Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

14 setembro 2010

CLAUDIO RODITI QUINTETO

Noite de segunda feira, 13 de setembro de 2010, na Modern Sound. Roditi toca com Dario, Idriss, Barrozo e Kleberson.

O tema é ‘Blues for Ronnie’, uma homenagem a uma amiga sua que gerencia um club em New Jersey.

Enjoy!

9 comentários:

jorge villas disse...

que saudades da modern sound, agora morando em niteroi, que som é esse gente?.......beleza

APÓSTOLO disse...

Só "mestres" criando arte de qualidade. Claudio + Idriss é fórmula de beleza desde a gravação do 1º LP de Idriss, "Esperança".

Beto Kessel disse...

Claudio Roditi liderando um verdadeiro Dream Team...

Belo tema e um astral agradabilissimo.

Beto Kessel

Obs. Alguem sabe onde se Claudio Roditi ira tocar em algum outro local no Rio antes de voltar a NY ?

Anônimo disse...

Pois é gente. Esse é o nosso Jazz. Quem dera o Rio tivesse mais locais onde esse tipo de audição fosse exibida de modo permanente, como nos tempos do "Bottle's" e dok "Little Club". Senhores curadores de festivais, abram os olhos e ouvidos e prestem atenção. Músicos de Jazz temos de sobra com qualidade máxima . Melhor eles do que qualquer "invention braziliensis" inoportunas e inconpetentes. Ave Cláudio, Idriss & Cia.
llulla

Nelson disse...

Meus amigos e confrades,

Era uma tarde quente de início de verão, salvo engano no Ano da Graça de 1960, estava eu conversando com o Jorge (Zózimo Bulbul) que se fazia acompanhar de uma francezinha, de nome Anik Malvil, na porta do "Little Club" e o "som dentro da casa já estava rolando", quando chega o amigo comum Léo, que tocava trompete e frequentava "a Murray" conosco e diz:
- " Ôba !!!(saudação da época). Olha aqui!!!. Queria apresentar a vocês um amigo meu, o Claudio Roditi. Ele tambem toca trompete. Será que dá para ele dar uma canjinha, com o pessoal aí?"

O Jorge e eu olhamos aquele rapazinho franzino, de cabelos encaracolados,com o trumpete dentro do saco/estojo, todo simples ao lado do Léo e, diz o Jorge:
Ora !!!!, vái lá e "vê com aquelas feras que estão soltas (tocando) lá dentro", afinal você (Léo) já é conhecido deles"

Voltando a hoje, aí está o Claudio, realmente "uma fera no instrumento". A ele o meu muito respeitoso obrigado, por proporcionar-nos mais anos de vida ouvindo sua música. E a você, que filmou seu desempenho nesse magnífico "blues", meus sinceros agradecimentos pela postagem aqui no blog.

Abçs.
Nelson Reis

Anônimo disse...

Endossso as palavras de Llulla em gênero, número e grau sobre esses curadores de festivais de jazz que nada entendem do assunto arvorando-se em sumidades, mas dão mancadas homéricas a cada evento - é só lembrar as Martinálias, as Elza Soares e as Dona Ivone Lara da vida em suas programações....
O pior é que esses indivíduos não se corrigirão jamais....
E viva o Brasil!

mAU nAH disse...

Maravilha, Mario.

Ouvi falar do evento pelo Bene-X, ontem, ao celular. Ou seja 3 dias depois, e isso porque sou interessado e tenho amigos que gostam do assunto...

Ainda bem que vc. gravou a parada.

ABS.

APÓSTOLO disse...

E como sempre dizia nosso estimado ARLINDO COUTINHO, o Dario "Garante".

Grupo disse...

Pois é, fiquem atentos. A Baden que mal voltou a ser point de música instrumental brasileira - que por estatuto só deveria ser programada assim - já sofre pressão de todos os lados para deixar de ser. É desse jeito que vão desaparecendo os oasis culturais do Rio. Abraço à todos.