Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

02 março 2013

GOSTOSA VOLTA AOS '60

Amigos, revejam esta apresentação da segunda metade dos anos 60 - e a atração em si anunciada por Eartha Kitt - e digam se não sentem um sabor especial de ter tido, além de tantos outros gênios da música nacional, este grande suingueiro, que foi capaz de carrear admiradores pelos cinco continentes.

Sergio Mendes, que muitos conheceram ainda em Niterói, mudou-se para os EUA, arrumou duas lindas crooners (Lani Hall e Janis Hansen, mais tarde substituída por sua futura esposa Gracinha Leporace), a quem ensinou exaustivamente a cantar as letras em português ou quase isso.

A gravação abaixo, do hit de Jorge Ben, Mas Que Nada, do disco do mesmo nome gravado pela A&M Records, de Herb Alpert (o A) e Jerry Moss (o M) levou Sergio ao início de sua carreira de sucessos em terras americanas.

Para os gringos não, mas para nós brasileiros, há um charme todo especial na pronúncia de algumas palavras pelas americanas que dá um sabor diferente na coisa toda.

Ouçam/vejam e me digam se não é simplesmente demais.



Nenhum comentário: