Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

13 setembro 2010

ERIC REED & CYRUS CHESTNUT

Antes tarde do que nunca, volto aqui como prometido para comentar o cd do ERIC REED & CYRUS CHESTNUT " Plenty Swing, Plenty Soul " (Savant Records), gravado ao vivo no Dizzy's Club Coca Cola, ao meu ver o mais bonito clube de jazz de N.York no Jazz at Lincoln Center e debruçado no Central Park e também dirigido pelo Wynton Marsalis.
Vamos ao cd razão da coluna e que foi o encontro destes 2 gigantes do piano atual, de mesma formação East Coast e treinamento gospel acompanhados por Dezron Douglas ( b ) e Willie Jones III ( dr ) em uma verdadeira aula do bom e velho jazz, ou melhor de uma autêntica celebração como no proprio tema ( tk 5 ) auto explicativo "Prayer " de autoria do Reed, uma balada gospel/jazz lindíssima, para deixar qualquer presbitero de bem com a vida.

São apenas 7 temas alguns standards como I'll Remember April ( DePaul ) que abre o cd concêrto, logo após All The Things You Are ( Kern ) em uma versão fantástica , Two Bass Hit ( Gillespie ) em arranjo bem original, Lift Ev'ry Voice and Sing ( Johnson ), It Don't Mean a Thing para não faltar Ellington e fechando com um blues de autoria dos 2 astros que inclusive dá nome ao cd "Plenty Swing, Plenty Soul", de arrepiar o último pelo do corpo.

Enfim um cd já para os melhores do ano fácil @@@@@


5 comentários:

Andre Tandeta disse...

Grande Sazinho! Sonzaço!
E que bom que a tecnologia pode ajudar a movimentar nosso querido blog.
Abraço

Mau Nah disse...

Dois cracaços a dar vida na matriz ao projeto tanto tempo desejado por mim aqui no Bananão. Dois pianos no mesmo palco e duas feras - no melhor sentido - "desafiando-se" com armas expressivas: criatividade, ritmo, paixão e emoção.
Talvez seja mais fácil de montar uma "collaboration" dessas se ambos tiverem a religião como suas bases, de modo a que o resultado seja mais do que diabólico, divino.
Como logram Reed e Chestnut.

Uma pérola, Grande Sá!

Abs.

LeoPontes disse...

Cracassos com certeza. Só uma coisinha: no começo do tema eu jurei
que já tinha ouvido algo semelhante por aqui tal como "Copacabana a princezin" e aí muda tudo. Estou ouvindo demais ou há uma coincidencia melódica ?
E que cozinha os caras fazem heim?

Abrçs

APÓSTOLO disse...

Coisa de gente grande ! ! !
Viva a TI, que nos permite preservar e reproduzir esses momentos mágicos.

Anônimo disse...

Leo Pontes,

Você não está ouvindo demais. "Copacabana" É PLÁGIO descarado da introdução de "I'll REMEMBER APRIL".