Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

08 abril 2014

PRIMAVERA QUARTET EM LONDRES


Ontem à noite (8/abril), o aclamado "Primavera Quartet " na sala de concertos do Centro de Artes " Barbican " , foi apresentado em Londres. Este  supergrupo - como eles são chamados pela mídia britânica - é composta por músicos de diferentes gerações e estilos de jazz , que , no entanto, têm uma linguagem comum em termos de seu entusiasmo para os valores criativos.

A baixista e cantora Esperanza Spalding (30), o saxofonista Joe Lovano (62), o baterista Jack DeJohnette (72 ) e o pianista argentino Leo Genovese (35) - todos compositores também - estão tocando juntos neste grupo há bastante tempo, impressionando diversos públicos internacionais. Desta vez, eles deixaram uma marca inesquecível em Londres, em um teatro de alta capacidade onde os bilhetes foram todos vendidos há alguns meses.

O número de músicos que tocaram com Jack DeJohnette e Joe Lovano e suas biografias musicais são impressionantes e incluem muitas das décadas do pós - bop . E em suas carreiras relativamente curtas, tanto Esperanza Spalding como Leo Genovese têm tido um rápido desenvolvimento que os levou à fama e a obter grandes prêmios e admiração da crítica e público.

Todos os temas que realizaram ontem à noite no centro da "Barbican" foram composições originais variando em sutileza, elegância e lirismo, por vezes com força criativa expressionista e abstrata, sem se afastar das raízes do jazz, garantido pela grande interação espontânea entre os 4 músicos.

(adaptado do Noticiero De Jazz – Pablo Aguirre)

2 comentários:

Nelson disse...

Encontro de antiga e recente geração do mundo do jazz. Pena é que no "Brasil de Meu Deus" esses eventos não aconteçam com frequência. E, quando acontece, quando muito,só em São Paulo.
BRAZIU< ZIU< ZIU.

Abç.
"Nels"

Anônimo disse...

Mestre Major,conhecia todos mas não ao pianista argentino. Alguma referencia adicional quanto à discografia dele, se existe?

Deve ser um craque - ou estar namorando a Spalding - para chegar nesse posto junto a esses expoentes. Teoricamente "caroneou" - e o Major deve saber o que esse termo significa - outros grandes pianistas argentinos, né?

Coisas da vida.

Abs.

MauNah