Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

09 novembro 2010

HOMENAGEM A DAVE BRUBECK



The Dave Brubeck Quartet, fundado em 1951 por Dave Brubeck e originalmente com Paul Desmond no saxofone e Brubeck no piano. Iniciaram no clube noturno de São Francisco The Blackhawk depois ganhando grande popularidade a turnê pelos campus universitários. A primeira gravação de Dave Brubeck de que se tem notícia está no álbum Jazz At The College Of The Pacific, Vol. 2 com um piano-solo em I've found a new baby (OJC CD-1076-2) gravado na California em 1942.
Em 1958, depois de várias trocas de bateristas e baixistas, o "Quarteto Clássico" - assim chamado porque permaneceu praticamente constante, como tal, até que o grupo se dissolveu, consistia de Brubeck, Desmond, Joe Morello na bateria, e Eugene Wright no baixo. Em 1959, o Dave Brubeck Quartet lançou Time Out, um álbum em que a gravadora estava hesitando em editar. O álbum composto por músicas originais, e a novidade é que quase nenhuma delas usavam as métricas originais. No entanto, com a força desses compassos incomuns (do álbum incluía "Take Five", "Blue Rondo à la Turk", e "Pick Up Sticks"), rapidamente ganhou o disco de platina.
O quarteto seguiu o seu sucesso com vários álbuns e na mesma linha, Time Further Out (1961), Countdown: Time in Outer Space, Time Changes, e Time In. Estes álbuns foram também conhecidos por usar pintura contemporânea como arte da capa, caracterizando o trabalho de S. Neil Fujita em Time Out, Joan Miró em Time Further Out, Franz Kline no Time in Outer Space, e Sam Francis sobre Time Changes.
O "clássico" - Dave Brubeck Quartet se separou em 1967, com exceção de uma reunião do 25 º aniversário em 1976. Brubeck formou um novo quarteto em 1968.
Atualmente Brubeck faz 90 anos em 6 de dezembro próximo e o baixista Wright está com 87 anos.
Abaixo um link da apresentação no Kennedy Center Honors de 2009 com a presença do presidente Obama e sua esposa - atua o quinteto formado por seus filhos. A homenagem se estende ao cantor Bruce Springsteen, Robert De Niro, Mel Brooks e a cantora de ópera Grace Bumbry.

2 comentários:

Beto Kessel disse...

Recebi o link de uma amiga que sabe que adoro Jazz.

Muito legal

Vida longa a Dave Brubeck

Beto Kessel

APÓSTOLO disse...

Uma senhora homenagem, mais que justa, com a presença emocionada do homenageado, de R. DeNiro, do casal presidencial e de um público absolutamente integrado ao espetáculo.
O "parabens prá você a la turk" foi um achado.