Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

14 setembro 2015

UM ANO SEM GERALD WILSON

CLARK TERRY e GERALD WILSON
No ano passado, falecia em sua casa em Los Angeles, o aclamado compositor e arranjador Gerald Wilson, aos 96 anos de idade.
Wilson era muito respeitado no mundo da música por seu gênio, entusiasmo e criatividade. Entre os destaques de sua carreira estão as colaborações com Billie Holiday, Sarah Vaughan, Ella Fitzgerald, Duke Ellington, Carmen McRae, Lionel Hampton, Dizzy Gillespie, Betty Carter, Stan Kenton, Count Basie, Clark Terry, Dinah Washington, Nancy Wilson e Wynton Marsalis (Jazz at Lincoln Center), para citar apenas alguns.
Fora das fronteiras do jazz também manteve colaborações artísticas com estrelas como Ray Charles, BB King, Zubin Mehta, Harry Belafonte, Bobby Darin e Les McCann.
Um professor de música proeminente, por outro lado, deixou um legado de quase uma centena de álbuns e milhares de seus arranjos originais, bem como arranjos e composições para filmes e séries de televisão. Entre muitos outros prêmios e homenagens, em 1996 foi nomeado o "NEA Jazz Master".
Gerald Wilson teve três filhas e um filho (Anthony Wilson, o guitarrista de Diana Krall), bem como vários netos e todos escrevem canções.

(adaptado de Noticias de Jazz)

Um comentário:

APÓSTOLO disse...

Estimado MÁRIO JORGE:
A big.band celestial, a essa altura, está mais que completa com esse "jovem" que nos deixou tão belo legado.
O texto é mais que completo sobre o imenso acervo de JAZZ que ele nos deixou.