Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

02 novembro 2012

NOTÍCIAS DE HERB GELLER

Embora tenha iniciado sua carreira em New York, foi em Los Angeles que o saxofonista Herb Geller deslanchou para o sucesso, tornando-se um dos mais ativos músicos do estilo “West Coast”, tendo tocado e gravado com Shelly Manne, Shorty Rogers, Barney Kessell, Andre Previn, Jack Sheldon e muitos outros. Após o inesperado falecimento de sua esposa, a pianista Lorraine Geller em 1958 ele viajou para a Europa e também visitou o Brasil integrando a orquestra de Benny Goodman. Depois voltou definitivamente para a Alemanha ,onde reside, ganhando logo o carinho e a admiração dos europeus. Tocou em Paris e logo após a Rádio  Free Berlin” lhe ofereceu um emprego na big-band da emissora, lugar que ocupa até hoje.

2 comentários:

Nelson disse...

Bela "Chamada de lembrança",meu Mestre.
Para os menos familiarizados com Geller, que nasceu em LA em 2/11/28,o mesmo considerava seus idolos de instrumento C.Parker,B.Carter e J.Hodges. Lorraine, sua esposa, foi "pianista da casa" do Lighthouse Café. Herb trabalhou com quase todos "os grandes westcoasters". Pena que a gravadora dos seus trabalhos em liderança, à epoca, tenha sido a Emarcy cuja massa de gravação tinha péssima qualidade.
Que Deus o conserve entre nós.

Abçs.
"Nels"

APOSTOLO disse...

Mestre:

Bela notícia a de sabermos que um dos grandes segue em atividade.