site.

13 dezembro 2016

RECORDANDO JIM HALL

Jim Hall foi um dos gigantes, um dos mais influentes, criativos e admirados da guitarra jazz. Morreu aos 83 anos (10/12/2013) após uma longa e extraordinária carreira e com uma vida musical incansável permanecendo ativo até seus últimos dias.
Desde o início de sua carreira, nos anos 50, Jim Hall não mostrou apenas virtuosismo e criatividade, mas um dos guitarristas de jazz menos previsíveis e exploratórios. Muitos atributos foram "modernizados" no papel de seu instrumento no jazz e expandiu seu vocabulário a profundidades quase orquestral. No entanto, um dos seus méritos artísticos é que nunca ostentou técnica virtuosa em seus solos improvisados, mas procurou criar frases melódicas e belas, romanceadas.
Hall, também tem sido elogiado como compositor e arranjador.
Sua família era musical. Sua mãe tocava piano, violino, seu avô e seu tio guitarra, instrumento que ele gostou quando jovem e começou a tocar aos 10 anos de idade.
Como adolescente tocou profissionalmente em Cleveland, uma cidade onde também estudou piano, contrabaixo e teoria musical bem como a guitarra.
Logo, ele se mudou para Los Angeles, onde foi destacado no estilo "cool", entre 1955 e 56, quando começou a ser conhecido no jazz ao se juntar ao grupo de Chico Hamilton.
Foi com o famoso grupo "cool" de Jimmy Giuffre onde começou a desenvolver sua própria personalidade musical e quando sua carreira finalmente decolou. Naqueles dias, excursionou com o "Jazz At The Philharmonic", organizado por Norman Granz, e tocou com estrelas como Ben Webster, Bill Evans, Paul Desmond, Ella Fitzgerald, Lee Konitz, Sonny Rollins e Art Farmer, entre outros, com os quais deixou inúmeros álbuns gravados.

Nos anos 60, e em Nova York, Jim Hall organizou um trio com Tommy Flanagan e Ron Carter, também atuou em programas de televisão.
Em 1962, ele gravou com Bill Evans, um dueto, o famoso álbum Undercurrant, que foi transformado em disco de colecionadores.
A partir desse momento Hall tocou com mais e mais músicos contemporâneos que surgiram na cena do jazz, incluindo Wayne Shorter, Chris Potter, Michel Petrucciani e Bill Frisell. Ele se apresentou em festivais de jazz em Nova York, que incluiu os guitarristas Pat Metheny e John Scofield.
Hall gravou álbuns solo ao final dos anos 90 em quinteto com Joe Lovano e continuou a participar em festivais de jazz até pouco antes de sua morte e sua última gravação foi feita em 2008.

Desde jovem ele disse que tinha sido influenciado por tenoristas como Lester Young e Coleman Hawkins e pelos guitarristas Charlie Christian e Barney Kessel, antes de desenvolver o seu próprio estilo musical. Para muitos a sua maior influência foi exercida sobre os guitarristas John Scofield, Bill Frisell, Pat Metheny, John Abercrombie e Mick Goodrick.
Na foto abaixo toca com a Jazz at Lincoln Center Orchestra dirigida por Wynton Marsalis.


Jim Hall deixou gravado cerca de 100 álbuns, 48 ​​deles como um líder.


(traduzido e adaptado do blog Noticias de Jazz de Pablo Aguirre)

CRÉDITOS DO PODCAST # 339

LIDER
EXECUTANTES
TEMAS / AUTORES
GRAVAÇÃO  LOCAL / DATA
DAVE KIKOSKI
Seamus Blake (st), Alex Sipiagin (tp), Dave Kikoski (pi), Boris Kozlov(bx) e Jeff "Tain" Watts (bat)
WINNIE'S GARDEN
(Dave Kikoski)
New York, 27/agosto/2001
K'S BLUES (Dave Kikoski)
GRACE KELLY
Grace Kelly (sa), Phil Woods (sa),  Monty Alexander (pi), Evan Gregor (bx) e Bill Goodwin (bat)
MAN WITH THE HAT
(Grace Kelly)
Saylorsburg, PA, 12/junho/2010
THE WAY YOU LOOK TONIGHT
(Jerome Kern)
JOEY ALEXANDER
Joey Alexander (pi), Larry Grenadier (bx); Ulysses Owens, Jr. (bat)
SOUL DREAMER
(Joey Alexander) 
New York, junho/2016
CRISS CROSS
(Thelonious Monk)
IDREES SULIEMAN
Idrees Sulieman (tp,flh), Cedar Walton (pi),  Sam Jones (bx) e Billy Higgins (bat)
A THEME FOR AHMAD
(Horace Parlan)
Weesp, Holanda do Norte 17/fevereiro/1976
SATURDAY AFTERNOON AT FOUR
(Idrees Sulieman)
HOWARD ROBERTS
Burkley Kendrix (org), Howard Roberts (gt), Chuck Berghofer (bx) e Earl Palmer (bat)
SMOLDERIN'
(Howard Roberts)
Hollywood, CA,  4/junho/1963
LIL’ DARLIN’
(Neal Hefti / Jon Hendricks)
Hollywood, CA, 16/julho/ 1963
SAHIB SHIHAB
Don Stratton (tp), Mike Cuozzo (st), Sahib Shihab (sbar), Ronnie Ball (pi) Mort Herbert (bx) e Kenny Clarke (bat) 
SWISS MOVEMENT
(Sahib Shihab)
New York, 12/março/1956
Joe Wilder (tp), Bobby Jaspar (st), Sahib Shihab (sbar,fl), Dick Katz (pi), Mort Herbert (bx) e Kenny Clarke (bat)
BLUES FOR FRED AND FAY
(Sahib Shihab)    
New York, 29/maio/1956
PARIS JAZZ BIG BAND

Nicolas Folmer
& Pierre Bertrand
Flavio Boltro, Fabien Mary, Tony Russo, Michel Feugere, Nicolas Folmer (tp,flh),  Phil Abraham, Gueorgui Kornazov, Guy Figlionlos, Philippe Georges, Didier Havet, Denis Leloup (tb), Guy Arbion (b-tb), Herve Meschiet (sa), Stephane Chausse (sa, fl, cl), Sylvain Beuf (st, fl), Pierre Bertrand, Stephane Guillaume (st), Frederic Couderc (sbar), Alfio Origlio (pi), Stephane Kerecki (bx), Benoit Dimier-Valet (b-gt), Andre Ceccarelli (bat) e Xavier Sanchez (perc)
TONY BLUES
(Nicolas Folmer)
Rochefort, França, 10/agosto/2000